Crescimento do PicPay: 30 milhões usam o app no dia a dia

Quer saber como o aplicativo do PicPay contribui para a inclusão digital no Brasil? A gente te conta

14 de dezembro de 2021 Atualizado em 15 de julho de 2022

Mais de 30 milhões de pessoas utilizam o PicPay ativamente no seu dia a dia! Afinal, qual o segredo do crescimento do PicPay? Vem entender melhor o que está por trás desta jornada.

A história do maior app de pagamentos do país começou em 2012, em Vitória, no Espírito Santo, onde foi criado o PicPay. O propósito continua o mesmo até hoje: facilitar a vida dos brasileiros.

“Queremos chegar ao smartphone de todos os brasileiros e ser a forma mais fácil de pagar tudo e todos, oferecendo a melhor experiência do ecossistema completo do PicPay.”

José Antonio Batista, CEO do PicPay

A marca de 30 milhões de clientes ativos é um marco, destaca Anderson Chamon, fundador e vice-presidente de Produtos e Tecnologia do PicPay. “O PicPay nasceu conectando pessoas”, lembra.

“Quanto mais nos tornamos parte do dia a dia delas, mais valor conseguimos entregar aos nossos clientes. Trabalhamos para oferecer as melhores soluções e a melhor experiência a cada vez mais usuários”, complementa.

Aplicativo do PicPay: inclusão digital, inovação e facilidade

O PicPay nasceu em 2012 como uma carteira digital, mas se consolidou como o maior aplicativo de pagamentos do País. 

Além disso, o app PicPay tem observado um rápido crescimento no número de usuários que fazem transações a cada dia! E eles usam, cada vez mais, outros produtos além da conta digital. 

Afinal, quantos usuários tem o PicPay, então? São 30 milhões de clientes ativos e 65 milhões de usuários cadastrados.

App que faz parte da economia digital, o PicPay é brasileiro e foi criado na cidade de Vitória, capital do estado do Espírito Santo, por três empreendedores que tinham o objetivo de tornar a vida das pessoas mais fácil.

Desde aquela época, eles acreditavam que a relação das pessoas com o dinheiro e os pagamentos do cotidiano poderia ser mais simples.

Mas, naquele momento, isso era uma transformação e tanto! Quando foi criado o PicPay, com a proposta de permitir que qualquer pagamento pudesse ser feito pelo celular ao escanear um QR Code, nem o smartphone era tão popular no Brasil.

Leia mais: Conheça a história do PicPay contada pelo cofundador do app

Com a tecnologia em sua essência, a primeira missão do PicPay foi conectar pessoas que precisavam transferir dinheiro (peer-to-peer), similar ao que o Pix faz hoje. 

O aplicativo foi pioneiro no pagamento com QR Code no país, reunindo inovação e praticidade em uma experiência única e totalmente móvel de ponta a ponta.

Hoje, parece até difícil de imaginar, já que os códigos QR estão por toda parte. Mas estamos falando de dez anos atrás!

Com dez anos de história, o aplicativo do PicPay virou um fenômeno no Brasil. O avanço foi alavancado nos últimos anos, após a investida do grupo J&F, um dos maiores conglomerados empresariais brasileiro, em 2015.

Os números de crescimento da empresa mostram a grande aceitação do aplicativo entre os brasileiros. Você pode conhecer os resultados do PicPay em 2021 aqui.

E onde fica a sede do PicPay, afinal? Hoje, a empresa tem escritórios tanto em Vitória quanto em São Paulo.

Tecnologia na essência do PicPay

Talvez você não saiba, mas o nome PicPay, vem de Picture Payment (pagamento por imagem, em inglês), e passou a ser utilizado pelas pessoas em um momento onde se falava muito pouco sobre essa opção de pagamento no Brasil e no mundo.

Mas isso era apenas o começo. Hoje, o propósito do PicPay vai além. O principal objetivo da empresa de tecnologia capixaba é transformar a forma como as pessoas lidam com dinheiro. 

Nos nossos conteúdos sobre carreira, você pode conhecer mais sobre quem ajuda a construir o app e seus produtos no dia a dia e entender melhor como é trabalhar no PicPay.

Como usar o aplicativo do PicPay no dia a dia

Aproveitando o período disruptivo que o setor de pagamentos e serviços financeiros vive no país, a empresa de tecnologia, com forte orientação a dados, busca oferecer soluções para todos os estágios do dia a dia das pessoas.

Hoje, o aplicativo do PicPay atua em diversas frentes de negócio: além da conta digital com rendimento CDI, tem o marketplace financeiro, a PicPay Store (marketplace de produtos do app), a área de Serviços Financeiros PJ, e a empresa ingressou também no mercado de criptomoedas.

Leia mais: O que é PicPay e como funciona?

As interações típicas de redes sociais dentro do aplicativo, que materializam relações que já existem no mundo físico, são totalmente integradas à carteira digital.

Com isso, o PicPay engaja os usuários e facilita desde a hora de fazer um pagamento até o momento de se comunicar com amigos e familiares, passando por uma compra em estabelecimento parceiro ou nos produtos em uma Store completa — tudo em um só lugar.

Nosso maior diferencial é o efeito de rede, criado a partir da integração dos serviços financeiros às funcionalidades de rede social, que nos permite gerar maior valor à medida que mais pessoas utilizam nosso app.

Essa vantagem beneficia tanto nossos milhões de clientes, que veem suas possibilidades crescerem dentro do aplicativo, quanto os parceiros, que podem fazer ofertas e anúncios mais aderentes a esses usuários, de forma assertiva.

Nos últimos anos, o PicPay tem investido fortemente para ganhar mais relevância entre os brasileiros. A chave para fazer com que todas as frentes de negócio funcionem como uma perfeita engrenagem é o efeito de rede: gerar maior valor à medida que mais pessoas utilizem os serviços. 

Um exemplo da força do efeito de rede do PicPay está em Vitória, onde foi lançado e atualmente é utilizado por 75% da população. O PicPay ainda tem se espalhado por outras cidades, como Rio de Janeiro e São Paulo. 

Gostou da novidade? Fique por dentro das notícias sobre o aplicativo do PicPay na categoria de Novidades.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 35

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados