Black Friday Brasil: 10 dicas para aproveitar sem se endividar

Confira as melhores estratégias para se planejar e aproveitar as ofertas da Black Friday Brasil sem complicações

1 de novembro de 2022

A Black Friday Brasil se aproxima e provavelmente você já está na expectativa por boas compras, não é mesmo? Mas é preciso tomar cuidado para não se endividar nesse período ou, ainda, cair em fraudes. 

Neste conteúdo, vamos te contar quais são as melhores estratégias para aproveitar a Black Friday sem se complicar.

Além das dicas, vamos abordar tudo que você precisa saber sobre a Black Friday, como: 

  • Quando vai ocorrer a Black Friday 2022?
  • Como surgiu essa data?
  • Como é a Black Friday no Brasil?
  • Qual é a expectativa do setor para o evento?
  • Como se preparar e não se complicar?

Quando é a Black Friday?

A Black Friday sempre é realizada na quarta sexta-feira do mês de novembro, que geralmente é a última. Em 2022, a Black Friday Brasil será comemorada no dia 25 de novembro de 2022.

E até quando vai a Black Friday? Originalmente, a data durava apenas um dia, mas os brasileiros deram uma nova cara para o evento. Hoje as promoções podem se estender por uma semana Black Friday ou até mesmo ao longo de todo o mês de novembro

Com o sucesso da Black Friday no país, é comum encontrar campanhas como Black Week, Black Month e Black November em lojas físicas e online. 

Por isso é mais importante ainda que você aprenda a se planejar para essa data e reconhecer boas ofertas.

Quando é a Cyber Monday?

Além da Black Friday, o comércio brasileiro importou outra data comemorativa: a Cyber Monday.

Como o nome já indica, a segunda-feira cibernética, em tradução literal, sempre ocorre na primeira segunda-feira após a Black Friday e se restringe ao comércio eletrônico.

A segunda-feira depois da Black Friday é mais uma oportunidade para aproveitar descontos.

A Cyber Monday é uma boa data para você que precisa comprar algum eletrônico, então vale a pena deixar o evento no radar junto com a Black Friday, beleza?

Então quando será a Cyber Monday 2022? Neste ano, a Cyber Monday vai ser realizada no dia 28 de novembro.

Como surgiu a Black Friday?

Na contagem regressiva para a Black Friday, você pode estar se perguntando como surgiu essa data, que ainda era desconhecida dos brasileiros há alguns anos.

A Black Friday teve início nos Estados Unidos, ainda no início do século passado, e está atrelada a outra data comemorativa muito tradicional para os americanos: o feriado de Ação de Graças.

A data marca, entre outras coisas, o início do período natalino. As lojas então começaram a aproveitar a deixa para limpar e renovar os estoques antes das festas de final de ano.

Ao contrário do Brasil, a Black Friday nos Estados Unidos é marcada principalmente pelas promoções em lojas físicas.

Em busca de descontos que podem chegar a 90%, várias pessoas ficam em filas aguardando a abertura das lojas no dia do evento.

Vez ou outra, os estabelecimentos se tornam cenário de “guerra” entre os clientes mais exaltados.

Se você tiver curiosidade, existem vários vídeos no YouTube que mostram como ficam as grandes lojas durante a Black Friday estadunidense. 

Como surgiu a Black Friday Brasil?

A Black Friday demorou para chegar ao Brasil. O primeiro registro foi em 2010, quando um site especializado em cupons de desconto trouxe o evento para o país. 

A primeira Black Friday no Brasil foi 100% online e reuniu descontos em alguns e-commerces do país.

Cerca de dez anos depois da importação do evento, a Black Friday se tornou um sucesso entre os brasileiros e é uma das datas mais importantes para o comércio eletrônico e físico.

Talvez pela própria origem da Black Friday no Brasil no ambiente digital, até hoje a maior parte das vendas são em lojas virtuais.

A pandemia de covid-19 também contribuiu para isso, já que o número de consumidores que fazem compras online cresceu durante esse período.

Para você ter ideia, o faturamento do e-commerce brasileiro cresceu 27% em 2021 em comparação com o ano anterior, chegando a R$ 182 bilhões, segundo dados da NielsenIQ Ebit.

Falando apenas da Black Friday, o faturamento das lojas online atingiu o patamar de R$ 5,4 bilhões durante 48 horas, com mais de 7,5 milhões de pedidos realizados. 

Os números são de um levantamento da Neotrust, empresa responsável por auditar as vendas do e-commerce. 

Qual é a expectativa para a Black Friday no Brasil em 2022?

Sem sombra de dúvidas, a Black Friday é uma das datas mais aguardadas tanto pelos consumidores quanto pelos lojistas.

Uma pesquisa do Instituto Ipsos, encomendada pelo Google Brasil, mostrou que 7 em cada 10 pessoas planejam fazer compras na Black Friday 2022.

As categorias mais visadas pelos clientes, segundo o mesmo estudo são:

  • Roupas e acessórios (47%);
  • Seguida por livros e itens de papelaria (43%);
  • Calçados (38%);
  • Celulares (36%);
  • Eletroportáteis (33%).

No comércio eletrônico o otimismo é ainda maior. De acordo com uma pesquisa da Neotrust, 78% dos brasileiros pretendem fazer compras pela internet na Black Friday, no dia 25 de novembro.

A previsão da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) é que a Black Friday cresça ainda mais em 2022, ainda que de forma tímida.

A estimativa é de um faturamento de mais de R$ 6 bilhões, com cerca de 8,3 milhões de pedidos durante a data. Isso representa um crescimento de 3,5% em relação ao ano passado.

10 dicas de como se planejar para a Black Friday

Você faz parte do grupo que pretende comprar algo durante a Black Friday Brasil? Listamos 10 dicas para te ajudar a aproveitar a data da melhor maneira possível, sem se endividar ou cair em fraudes.

1. Analise as suas finanças

O primeiro passo para se planejar para a Black Friday em 2022 é fazer um raio-x da sua saúde financeira.

Não adianta planejar compras se você não está conseguindo arcar com os seus custos básicos ou se estiver endividado. 

Em setembro de 2022, quase 80% da população brasileira está com dívidas a vencer e cerca de 30% está com contas atrasadas, os maiores valores da série histórica Pesquisa de Endividamento e Inadimplência (Peic).

Se esse é o seu caso, deixe as compras para outro momento e priorize a quitação dos débitos. Já ensinamos por aqui como quitar dívidas ganhando pouco em 5 passos.

Leia mais: Vale a pena pegar empréstimo para quitar dívidas?

Mesmo se você não estiver endividado, é fundamental ter controle sobre o quanto você ganha e gasta, para não se complicar em datas como a Black Friday.

Esse controle, na verdade, é crucial para a sua vida financeira como um todo. Então faça uma planilha de gastos, registrando quais são as suas despesas fixas e variáveis a cada mês.

Caso você não saiba, o PicPay pode ser o seu aplicativo de controle financeiro. A função “Minhas Finanças” utiliza a tecnologia do Open Finance para reunir dados sobre os seus gastos.

A funcionalidade junta informações de pagamentos e recebimentos em um só lugar, de forma automática. Com isso, você consegue analisar quais são os seus gastos e ganhos em cada categoria, como alimentação, transporte e etc.

2. Dê atenção aos gastos com cartão de crédito

A pesquisa da Neotrust sobre a expectativa para a Black Friday 2022 também mostrou que 7 em cada 10 consumidores planejam utilizar o cartão de crédito para fazer compras na data comemorativa. 

Leia mais: Como funciona o cartão de crédito?

Isso mostra um hábito muito comum entre os brasileiros de dar preferência por pagamentos no cartão, principalmente pela opção de parcelamento.

Mesmo que seja um grande facilitador, é necessário ter muita cautela com o cartão de crédito.

Do total de famílias endividadas no país, mais de 83% estão com dívidas de cartão de crédito em aberto, de acordo com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

O dado merece atenção já que os juros do cartão de crédito, como o rotativo do cartão, estão entre os mais altos do mercado.

Então, para se preparar para a Black Fridayl, faça uma análise da sua situação em relação ao cartão de crédito, garantindo que você tenha limite disponível para compras e condições de pagar a fatura do cartão posteriormente.

3. Faça uma lista do que você quer ou precisa comprar

Outro passo importantíssimo para você aproveitar a Black Friday da melhor maneira possível é fazer uma lista do que você precisa comprar.

Com a lista em mãos, você:

  • Evita compras desnecessárias;
  • Consegue monitorar os preços;
  • Se organiza para conseguir comprar.

Na hora de fazer a lista, leve em consideração as duas etapas anteriores. Caso você esteja apertado, aproveite a data para comprar apenas aquilo que você realmente precisa.

4. Faça um planejamento

Depois de analisar a sua saúde financeira e elaborar a lista de prioridades, é hora de se organizar para as compras.

Temos um conteúdo super completo sobre como fazer um planejamento financeiro pessoal em 5 passos

Se for preciso, uma boa maneira de conseguir um respiro nas contas para ter condições de fazer aquela comprinha é economizar dinheiro.

5. Junte dinheiro

Além de economizar, outro jeito de juntar dinheiro para a Black Friday Brasil é buscar algum complemento. Que tal conferir 14 dicas de renda extra?

Com dinheiro em mãos, você pode conseguir descontos por pagamento à vista e ainda não corre risco de se endividar com parcelamentos.

Para que o seu dinheiro valha ainda mais, você pode guardar no PicPay, onde ele rende diariamente 102% do CDI.

Leia mais: Quanto rende 20 reais no PicPay ou até valores superiores?

6. Pesquisar os preços com antecedência

Você já ouviu a expressão “tudo pela metade do dobro”? Infelizmente algumas lojas oferecem falsos descontos durante a Black Friday.

Como? Aumentando o preço dos produtos pouco antes da data comemorativa e abaixando durante o evento. 

A melhor maneira de reconhecer efetivamente uma boa oferta, é fazer o monitoramento dos preços antes da Black Friday.

Se você já tiver a sua lista de desejos em mãos, acompanhe o valor dos produtos nos principais e-commerces, para não ser enganado na hora de comprar.

Existem sites de monitoramento de preços que também podem te ajudar com essa tarefa, então vale conferir.

7. Antecipe as compras de final de ano

Coincidentemente, a Black Friday em 2022 caiu exatamente um mês antes do Natal. De qualquer maneira, o evento sempre ocorre perto das festas de final de ano.

Por conta disso, antecipar as compras pode ser uma boa, caso você tenha condições financeiras para isso.

A alternativa é interessante se você considerar que a tendência é de que os preços fiquem mais elevados no período anterior ao Natal, já que o volume de compras cresce e as pessoas costumam ter mais condições, por causa do 13º salário.

8. Não faça compras por impulso

“Últimas unidades, oportunidade única, desconto por tempo limitado, leve mais e pague menos!”

As lojas utilizam uma série de gatilhos mentais para atrair a sua atenção e tentar te convencer de comprar.

Para não cair em armadilhas, siga a sua lista de compras e confira se o preço realmente está mais baixo do que o normal.

Agir por impulso pode levar o seu planejamento por água abaixo e acabar te causando problemas no futuro. 

Como a gente falou em pontos anteriores, é preciso tomar cuidado para não se endividar durante o evento.

9. Cuidado com as fraudes

A data tão aguardada pelos consumidores e vendedores também acaba sendo visada pelos golpistas, que aproveitam a movimentação para aplicar golpes e fraudes. 

No ano passado, a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude, identificou quase 120 mil tentativas de fraude no e-commerce do país durante a Black Friday, um aumento de 131,5% em relação a 2020.

Algumas medidas de segurança que você pode adotar para ficar mais seguro na Black Friday são:

  • Dê preferência para lojas conhecidas e confiáveis – saiba como identificar um site falso;
  • Desconfie de ofertas boas demais para serem verdade;
  • Não clique em links desconhecidos, seja por e-mail, WhatsApp ou redes sociais, pois pode ser um ataque phishing;
  • Nunca compartilhe a senha do seu cartão de crédito.

Leia mais: Como evitar e denunciar golpes virtuais pelo celular

O Pix tem sido utilizado para vários golpes e fraudes. Aqui você confere como identificar um golpe do Pix e o que você deve fazer se cair em um.  

Leia mais: Golpe do Pix: conheça os principais e saiba o que fazer

Quer ficar por dentro do assunto de segurança e ficar mais protegido em relação a golpes e fraudes? Veja a nossa Central de Segurança.

10. Busque as melhores ofertas em sites confiáveis

Por fim, para aproveitar o evento ao máximo, busque pelas melhores ofertas em sites e aplicativos confiáveis.

Antes de qualquer compra online, verifique a reputação da loja. Uma boa maneira é pesquisando pelo nome no site Reclame Aqui. 

Quer uma dica de como encontrar lojas confiáveis? O PicPay pode te facilitar a sua vida com isso também.

O PicPay é seguro, é mais que um banco e ainda oferece um marketplace de produtos que reúne os melhores comércios virtuais com condições especiais.

A PicPay Store conta com os principais e-commerces do país e oferece uma série de vantagens para os usuários do aplicativo, como cashback e cupons de desconto.

Leia mais: Como fazer compras online com cashback?

E aí, o que achou das dicas para a Black Friday Brasil? Esperamos ter ajudado! Se você quiser estar ainda mais preparado, confira a nossa editoria de planejamento financeiro.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3.2 / 5. Número de votos: 9

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados