Como funciona o cartão de crédito?

Saiba como funciona o cartão de crédito, entenda o parcelamento, o limite e os juros envolvidos, além de tirar suas principais dúvidas

1º de setembro de 2022

Pagar no cartão já faz parte do dia a dia de muita gente. Mesmo assim, a maneira como funciona o cartão de crédito na prática não é clara para todo mundo.

Entender o que está por trás de uma transação, como usar o parcelamento e as melhores dicas para usar o cartão de forma consciente pode ajudar muito a organizar as finanças.

Como funciona o cartão de crédito?

O cartão de crédito é uma forma de fazer pagamentos sem desembolsar o dinheiro na hora. Nesse sentido, ele funciona de um jeito parecido com um empréstimo.

Para que você tenha acesso a essa forma de crédito, a administradora do seu cartão libera um limite, que é o valor máximo que você pode gastar, em compras à vista ou parceladas.

Como funcionam as compras parceladas no cartão?

Uma das grandes vantagens do cartão de crédito é que ele permite fazer compras parceladas. Com isso, você tem mais opções de pagamento que caibam no seu bolso.

Uma dúvida comum: posso comprar algo acima do limite do cartão parcelado? Não! Você só pode fazer compras que seu limite comporte, inclusive as divididas em parcelas.

Por isso, é importante prestar atenção em uma coisa: as compras parceladas também consomem o seu limite. E esse limite só é liberado à medida que você vai pagando as parcelas.

Para entender melhor essa e outras questões, confira nosso conteúdo sobre como funciona o limite do cartão de crédito.

Quais são os tipos de cartão de crédito?

Segundo o Banco Central, existem dois tipos de cartões de crédito: o básico e o diferenciado.

O cartão básico é o mais simples, que pode ser usado para fazer os pagamentos de produtos e serviços.

O cartão diferenciado permite os mesmos pagamentos, mas vai além: oferece outros benefícios, como programas de milhas, seguro de viagem, descontos ou cashback nas compras, entre outros fatores.

Além desses dois tipos, existem algumas outras diferenças, como: cartão físico ou virtual, que permite pagamento por aproximação, internacional, etc. Vamos falar mais sobre eles?

Cartão físico e cartão virtual: qual a diferença?

Um cartão de crédito pode ser físico — aquele em plástico, com formato retangular — ou um cartão virtual ou digital.

A primeira diferença, e mais óbvia, é que o cartão virtual não existe fisicamente. Ou seja, não é possível tocá-lo, por exemplo. Ele costuma ser gerado dentro do app da sua instituição financeira.

O cartão físico, por outro lado, pode ser visto, tocado e carregado por aí para fazer os seus pagamentos.

O cartão digital costuma ser indicado especialmente para compras online, porque é uma forma mais segura de fazer pagamentos em sites. Isso porque os dados do cartão virtual são atualizados constantemente.

Dessa forma, caso seus dados sejam expostos em algum vazamento, suas informações permanecem protegidas e você evita precisar cancelar alguma compra no cartão que não tenha feito ou ter que pedir um novo cartão.

Como funciona o cartão por aproximação?

Atualmente, muitos cartões já são emitidos com chip, que permite armazenar as informações do proprietário. Mas, cada vez mais, o pagamento por aproximação vai ganhando popularidade.

O pagamento por aproximação é feito só ao encostar o cartão na maquininha, sem precisar inseri-lo. A senha, em geral, só é solicitada se a compra for de um valor mais alto.

As transações por meio da tecnologia Near Field Communication (NFC), que é o famoso pagamento por aproximação ou contactless, cresceram 344% no primeiro semestre de 2022, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Cartão de Crédito e Serviços (Abecs).

A expectativa da Abecs é que metade das transações sejam pagas por aproximação até o final de 2022

Leia mais: Cartão por aproximação é seguro para fazer pagamentos?

Cartão de crédito internacional: como funciona?

Como o nome já indica, o cartão de crédito internacional permite fazer compras e pagamentos no Brasil e também no exterior. 

O cartão internacional permite que você também faça saques, depósitos, compre em sites de fora do país, entre outras funcionalidades. Eles também podem oferecer benefícios para quem viaja.

Como acontecem os pagamentos no cartão de crédito?

Se você já tem um cartão de crédito, percebeu que usá-lo nos seus pagamentos do dia a dia é super simples e rápido. Agora, sabia que para que isso aconteça é necessária toda uma rede por trás?

O fluxo dos pagamentos pelo cartão funciona assim: lojista, adquirente, bandeira, emissora.

O lojista é o lugar onde você pagou, que pode ser um supermercado, por exemplo. Já o adquirente é quem administra a maquininha do cartão.

A bandeira faz o processamento das compras que foram feitas e repassa os dados ao emissor, que podem ser chamados também de operadoras de cartão de crédito.

Em geral, as operadoras são as instituições com quem o cliente mantém um relacionamento, como um banco. E é ali que são definidos o seu limite de crédito e as taxas cobradas.

Mas como todo esse fluxo funciona, na prática? Apesar de parecer bem complexo, esse processo é muito rápido, e dura apenas alguns segundos.

Quais são as tarifas de um cartão de crédito?

O cartão de crédito pode ter cobrança de taxas. Isso porque é um produto oferecido por uma instituição que traz diversas facilidades ao cliente.

Vale lembrar que cada instituição define se vai ou não fazer a cobrança e o valor, beleza?

O Banco Central aponta quais são as tarifas que podem ser cobradas de quem tem um cartão:

  • Anuidade;

  • Emissão de segunda via do cartão;

  • Uso do cartão para saque em espécie;

  • Uso do cartão para pagamento de contas (como faturas e boletos de cobranças de produtos e serviços);

  • Pedido de avaliação emergencial do limite de crédito;

  • Envio de mensagem automática relativa à movimentação ou lançamento na conta de pagamento vinculada ao cartão de crédito;

  • Fornecimento de plástico de cartão de crédito em formato personalizado;

  • Fornecimento emergencial de segunda via de cartão de crédito.

Para saber mais, sempre consulte a operadora do seu cartão e fique atento à sua fatura.

Existe cartão de crédito sem anuidade?

Sim! O PicPay Card, cartão de crédito do PicPay, não tem cobrança de anuidade e ainda permite que você faça pagamentos em maquininhas ou cadastre seu plástico no app e use apenas o celular.

PicPay Card: cartão por aproximação é seguro?

Com o cartão PicPay, você pode pagar boleto com cartão de crédito no app e ter acesso a vários outros produtos e serviços no marketplace financeiro.

Leia mais: Como ter benefícios no League of Legends com cartão de crédito

Como funciona o pagamento do cartão de crédito?

O pagamento do cartão de crédito é feito todo mês. O cliente recebe do seu banco ou instituição financeira a fatura do cartão, com o valor que deve ser pago.

Assim que o cliente fizer o pagamento, o mesmo valor vai ser abatido do limite de crédito gasto. Ou seja, o que foi pago deixa de consumir seu limite e ele é liberado na mesma proporção.

O ideal é sempre ficar ligado para não esquecer de quitar a fatura do cartão, porque esse atraso pode trazer juros altos.

Se o valor for muito alto e você não tiver como fazer o pagamento total, o ideal é entrar em contato com a sua instituição e buscar uma opção de parcelamento que caiba no seu bolso.

Dessa forma, você evita o crédito rotativo — vamos falar dele daqui a pouco.

Como funciona o parcelamento no cartão de crédito?

Chegou a fatura e viu que não vai dar para pagar? Não precisa se desesperar, porque existem alternativas. Mas vale lembrar: pagar um pouco é melhor do que não pagar nada, para evitar juros muito altos.

Toda fatura tem lá uma opção chamada de “pagamento mínimo”. Caso não possa pagar o total, é uma alternativa para não ficar com o valor em aberto. É importante considerar que o resto será cobrado na fatura seguinte.

Como você deixa de pagar uma parte da fatura, esse valor é “financiado” pelo banco para que você quite só no próximo mês. É o chamado crédito rotativo. Saiba o que é o crédito rotativo e por que você deve evitá-lo.

Você também pode optar por fazer o pagamento mínimo e parcelar o valor restante. Em muitos casos, essa opção pode ser melhor para não se enrolar financeiramente. Vale avaliar qual se adequa melhor ao seu bolso.

Se você não pagar nada, o valor integral será cobrado na próxima fatura com o acréscimo dos juros do rotativo. Cuidado para não se transformar em uma bola de neve! Se precisar de ajuda, busque a sua instituição financeira e tente negociar.

E os juros do cartão de crédito, como funcionam?

A cobrança de juros no cartão acontece quando você atrasa o pagamento da fatura ou não paga o valor total devido.

Esses juros são definidos pelas operadoras de cartão de crédito, mas costumam ser altos. Por isso é tão importante ter um planejamento financeiro e evitar atrasar os seus pagamentos.

O que acontece se eu não pagar o cartão de crédito?

Se você não pagar nada da sua fatura, o cliente já pode ter seu nome sujo no dia seguinte ao vencimento.

Nesse caso, a operadora do cartão pode incluir os dados do cliente na lista de inadimplentes dos órgãos de proteção ao crédito. Se quiser conferir se é o seu caso, veja como consultar CPF no PicPay.

Além disso, você pode começar a receber cobranças por telefone e outros canais de comunicação e até sofrer ações na Justiça.

Leia mais: Como quitar dívidas ganhando pouco em 5 passos

Dicas de como usar cartão de crédito de forma consciente 

Com um cartão de crédito em mãos, é muito fácil a gente se empolgar na hora de fazer compras. Mas essa ferramenta que facilita tanto nosso dia a dia precisa ser usada com muita consciência.

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (CNC) divulgada em junho de 2022, o cartão de crédito é o tipo de dívida mais comum entre os brasileiros.

O cartão de crédito, de acordo com a pesquisa, é o responsável pelo endividamento em 88,5% das famílias que têm dívidas.

Entender como funciona o cartão, como usá-lo e seus benefícios e riscos é muito importante ainda mais neste momento, em que os juros estão altos e a inflação tem subido, deixando tudo mais caro.

Por isso, listamos as melhores dicas para usar o cartão de crédito com sabedoria. Olha só:

Estabeleça um valor limite para compras

Conheça suas finanças e entenda quanto você pode gastar todo mês no cartão sem se enrolar. Vale acompanhar os gastos diariamente ou toda semana pelo site ou app do banco, para não ter surpresas no fim do mês.

Fique atento ao número de cartões

Você tem mais de um cartão de crédito? Preste atenção: gastar em vários cartões não é necessariamente um problema, mas desde que você não perca o controle do que está comprando.

Acompanhe a fatura

Monitorar sua fatura ajuda não só a ver quanto você está gastando, mas também a notar taxas que estejam sendo cobradas sem que você soubesse ou cobranças que não são reconhecidas. Nesses casos, vale a pena entrar em contato com a operadora do cartão.

Não esqueça de pagar a fatura

Atrasar o cartão pode gerar juros altos e ainda deixar seu nome sujo. Para ajudar, o PicPay pode ser seu aplicativo para organizar contas e te lembrar quando o vencimento estiver chegando.

Tenha um controle de gastos

Pode ser no seu próprio app do banco ou pelo extrato do cartão. O importante é estar de olho em tudo que é gasto para entender quando é hora de economizar dinheiro ou buscar uma fonte de renda extra.

Faça uma reserva financeira

Ter uma reserva de emergência evita que você fique sem pagar a fatura e precise arcar com juros altos. Além disso, ela pode ser a sua salvação caso aconteça algum imprevisto.

Com quantos anos pode fazer cartão de crédito?

A partir de 18 anos. A legislação brasileira não permite que menores de idade tenham um cartão de crédito próprio.

A exceção acontece apenas nas situações em que o menor tem mais de 16 anos e pode comprovar renda própria. Mesmo assim, os pais podem precisar estar juntos no momento da contratação.

Cartão de crédito é seguro?

Sim, o cartão é seguro, especialmente com a tecnologia dos chips e com o uso de senhas para autorizar uma transação.

Além disso, você pode regular o limite de crédito que quiser deixar disponível no seu cartão pelo app, como no caso do PicPay. Se não for usar seu limite todo, essa é uma boa prática para aumentar sua segurança.

Algumas outras dicas podem ajudar a garantir sua segurança e do seu cartão:

  • Use o cartão virtual para transações online;

  • Acompanhe sempre as compras pelo extrato e avise sua instituição se não reconhecer alguma;

  • Não compartilhe sua senha com ninguém e não anote ou registre em lugares de fácil acesso, como post its ou bloco de notas do celular;

  • Tenha senhas difíceis, evitando usar a data de nascimento, por exemplo;

  • Ative dispositivos de segurança e de dupla verificação do seu celular.

Quer saber mais? Confira outros conteúdos sobre segurança digital para fazer pagamentos mais seguros.

E aí, gostou das dicas e de entender mais sobre o funcionamento do cartão de crédito? Então vem conferir outros conteúdos para administrar melhor sua vida financeira.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3.8 / 5. Número de votos: 13

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados