Vantagens e desvantagens do empréstimo consignado: conheça

Confira as vantagens e desvantagens do empréstimo consignado, regras, requisitos, limites e o que considerar

10 de julho de 2023 Atualizado em 25 de janeiro de 2024

Conhecer as vantagens e desvantagens do empréstimo consignado é o primeiro passo para quem precisa de dinheiro extra, mas não quer ter surpresas no meio do caminho.

Afinal, o fato do consignado ter juros atrativos não significa que essa via de crédito pode ser usada de maneira irresponsável.

Para você entender tudo sobre o assunto e utilizar o crédito de forma consciente, preparamos este artigo completo sobre o consignado e como fazer melhor uso desta modalidade.

Empréstimo consignado 

Antes de pontuar as vantagens e desvantagens do crédito consignado, é preciso compreender o que é e como funciona essa modalidade. 

Resumidamente, o consignado é um tipo de empréstimo pessoal disponível para servidores públicos, beneficiários do INSS e trabalhadores CLT cujo empregadores possuam convênio com alguma instituição financeira que ofereça a modalidade. 

Esse empréstimo não é oferecido para todos os clientes, pois as parcelas são debitadas automaticamente da folha de pagamento ou de benefício do tomador. Logo, é necessário ter estabilidade de renda.

Na prática, a renda mensal serve como garantia de que as parcelas serão quitadas sem atraso, o que diminui os riscos da operação e a torna muito mais barata aos bancos, que repassam para o tomador esse “desconto” nas taxas de juros. 

Principais regras do empréstimo consignado

Uma das principais regras do consignado, responsável por garantir uma das menores taxas de juros do mercado, é a estabilidade da renda

Isto é, você precisa ocupar um cargo ou receber um benefício que seja vitalício ou que perdure para além do prazo do contrato.

É o caso do servidor público que, após a efetivação, só poderá ser desligado do cargo mediante situações como sentença judicial, processo administrativo ou por meio da avaliação disciplinar.

Outras categorias elegíveis para o empréstimo consignado são os aposentados, pensionistas e pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada do INSS

Leia mais: Quem pode fazer empréstimo consignado?

Vale citar que, além de pertencer a categorias conveniadas, você precisa ter margem consignável livre, que é um percentual da remuneração que pode ser comprometido com o pagamento do empréstimo.

Para evitar ou minimizar as chances de endividamento, a legislação do consignado determina que o tomador não ultrapasse a margem estabelecida. 

No caso dos servidores públicos, aposentados e pensionistas, a porcentagem atual é de 35% para empréstimo consignado, 5% para cartão de crédito consignado e 5% para cartão consignado de benefício.

Sendo assim, se um aposentado contratar um ou mais empréstimos consignados com uma renda mensal de R$ 3.500, poderá assumir até R$875 em parcelas.

Quem recebe o Benefício de Prestação Continuada, por sua vez, tem um limite de 30% para empréstimo e 5% para o cartão de crédito consignado ou cartão consignado de benefício.

Outras regras do empréstimo consignado

  • Teto de juros para cada categoria, que pode ser alterado seguindo a Selic, alterações de políticas públicas e outros fatores;
  • Política interna específica para cada instituição financeira em relação a alguns requisitos, como prazos, custos e benefícios, desde que respeitem as determinações legais do empréstimo consignado;
  • Prazo de 7 (sete) dias corridos para desistência do crédito consignado, contados a partir da data de assinatura do contrato ou do recebimento do valor do empréstimo, o que ocorrer por último;
  • Somente instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central do Brasil podem oferecer empréstimo consignado;
  • Todo tomador tem direito a fazer a portabilidade do crédito – quando preenchido os requisitos básicos – caso encontre ofertas mais atrativas dentro da mesma modalidade;
  • Existem leis e regulamentos diferentes para servidores públicos federais, estaduais e municipais;
  • Não existe cobrança antecipada sem que o contrato esteja assinado, tampouco a exigência de pagamentos para a liberação do crédito, consulta de oferta ou simulação.

Vantagens e desvantagens do empréstimo consignado

Assim como toda operação de concessão de crédito, existem diversas vantagens e desvantagens do empréstimo consignado. 

Quando utilizado sem planejamento, o valor contratado pode te colocar em uma situação mais delicada do que antes da contratação do crédito.

Para minimizar as chances de isso acontecer, listamos 12 benefícios do empréstimo consignado e como utilizá-los da maneira correta, além de seis desvantagens baseadas em erros comuns que podem ser evitados. 

12 vantagens do empréstimo consignado

Ao se enquadrar nos requisitos e regras citados anteriormente, você pode ter acesso a uma série de vantagens que não são comuns em outras modalidades de crédito. 

Com o risco menor de inadimplência, as instituições financeiras podem oferecer benefícios como prazos maiores, taxas reduzidas, facilidade e agilidade na contratação e liberação do valor. 

Entenda melhor nos tópicos a seguir quais são essas vantagens e como aproveitá-las.

1. Teto de juros

O primeiro benefício do empréstimo consignado é o estabelecimento legal do teto de juros da modalidade, conforme a categoria do tomador. 

Ainda que o consignado tenha custos menores para a instituição financeira, sem a fixação legal de um teto a determinação da taxa de juros estaria sujeita às políticas internas de cada banco.

A fim de impedir cobranças abusivas, os órgãos reguladores fixaram um limite máximo de juros que pode ser aplicado na modalidade de consignados. A porcentagem, no entanto, varia conforme a categoria do tomador.

O teto de juros do INSS é sugerido pelo Conselho Nacional de Previdência Social e acatado pelo Instituto Nacional de Seguro Social. Atualmente a taxa limite está fixada em 1,76% ao mês para esta modalidade.

Já o teto de juros do consignado para servidores depende do ente federativo do qual ele faz parte: municipal, estadual ou federal. No caso deste último, o limite é fixado pelo Ministério de Gestão e Inovação e pelo Ministério da Fazenda (atualmente em 1,80% ao mês).

2. Custo menor

O desconto automático das parcelas torna a concessão do empréstimo consignado mais segura, uma vez que os riscos de não pagamento ou atrasos são minimizados pela consignação.

De modo geral, o risco é um fator muito importante na precificação do empréstimo. Isso quer dizer que quanto menor o risco, menos impacto ele tem sobre a determinação dos juros. Resultado? Empréstimo mais barato.

3. Prazo maior de pagamento

Outra vantagem muito interessante do empréstimo consignado é o prazo para pagamento. 

Com o intuito de não comprometer demasiadamente a renda mensal do tomador, o valor contratado é diluído em um intervalo de tempo maior, de 84 até 96 meses para algumas categorias.

Consequentemente, o valor da parcela se torna muito mais leve, o que diminui as chances de efeitos negativos sobre a saúde financeira familiar.

Leia mais: Qual o prazo máximo do empréstimo consignado?

4. Parcelas fixas

As prestações com valor idêntico do início ao fim do contrato evitam surpresas e facilitam o planejamento financeiro.

Esta não é a realidade de todas as modalidades, que muitas vezes usam juros pós-fixados ou parcelas que se alteram durante o prazo do contrato. 

5. Disponível para pessoas negativadas

Um dos benefícios do empréstimo consignado que o diferencia da maioria das demais modalidades é a liberação de crédito para negativados

Como os riscos de inadimplência são baixos, as etapas de análise de crédito podem ser deixadas de fora; uma delas é a pesquisa em birôs de crédito como o Serasa e SPC. 

Leia mais: Aprenda a consultar CPF e como limpar o nome

Em outras palavras, o score baixo, histórico financeiro e nome negativado não são considerados impeditivos para a contratação de empréstimo consignado.

6. Amplo limite de crédito

O limite de crédito acompanha a sua renda, de modo que o beneficiário ou servidor pode contratar valores superiores, desde que as parcelas estejam dentro da margem consignável.

O limite principal de contratação, portanto, é um percentual aplicado sobre os ganhos mensais do tomador. 

7. Pagamento mensal automático

Tal como o nome sugere, o valor das parcelas fica consignado na fonte de renda do servidor, trabalhador ou beneficiário do INSS.

Desse modo, não é necessário incluir a parcela entre as despesas mensais e as chances de esquecimentos, atrasos e multas são nulas.

8. Contratação rápida

Muitas etapas burocráticas do empréstimo consignado são dispensadas devido ao baixo risco da operação. 

A consequência direta do encurtamento é a diminuição do tempo entre a escolha da melhor oferta, a comunicação com a instituição e a liberação do valor – o que leva de 3 a 5 dias úteis, em média.

9. Dispensa da ida presencial ao banco

Outra vantagem que é super bem-vinda no dia a dia é a contratação 100% online do empréstimo consignado. O interessado pode realizar a pesquisa e a simulação das melhores ofertas pelo computador ou celular.

Bastam a internet, o envio de alguns documentos e a assinatura online do contrato. É importante lembrar que a averbação também é realizada no meio digital e o valor creditado direto na sua conta.

10. Evita o superendividamento

Citamos a margem consignável e destacamos sua importância para que trabalhadores, servidores, aposentados e pensionistas não comprometam sua renda mais do que o recomendado.

Por se tratar de uma modalidade de empréstimo simples, barata e rápida, o excesso na contratação se tornaria um grande problema para a sua saúde financeira do e de sua família. 

Com a ideia de evitar o superendividamento, que compromete o pagamento de outras contas mensais, a margem é um requisito inflexível.

Sem margem consignável livre não é possível realizar novos contratos. Apenas refinanciar antigos ou fazer a portabilidade do crédito.

11. Não precisa ser correntista do banco escolhido

No empréstimo consignado, não é preciso ter uma conta ativa na instituição financeira para seguir com a contratação. 

Você pode fazer o pedido em um banco e solicitar o depósito do valor em uma conta de outra instituição.

12. Quitação antecipada com desconto proporcional

A quitação antecipada do empréstimo consignado é um direito garantido pelo Código de Defesa do Consumidor. Ao realizar o pagamento das parcelas a vencer, há o desconto proporcional dos juros que seriam cobrados.

Sendo assim, além de liberar margem, você consegue “diminuir” o custo do crédito contratado. 

Leia mais: Custo Efetivo Total no empréstimo consignado: guia atualizado [2023]

6 desvantagens do empréstimo consignado

Agora que você já conhece as principais vantagens, é preciso ficar atento às desvantagens do empréstimo consignado. 

A ideia de qualquer concessão de crédito é dar suporte em situações de vulnerabilidade, oferecer uma renda extra para tirar um projeto do papel ou até mesmo para quitar dívidas mais caras.

Contudo, o empréstimo pode virar um problema se você ignorar algumas questões importantes sobre a modalidade.

1. Dívida longa

A primeira desvantagem do empréstimo consignado é o seu prazo estendido. 

“Mas essa não era uma vantagem?”

Sim, quando utilizada da maneira correta, a possibilidade de parcelar o crédito em mais vezes reduz o impacto do empréstimo na renda mensal do tomador. O problema está na falta de planejamento financeiro.

É fundamental compreender que haverá uma responsabilidade financeira mensal, durante todo o prazo do contrato.

Leia mais: Organização financeira em 2023: 16 dicas para fazer a sua

Com isso em mente, as novas compras e contas devem considerar a renda já descontada até o final do contrato.

2. Pagamento com data fixa

Alguns tipos de compromissos podem ser negociados em relação à data de vencimento das parcelas, que não é o caso do consignado. 

É comum, por exemplo, que um devedor peça para um lojista segurar o cheque alguns dias ou negocie um novo dia para o pagamento da prestação.

No crédito consignado isso não é possível. A data de pagamento não pode ser alterada, independentemente do motivo alegado pelo tomador, porque a modalidade não possui flexibilidade de negociação.

3. Não está disponível a todos os consumidores

Devido à exigência de renda estável, muitos brasileiros não podem contratar empréstimo consignado.

Portanto, uma das modalidades mais seguras, fáceis e baratas de crédito, só está disponível para os servidores públicos, aposentados, pensionistas e pessoas que recebem o BPC do INSS, além dos trabalhadores celetistas.

Leia mais: Lista completa e atualizada dos benefícios consignáveis do INSS

4. Exige margem consignável livre

Falamos acima sobre a vantagem da margem para evitar o superendividamento, mas ela pode ser uma desvantagem caso você precise contratar um novo empréstimo com urgência e estiver com a margem toda comprometida.

Em situações como esta, uma saída é recorrer ao refinanciamento do empréstimo, à portabilidade para uma instituição com taxas menores ou, ainda, à quitação antecipada.

Leia mais: Como funciona o aumento de margem consignável?

5. Comprometimento da renda direto na fonte

Apesar da facilidade do débito automático das parcelas do empréstimo consignado, a rigidez da consignação do valor mensal pode se tornar um problema para algumas pessoas. 

Especialmente em meses atípicos, com dívidas extras, emergências ou queda na renda familiar. Por isso, pode ser interessante recorrer ao seguro prestamista.

Como o valor é retido na fonte, você não tem a possibilidade de escolher atrasar alguns dias ou não pagar a parcela naquele mês. O valor será descontado, independentemente da situação.

6. Depende de convênio da instituição financeira com a fonte pagadora

Por fim, a última desvantagem que vale a pena citar é a exigência do convênio entre a instituição financeira escolhida e a fonte pagadora. 

Por exemplo, caso um aposentado opte pelo Banco do Brasil, deve verificar se o banco possui convênio com o INSS.

Quando falamos sobre aposentados e pensionistas ou servidores públicos federais, esta não costuma ser uma questão relevante. Afinal, a maioria dos bancos possui convênio com as fontes. 

O problema maior ocorre nos casos de trabalhadores do regime CLT e servidores estaduais e municipais. Daí a importância de fazer a simulação para conferir quais as melhores opções para a categoria, ou verificar com o RH da empresa.

Por que escolher o empréstimo consignado?

Existem vantagens e desvantagens do empréstimo consignado que precisam ser consideradas antes de optar pela modalidade.

De todo modo, com planejamento financeiro, informação e conhecimento, muitos pontos negativos podem ser contornados sem grandes dificuldades.

E a principal dica para evitar que as desvantagens impactem a sua saúde financeira familiar é saber quando e o porquê tomar empréstimo consignado

É contraindicado, por exemplo, contratar crédito para pagar contas fixas mensais, como mercado ou energia. 

Ao fazê-lo, você estará contraindo uma dívida que, apesar de juros menores, possui uma taxa, para quitar uma conta que se repetirá no mês seguinte, com o ônus de ter acumulado o pagamento da parcela do consignado.

A grande questão é saber a razão de contratar crédito. Veja quais situações valem a pena tomar empréstimo consignado:

  • Para quitar dívidas mais caras, como cartão de crédito rotativo, cheque especial etc;
  • Investir em um novo negócio;
  • Dar entrada em um veículo ou imóvel próprio;
  • Dar suporte em situações de emergências, como questões de saúde, acidente e outros;
  • Realizar um sonho de viagem, estudos ou capacitação profissional.

Independentemente do caso, o ideal é sempre se manter informado, fazer a simulação antes de iniciar as negociações e contar com o suporte de instituições autorizadas e de confiança, como o PicPay – que recentemente adquiriu a BX Blue, um marketplace de empréstimo consignado online.

Leia mais: Empréstimo consignado no PicPay: entenda como funciona

Com o planejamento e o conhecimento adequados, as vantagens do empréstimo consignado superam – e muito – as desvantagens.

Se você chegou até aqui, não deixe de conferir outros conteúdos com dicas imperdíveis para você cuidar das suas finanças

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 6

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados