Vale a pena pegar empréstimo para quitar dívidas?

Saiba quando e se vale a pena pegar empréstimo para quitar dívidas. Conheça também os prós, contras e cuidados na hora de solicitar crédito

24 de outubro de 2022

O brasileiro nunca esteve tão endividado. Cerca de quatro a cada cinco famílias estão com contas em aberto, segundo dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência (Peic), de setembro de 2022. Neste cenário, vale a pena pegar um empréstimo para quitar dívidas

A última pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) ainda revelou que o número de inadimplentes, que são as pessoas com contas em atraso, está no maior patamar da história do estudo: 30% da população.

Mas o que tem causado isso? São vários os motivos, como o contexto socioeconômico do país. A sequência de altas da inflação, principalmente ao longo da pandemia de covid-19, fez várias pessoas se endividarem. 

Para piorar a situação, 48% dos brasileiros não controlam o próprio orçamento, de acordo com um estudo da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). 

Seja pela ausência de planejamento ou por conta de algum imprevisto, se falta dinheiro para pagar as contas, sobram as dívidas. Por conta dos juros altos, muitas vezes esses débitos se tornam uma bola de neve.

O cartão de crédito, queridinho dos brasileiros e usado por cerca de 75% da população, segundo a CNDL e o SPC, também pode se tornar um grande vilão nesses casos. 

Leia mais: Como funciona o cartão de crédito?

A última Pesquisa de Endividamento e Inadimplência mostra que do total de famílias endividadas, 83,1% estão com dívidas em aberto relacionadas ao cartão de crédito

Por que isso é um problema? Porque, geralmente, as taxas de juros do cartão de crédito são as mais altas do mercado. Nessa situação, um empréstimo para quitar dívidas pode ser interessante, dependendo do seu caso. 

7 situações em que vale a pena pegar empréstimo para quitar dívidas

Para que você entenda melhor se compensa pegar um empréstimo para pagar dívidas, mapeamos sete situações em que pode valer a pena. Veja:

1. Conseguir condições melhores e juros menores

O empréstimo pessoal ou consignado tende a ter taxas de juros mais baixas em relação a outras dívidas, como as de cartão de crédito.

Se você tem algum débito com altas taxas de juro, pode buscar algum empréstimo com juros mais em conta, com o objetivo de trocar uma dívida cara por uma mais barata

Esse processo também é chamado de portabilidade de dívida ou portabilidade de crédito. 

Para ficar mais claro, veja a tabela abaixo com a taxa de juros média de algumas das principais linhas de crédito utilizadas pelos brasileiros, segundo dados do Banco Central, de setembro de 2022

Tipo de créditoTaxa de média Taxa de juros mais baixasTaxa de juros  juros mais altas
Rotativo do cartão de crédito446,1% a.a.8,4% a.a.1204,7% a.a.
Parcelamento do cartão de crédito181,5% a.a.7,7% a.a.632,8% a.a.
Empréstimo pessoal139,6% a.a.8,9% a.a.1007,4% a.a.
Cheque especial123,9% a.a.18,7% a.a.174,3% a.a.
Empréstimo consignado privado37,4% a.a.19,7% a.a.75,3% a.a.

2. Negociar desconto com os credores

Seguindo ainda na linha da economia de dinheiro, uma possibilidade que surge após você pegar um empréstimo é a de tentar conseguir desconto junto aos credores

Essa alternativa pode ser boa tanto para o credor, que vai receber o dinheiro mais rápido, quanto para você, que vai pagar um valor inferior ao estipulado anteriormente. 

3. Consolidar todas as dívidas em uma só

Você tem dívidas em diversos locais diferentes e encontra dificuldades para se organizar? A consolidação de dívidas pode ser uma solução.

É possível juntar as dívidas em uma só ao pegar um empréstimo e quitar todos os débitos de uma vez, mantendo apenas a dívida do empréstimo. 

4. Pagar uma dívida urgente

A definição de dívida urgente varia muito de acordo com cada caso. Algum débito envolvendo cartão de crédito pode ser urgente, por conta das taxas aplicadas. 

Contas que estipulam multas altas em caso de atraso no pagamento, também devem ser priorizadas.

Outros exemplos possíveis são os financiamentos de imóvel ou veículo, em que você corre o risco de perder o bem.

Nessas ocasiões, ou em qualquer outra que haja senso de urgência, é vantagem pegar um empréstimo para quitar dívidas. 

5. Limpar o nome 

Atualmente, quase 68 milhões de brasileiros estão com o nome sujo, de acordo com o Mapa da Inadimplência no Brasil de agosto de 2022, elaborado pelo Serasa Experian.

Esse é o seu caso? Se você não sabe, o PicPay conta com uma ferramenta de consulta de CPF, em que é possível verificar pendências envolvendo o seu nome e pagar os débitos.

Quem está com o CPF negativado, encontra mais dificuldades na hora de conseguir crédito. Por conta disso, um empréstimo é um jeito de como limpar o nome

6. Conseguir um prazo maior

Você tem alguma dívida que precisa ser paga em pouco tempo ou que o parcelamento não está cabendo dentro do seu orçamento mensal?

Tente renegociar os prazos com os credores, mas, caso não dê certo, você ainda pode pegar um empréstimo que tenha prazos mais interessantes para a sua realidade.

7. Liquidar o débito mais rápido

O oposto também vale! É possível pegar um empréstimo para quitar dívidas em menos tempo

Vamos supor que você tem alguma dívida a ser paga em 30 meses e quer encurtar o prazo de endividamento. 

Uma das maneiras de conseguir isso é tomar dinheiro emprestado com um prazo de pagamento mais curto. Dessa maneira você ainda tende a pagar menos juros.

Compensa fazer empréstimo para quitar dívidas de cartão de crédito?

Para responder se vale a pena pegar empréstimo para quitar dívidas de cartão, é importante contextualizar os riscos dos débitos referentes ao uso do cartão de crédito. 

O crédito rotativo do cartão, que é utilizado quando você paga apenas o valor mínimo da fatura do mês, tem uma das maiores taxas de juros entre todas as modalidades de crédito.

Leia mais: Como funciona a fatura do cartão de crédito?

No primeiro semestre de 2022, o Banco Central contabilizou R$ 159,3 bilhões em novos créditos rotativos, maior valor para o período desde 2014, com correção monetária pela inflação.

Hoje em dia, seguindo uma decisão do Conselho Monetário Nacional, o crédito rotativo pode ser utilizado pelo cliente por no máximo 30 dias. 

Depois desse prazo, as instituições financeiras podem oferecer a opção de parcelamento, que obrigatoriamente precisa ter taxas de juros mais baixas em relação ao rotativo.

A tabela com os juros das modalidades de crédito, mostrada acima, indica que pode compensar pegar empréstimo para quitar dívida do cartão de crédito, já que outras linhas de crédito, como empréstimo pessoal e empréstimo consignado, normalmente têm taxas inferiores.

O que pode ser feito antes de pegar empréstimo para quitar dívidas?

Acima você viu situações em que pode compensar um empréstimo para quitar dívidas. Antes de descobrir como conseguir crédito para pagar as contas, é fundamental que você entenda o que provocou o seu endividamento.

Você faz algum tipo de planejamento financeiro? Ter controle sobre quanto ganha e quanto gasta é válido tanto para quem precisar sair de alguma dívida quanto para quem não quer se endividar.

Para te ajudar, o PicPay pode ser o seu aplicativo para organizar as contas e, em breve, também para gerenciar os seus gastos.

Depois de saber qual é o tamanho da sua dívida e qual é a sua situação financeira, é hora de traçar estratégias de como quitar dívidas, mesmo ganhando pouco.

Uma das maneiras de conseguir isso é adotando medidas para economizar dinheiro. Muitas vezes, até passos simples, como economizar energia elétrica, já ajudam no fim do mês. 

Além do mais, você pode tentar novos meios para ganhar mais dinheiro. Temos um conteúdo sobre como juntar dinheiro com dicas de renda extras que podem te ajudar. 

Cuidados na hora de pegar empréstimo para quitar dívidas

Você analisou todos os pontos citados ao longo deste conteúdo e percebeu que a melhor saída é pegar empréstimo para quitar dívidas? Veja alguns cuidados que você deve tomar antes de contratar algum crédito.

Cuidado com as fraudes e golpes

Na hora de procurar por algum empréstimo para quitar dívidas, é necessário prestar muita atenção para não cair em golpes, fraudes ou até mesmo ciladas.

Diversos golpistas se aproveitam da situação de endividamento das vítimas para fazer ofertas falsas.

Portanto, se você ver alguma propaganda boa demais para ser verdade, desconfie, e nunca faça algum pagamento antes de receber o valor do empréstimo.

Para evitar qualquer transtorno, dê preferência para instituições financeiras confiáveis e já estabelecidas. 

Cuidado com as taxas

Mesmo quando não é um golpe, pode acontecer de você ser enganado em relação às taxas aplicadas. 

Na hora de analisar a melhor opção para você, é preciso levar em conta a taxa de juros efetiva e não a nominal.

Isso porque a efetiva, como o próprio nome já indica, é a taxa que mostra quanto você vai pagar efetivamente, considerando outras tarifas e impostos envolvidos no empréstimo. 

Para descobrir, você tem que buscar pelo Custo Efetivo Total (CET) da operação, beleza? 

Cuidado com o valor da parcela

Por fim, preste atenção no valor das parcelas, por conta de dois motivos. O primeiro é que o fato do valor mensal ser menor não indica, necessariamente, que você está fazendo um bom negócio, já que o número de parcelas pode ser maior.

O segundo motivo é relativo à sua condição financeira. Garanta, por meio de um planejamento financeiro, que as prestações se encaixem no seu orçamento mensal.  

Como conseguir empréstimo para quitar dívidas?

Diversas instituições financeiras oferecem opções de empréstimo para quitar dívidas, como crédito pessoal e consignado.

O número de ofertas e as condições de cada uma vão depender do seu score de crédito e do seu nível de endividamento.

De forma geral, as instituições financeiras fazem uma análise mais profunda de clientes que estão negativados, já que o risco de inadimplência é maior. 

Também é comum que os prazos, as taxas e as parcelas sejam menos flexíveis em casos de crédito para negativado. 

Se você trabalha com carteira assinada, uma boa alternativa é buscar um empréstimo consignado para quitar dívidas. 

Isso porque o empréstimo consignado, que é mais seguro para as instituições financeiras, geralmente tem condições melhores de juros e prazos. 

Independentemente da sua condição, é crucial que você analise bem as possibilidades antes de pegar um empréstimo para quitar dívidas. 

Preste atenção para não cair em fraudes ou para não fazer um mau negócio, podendo se complicar ainda mais financeiramente.

Existem várias opções de instituições financeiras que oferecem linhas de crédito para os clientes.  

Como pegar empréstimo para quitar dívidas no PicPay?

O PicPay é uma dessas instituições. Com mais de 30 milhões de usuários ativos, o aplicativo, que tem como missão facilitar a vida das pessoas, conta com três opções de empréstimo:

1. Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é um produto do marketplace de serviços financeiros do PicPay oferecido desde fevereiro de 2021.

Na prática, o PicPay te conecta a ofertas de crédito de instituições financeiras parceiras, facilitando a sua vida. Para saber se você tem alguma opção, siga os passos abaixo:

  • Abra o app e vá até a sua Carteira;
  • Toque em Empréstimos;
  • Selecione a opção de Empréstimo Pessoal;
  • Veja as ofertas disponíveis e escolha a que melhor se enquadra no seu caso.

2. Empréstimo entre pessoas

Além do empréstimo pessoal, o PicPay conta com a opção de empréstimo entre pessoas físicas, pelo Clube de Empréstimo

Nesta modalidade, você toma dinheiro emprestado com outros usuários do app que querem emprestar dinheiro a juros e o PicPay faz a intermediação. 

O passo a passo para descobrir se a opção está disponível para você, é muito parecido com o do empréstimo pessoal: 

  • Abra o aplicativo e toque em Carteira;
  • Vá até a seção de Empréstimos;
  • Escolha a opção de Clube de Empréstimo; 
  • Confira se há alguma oferta. 

3. Antecipação do saque-aniversário do FGTS

Por fim, também é possível fazer um empréstimo com o valor do saque-aniversário do FGTS, caso você tenha saldo na sua conta do fundo de garantia. 

Esta é uma maneira de como conseguir dinheiro emprestado com o nome sujo, como você pode ver abaixo.

Onde posso pegar empréstimo com o nome sujo?

O PicPay pode ser o seu aplicativo que empresta dinheiro para pagar contas, mesmo se você estiver negativado. 

Confira no app se há alguma oferta disponível para você, mas não se preocupe caso não apareça logo de cara. 

As análises de crédito são feitas constantemente e se surgir alguma oferta para você, uma notificação será enviada para o seu celular. 

Outra opção é a antecipação do saque-aniversário do FGTS, que pode ser feita também por negativados, desde que haja pelo menos R$ 400 em alguma conta do FGTS. 

Agora que você já sabe se vale a pena pegar empréstimo para quitar dívidas, fique ligado em mais conteúdos que podem te ajudar a ter mais saúde financeira, em nossa editoria de planejamento financeiro.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 52

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados