Juros do cartão de crédito: guia completo para diminuir suas taxas

Descubra como funcionam os juros do cartão de crédito e aprenda estratégias eficazes para reduzir suas taxas com o PicPay

30 de maio de 2024

Já se perguntou sobre os juros do seu cartão de crédito? Parece complicado, não é? Mas não se preocupe! Vamos te ajudar a entender tudo isso de maneira simples neste guia.

Vamos falar sobre a taxa de juros do cartão de crédito que você paga todo mês e das diferentes taxas de juros que variam dependendo do seu banco ou do tipo de cartão que você tem. Também vamos esclarecer mais informações sobre como os juros do cartão de crédito rotativo são cobrados quando todos os riscos em acumular dívidas no seu cartão.

Agora se a conta do cartão de crédito ficou difícil de pagar, existe o parcelamento do boleto do cartão ou de uma conta específica como opção. Aqui você vai entender todos os riscos e cuidados ao não pagar a sua conta do cartão e deixar os juros rolarem.

Descubra como calcular os juros cartão de crédito e identificar  o que é considerado um juros abusivo do cartão de crédito.

Continue a leitura e esclareça como resgatar juros do cartão de crédito e como diminuir taxas. Prepare-se para descobrir todos os segredos dos juros do cartão de crédito e aprender a cuidar melhor do seu dinheiro.

Entendendo os juros do cartão de crédito

Já reparou que quando você não paga o valor total da fatura do seu cartão, no mês seguinte vem um valor a mais? Isso acontece por causa dos juros do cartão de crédito rotativo. Eles são cobrados quando a gente não consegue pagar tudo o que deve. 

O que são juros de cartão de crédito rotativos?

Os juros cartão de crédito rotativo são uma taxa cobrada quando o titular do cartão não paga o valor total da fatura até a data de vencimento. Em vez disso, ele opta por pagar apenas uma parte, conhecida como pagamento mínimo.

Esses juros são chamados de “rotativos” porque se acumulam e rolam para o próximo mês, e eles são calculados sobre o saldo restante da fatura, ou seja, o valor que não foi pago.

O juros do cartão de crédito rotativo varia dependendo do banco e do tipo de cartão, mas geralmente é uma taxa consideravelmente maior em comparação com outras formas de crédito. 

O que são consideradas taxas de juros abusivas para o cartão de crédito?

Não existe um limite definido pela lei para uma taxa ser considerada abusiva, porém o consumidor não fica desprotegido de uma eventual abuso em uma taxa por parte da instituição financeira.

No caso dos juros do cartão de crédito é possível acessar a tabela de taxa de juros rotativos pré-definida para cartão de crédito do Banco Central,  e conferir as taxas que são oferecidas pelos outros bancos, e assim entender se você está pagando uma taxa de juros abusiva.

Mas para tirar todas as dúvidas sobre uma possível taxa abusiva, é preciso entrar em contato com a instituição financeira para esclarecer qualquer problema, e caso você ainda não sinta que está sendo cobrado uma taxa de juros abusiva no seu cartão de crédito, vale consultar um advogado para averiguar toda a situação.

Saiba mais: Entenda tudo sobre os juros rotativo

Regras governamentais sobre as taxas de juros do cartão de crédito

O governo brasileiro, através do Banco Central, estabelece diretrizes para as taxas de juros cobradas pelos bancos. No início de 2024, entrou em vigor uma nova lei que limita a 100% os juros da fatura no rotativo do cartão de crédito. 

Essa mudança faz parte do programa do governo federal voltado à renegociação de dívidas, o Desenrola.

Essa regra significa que se o consumidor possui uma dívida no juros rotativo de R$1.000,00 os encargos não podem passar de no máximo R$1000,00 e o devedor não poderá pagar mais de R$2000,00, o que seria um aumento de 100% da dívida simulada. E tudo independente do prazo do não pagamento. 

Isso ajuda a proteger os consumidores contra taxas de juros abusivas e promove um uso mais consciente do cartão de crédito.

Além disso, o governo também permite a portabilidade gratuita do saldo devedor de cartão de crédito. Isso permite que o devedor transfira a dívida para outro banco, estimulando a competição e a redução da taxa de juros.

Como é calculada a taxa de juros do cartão de crédito ao mês?

A taxa de juros do cartão de crédito ao mês é uma porcentagem que incide sobre o valor que você deve no cartão, ela é aplicada quando você não paga o valor total da fatura até a data de vencimento.

Essa taxa é definida pelo banco emissor do cartão e pode variar bastante de um para outro. Ela também pode ser diferente dependendo do tipo de cartão, como básico, gold, platinum, etc.

Leia também: Como conseguir um cartão de crédito?

Criamos uma simulação de uma dívida do cartão de crédito de R$ 1.000,00  para facilitar o entendimento do crescimento exponencial dos juros rotativos até alcançar o limite da dívida:

Vamos calcular quantos meses levaria para uma dívida inicial de R$ 1.000,00 chegar a R$ 2.000,00 com a taxa de juros rotativa + multas de 10% ao mês:

MêsValor da DívidaJuros do Mês (10%)Valor Total no Final do Mês
1R$ 1000R$ 100R$ 1100
2R$ 1100R$ 110R$ 1210
3R$ 1210R$ 121R$ 1331
4R$ 1331R$ 133.1R$ 1464.1
5R$ 1464.1R$ 146.41R$ 1610.51
6R$ 1610.51R$ 161.05R$ 1771.56
7R$ 1771.56R$ 177.16R$ 1948.72
8R$ 1948.72R$ 194.87R$ 2143.59

Em apenas 8 meses a dívida de R$ 1.000,00, sem fazer nenhum pagamento durante o período,  superou o valor original da dívida com uma taxa de juros de 10% ao mês. 

Com as mudanças nas leis referentes ao juros rotativo essa dívida não passaria de R$2.000,00, visto que somente pode ser cobrado 100% do valor da dívida original. Mas lembre que essa foi uma simulação simplificada e que as taxas de juros podem variar dependendo do banco e do tipo de cartão.

 Além disso, taxas adicionais podem ser aplicadas se o pagamento mínimo não for feito. Sempre é recomendável pagar o valor total da fatura sempre que possível para evitar o acúmulo de juros.

O que acontece se não pagar o cartão de crédito

Você já deve ter se perguntado: o que acontece se eu não pagar o cartão de crédito?

Quando a gente usa o cartão de crédito, estamos pegando dinheiro emprestado do banco, e se não pagamos a fatura no final do mês, o banco começa a cobrar juros por esse dinheiro. Isso é o que chamamos de juros cartão de crédito rotativo.

Os juros cartão de crédito rotativo são bem altos, com taxas que podem variar entre 1,5% até 22% ao mês. A cobrança começa assim que a fatura vence e o valor total não foi pago.

A taxa de juros do cartão de crédito ao mês  é cobrada todo mês sobre o valor ainda devido. Se você não pagar a fatura, as taxas podem aumentar até o teto da dívida de 100% do valor inicial.

Outro fator preocupante de não pagar o cartão de crédito,  é o risco do seu nome ir para o SPC ou Serasa. Isso significa que você fica com o nome sujo e pode ter dificuldades para fazer compras parceladas, pegar empréstimos ou até mesmo abrir uma conta em alguns bancos.

É muito importante pagar a fatura do cartão de crédito em dia; se você está com dificuldades para pagar, tente negociar com o banco ou procurar ajuda de um profissional para organizar suas finanças

Leia mais: Aprenda a consultar CPF e como limpar o nome

Acréscimo de juros e multas por atraso no pagamento

Os juros rotativos são cobrados sobre o valor que você deve e aumentam a cada dia de atraso, eles são calculados com base na taxa de juros do cartão de crédito. Quanto mais tempo você demora para pagar, maior fica a sua dívida.

Serão cobradas 2 taxas em cima do valor da dívida:  A taxa dos juros rotativos do cartão de crédito, que já falamos anteriormente, e a multa por atraso de uma dívida. Ela é cobrada uma única vez, logo após o vencimento da fatura e costuma ser um percentual fixo sobre o valor total da fatura

Sempre que possível, pague a fatura do seu cartão de crédito em dia, assim você evita o acréscimo de juros, multas e mantém suas finanças sob controle e o seu nome fica longe da negativação.

Impacto no score de crédito e futuras solicitações de crédito

O score de crédito é uma pontuação que os bancos e financeiras utilizam para avaliar a capacidade de pagamento dos clientes. Quanto maior o score, mais chances de conseguir crédito.

Atrasar o pagamento do cartão de crédito pode afetar negativamente o score. Isso ocorre porque o atraso indica à instituição financeira um possível risco na concessão de crédito, reduzindo a confiança na capacidade de pagamento do cliente.

Com a diminuição do score de crédito, surgem dificuldades em obter novas linhas de crédito, incluindo compras parceladas, obtenção de empréstimos ou financiamentos e até mesmo a solicitação de um novo cartão de crédito.

É fundamental manter o pagamento da fatura do cartão de crédito em dia, isso contribui para a manutenção de um bom score de crédito, evita a negativação do nome e facilita a obtenção de crédito quando necessário.

Desvendando o cálculo dos juros do cartão de crédito

Os juros do cartão de crédito são calculados com base em uma taxa percentual sobre o valor que você deve. Existem diferentes tipos de juros que podem ser aplicados e cada um tem sua própria maneira de ser calculado.

Temos os juros cartão de crédito rotativo, que são cobrados quando você não paga o valor total da fatura até a data de vencimento. Eles são calculados sobre o saldo restante da fatura e acumulam mês após mês até que a dívida seja totalmente quitada.

Se você optar por parcelar a fatura do seu cartão de crédito, também poderá ter que pagar juros. Nesse caso, a taxa de juros é aplicada sobre o valor de cada parcela.

Se você usar o crédito rotativo por mais de 30 dias, o banco pode oferecer uma linha de crédito diferente para que você quite sua dívida. Essa linha de crédito também tem juros, mas eles costumam ser menores do que os do crédito rotativo.

Entender como os juros do cartão de crédito são calculados pode ajudar você a gerenciar melhor suas finanças e evitar surpresas na hora de pagar a fatura.

Identificando juros abusivos no cartão de crédito

Os juros do cartão de crédito são uma realidade com a qual muitos de nós temos que lidar. 

Há situações em que esses juros podem se tornar abusivos, causando um grande impacto nas nossas finanças. Identificar e saber como agir diante de juros abusivos no cartão de crédito é fundamental para manter uma boa saúde financeira.

Leia mais: Crie o seu planejamento financeiro e entenda as suas fianças 

Juros abusivos são taxas cobradas acima do que é considerado razoável ou justo; no caso do cartão de crédito, geralmente ocorrem quando a taxa de juros é 2x vezes maior do que a média do mercado ou quando há cobrança de juros sobre juros, prática proibida pelo Código de Defesa do Consumidor.

Como identificar e o que fazer em caso de juros abusivos

Identificar juros abusivos no cartão de crédito pode ser um desafio, pois requer um entendimento claro das taxas de juros praticadas no mercado. Uma maneira de fazer isso é comparar a taxa de juros do seu cartão com a média do mercado. 

Se a sua taxa for significativamente mais alta, pode ser um sinal de cobrança abusiva.

Outro indicativo é se você notar que o valor da sua dívida está aumentando exponencialmente, mesmo fazendo os pagamentos mínimos, isso pode ser um sinal de cobrança abusiva.

Se você suspeitar que está sendo vítima de juros abusivos, o primeiro passo é entrar em contato com a instituição financeira e solicitar esclarecimentos. Caso não obtenha uma solução satisfatória, você pode procurar auxílio de órgãos de defesa do consumidor ou buscar orientação jurídica.

Parcelamento com juros no cartão de crédito: vale a pena?

Para saber como funciona o juros do cartão de crédito e se é uma opção atraente, especialmente quando se trata de compras de alto valor. É fundamental entender como essa modalidade funciona e quais são as implicações financeiras envolvidas antes de optar por ela. 

Ao parcelar uma compra, você está na verdade, tomando um empréstimo do banco emissor do cartão. Os juros são a remuneração que o banco recebe por disponibilizar esse dinheiro para você. 

É importante avaliar se o custo desse “empréstimo” vale a pena, considerando sua situação financeira e as alternativas disponíveis.

Leia também: Como funciona o parcelamento no cartão de crédito

Como funciona o parcelamento com juros no cartão de crédito

Quando você compra algo à vista na loja e depois decide dividir o valor no cartão de crédito, funciona assim: o total da compra é quebrado em várias partes iguais – as parcelas. Todo mês, uma dessas partes aparece para você pagar na fatura do cartão.

Nesse tipo de parcelamento, além do valor da parcela, o banco cobra um extra, os juros. O valor desses juros pode mudar dependendo do banco e do tipo de cartão que você tem.

Esses juros são compostos, isso quer dizer que eles vão se acumulando sobre o que você ainda deve, incluindo os juros dos meses anteriores. Então, quanto mais tempo você levar para pagar, maior o valor no final.

Saiba mais em: Passo a passo: como sair das dívidas do cartão de crédito

Geralmente é melhor dividir o pagamento direto na loja quando você compra, muitas vezes, as lojas realizam o parcelamento sem juros. Então, antes de sair dividindo tudo no cartão de crédito depois de comprar, vale a pena ver se a loja não deixa você parcelar sem juros.

Cobrança de juros no cartão de crédito parcelado: é permitido?

Sim, a cobrança de juros no cartão de crédito parcelado é permitida e regulamentada pelo Banco Central, é importante estar atento às taxas praticadas. 

O Código de Defesa do Consumidor estabelece que os juros não podem ser abusivos e que o consumidor tem direito à informação clara e precisa sobre todas as condições do parcelamento. 

Antes de optar pelo parcelamento com juros, verifique as taxas aplicáveis, compare com outras opções de crédito e avalie se realmente vale a pena. Planejamento e educação financeira são fundamentais para tomar decisões conscientes e evitar endividamento desnecessário.

Dicas para diminuir as taxas de juros do seu cartão de crédito

Os juros do cartão de crédito podem pesar no orçamento se não forem bem administrados.Você sabia que existem algumas estratégias para reduzir essas taxas? Aqui vão algumas dicas:

  • Negocie com o banco: Se você é um bom pagador e tem um histórico positivo com o banco, use isso a seu favor. Entre em contato com a instituição e tente negociar uma taxa de juros menor.
  • Pague a fatura em dia: Evite ao máximo pagar sua fatura após o vencimento, atrasos resultam em multas e juros que podem aumentar significativamente o valor final.
  • Opte pelo pagamento total da fatura: Quando você paga apenas o mínimo da fatura, o restante é cobrado com juros no próximo mês. Sempre que possível, pague o valor total para evitar essa cobrança.
  • Cuidado com o parcelamento: Parcelar compras pode parecer uma boa ideia, mas lembre-se de que há juros envolvidos, considere outras formas de pagamento antes de optar pelo parcelamento.
  • Utilize programas de pontos: Alguns cartões oferecem programas de pontos que podem ser trocados por descontos na fatura, ajudando a reduzir os custos.

A chave para manter as taxas de juros do cartão de crédito sob controle é a gestão responsável das suas finanças: planeje seus gastos, evite dívidas desnecessárias e sempre busque as melhores condições possíveis.

Leia também: Planejamento financeiro pessoal: faça o seu em 5 passos

Como tirar juros do cartão de crédito

Os juros do cartão de crédito podem ser um obstáculo às suas metas financeiras, mas há estratégias para contornar ou até eliminar essas taxas. Veja algumas ações que você pode tomar:

  • Negocie com o banco: Entre em contato com o seu banco e solicite uma revisão das taxas de juros. 
  • Busque alternativas: Se o seu banco não oferecer uma taxa de juros satisfatória, considere mudar para outra instituição financeira. Existem várias opções no mercado, algumas delas podem oferecer condições mais vantajosas.
  • Evite o rotativo: O crédito rotativo é acionado quando você paga menos que o valor total da fatura. 
  • Faça uma transferência de saldo: Algumas instituições oferecem a opção de transferir o saldo devedor de um cartão para outro, com taxas de juros menores, essa pode ser uma boa opção para reduzir os encargos.
  • Use os benefícios do seu cartão: Alguns cartões oferecem benefícios como cashback (dinheiro de volta) ou pontos que podem ser trocados por produtos e serviços, utilize esses benefícios para reduzir o valor da sua fatura.

Saiba mais sobre isso em 9 dicas de como usar o cartão de crédito de forma inteligente

Como resgatar juros do cartão de crédito

Embora os juros cobrados no cartão de crédito não possam ser resgatados, uma alternativa para recuperar parte dos gastos é utilizar programas de cashback, esses programas devolvem uma porcentagem do valor das compras feitas com o cartão. 

O valor devolvido pode ser usado para abater na fatura, ajudando a reduzir o montante a ser pago e, consequentemente, os juros cobrados. Lembre-se sempre de verificar as regras do programa de cashback do seu cartão.

PicPay: uma solução inteligente para gerenciar juros de cartão de crédito

Está cansado de pagar altas taxas de juros no seu cartão de crédito? O PicPay pode ser a solução que você precisa! Caso você não consiga pagar uma fatura ou precise parcelar um boleto, o PicPay se preocupa com uma política de transparência para taxas e juros para você não ter nenhuma surpresa.

E vale lembrar que todos os seus gastos nos cartões PicPay podem virar pontos do programa de fidelidade Mastercard Surpreenda que oferece benefícios exclusivos como descontos, ingressos, produtos e muitos mais.

Não perca mais tempo pagando juros abusivos no cartão de crédito, e peça o seu cartão de crédito e ganhe mais controle dos seus gastos no dia-a-dia.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados