Quanto tempo demora a liberação de crédito consignado?

Entenda o prazo para liberação de crédito consignado, fatores que impactam o tempo limite para o empréstimo cair na conta e mais

17 de julho de 2023 Atualizado em 27 de novembro de 2023

A agilidade na liberação de crédito consignado é uma das razões da crescente busca pela modalidade de empréstimo em que as parcelas são debitadas automaticamente da fonte pagadora.

Apesar das regras que garantem os benefícios da modalidade, existem algumas variações que devem ser consideradas antes da contratação, como o prazo para o depósito do dinheiro.

Uma vez que as razões que levam à contratação de empréstimo estão, normalmente, ligadas à urgência, menos burocracia e mais agilidade são determinantes para o empréstimo cair na conta no menor prazo possível.

A questão é: quanto tempo demora até a liberação de crédito consignado?

É isso o que responderemos neste artigo, além de esclarecer os principais motivos pelos quais o empréstimo consignado pode ser barrado e como evitá-los.

Quais são as etapas da contratação do empréstimo consignado?

Antes de optar pela contratação do empréstimo consignado, há quem avalie e compare as vantagens desta modalidade com as demais oferecidas no mercado, bem como os juros, taxas e prazos.

Leia mais: Vantagens e desvantagens do empréstimo consignado: conheça

A boa notícia é que o consignado se destaca justamente por possuir um processo de contratação menos burocrático, já que se trata de operação com baixo risco de inadimplência.

A garantia de pagamento com a renda mensal faz com que as instituições financeiras dispensem algumas medidas tradicionais, como consulta aos órgãos de proteção ao crédito, por exemplo.

Mas quais etapas integram o processo de contratação do empréstimo consignado?

De modo geral, o processo é iniciado com a busca do consumidor pela instituição financeira que oferece a modalidade de crédito. 

Nessa etapa, é comum as instituições solicitarem documentação que comprove a elegibilidade do interessado para a modalidade. Assim, é possível verificar se há ofertas disponíveis.

Em caso positivo, o consumidor verifica as condições disponibilizadas pelas instituições financeiras consultadas, pessoalmente ou por meio de um simulador

Feito isso, os próximos passos são marcados pela confirmação da proposta e a entrega de toda a documentação necessária para a confecção do contrato.

Na sequência, a instituição financeira comunica a entidade pagadora para a reserva do empréstimo consignado na folha de pagamento. 

E, por fim, ocorre a liberação do crédito consignado na conta indicada por você.

Veja o resumo das principais etapas da contratação de consignado:

  • Busca pelo consignado;
  • Envio de informações e comprovante de pagamento para a instituição financeira escolhida;
  • Apresentação de oferta pelo banco;
  • Aceite da proposta;
  • Envio das documentações;
  • Aprovação do órgão pagador;
  • Liberação do dinheiro.

Quanto tempo demora a liberação de crédito consignado? E quanto tempo demora para o empréstimo cair na conta?

Saber quanto tempo demora a liberação de crédito consignado é relevante para realizar o planejamento financeiro que incluirá o crédito ou até para decidir pela sua contratação ou não.

A agilidade na contratação dessa modalidade encurta o tempo para o empréstimo cair na conta, mas é preciso estar atento às especificidades de cada um dos grupos de consumidores elegíveis para a consignação.

Além das condições específicas do tomador, ainda devem ser consideradas circunstâncias como erros no envio de documentos, falhas técnicas, entre outros aspectos.

No PicPay, por exemplo, a liberação é feita em poucas horas após a assinatura do contrato e liberação do órgão pagador. Se você desejar, pode simular gratuitamente aqui.

Leia mais: Empréstimo consignado no PicPay: entenda como funciona

Posto isso, vamos às variações de cada categoria elegível para contratar o crédito consignado?

Consignado INSS

Os beneficiários do INSS (aposentados, pensionistas e pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada) representam grande parte dos consumidores elegíveis para a contratação de empréstimo consignado

Leia mais: Quem pode fazer empréstimo consignado?

Até fevereiro de 2023, esse grupo correspondia a mais de 38% de todo o volume de consignados contratados no país, de acordo com dados do Banco Central.

No que diz respeito à liberação de crédito consignado, aposentados e pensionistas podem receber o dinheiro na conta entre 3 e 5 dias úteis, contados a partir da solicitação. 

No entanto, é preciso estar atento a alguns detalhes. Um deles é a maciça do INSS, que é o período no qual o instituto processa a folha de pagamento dos benefícios mensalmente. 

Durante os dias da maciça, nenhuma averbação é feita, o que pode postergar a liberação do crédito consignado.

Outra questão relevante que demanda atenção é o andamento da solicitação de crédito, que pode ser interrompido por documentação incorreta ou pela existência de margem consignável negativa, por exemplo. 

Nesses casos, pode ser necessário um prazo maior para regularização.

Apesar disso, é possível que a liberação ocorra em algumas horas após a assinatura do contrato, desde que todas as condições ideais estejam presentes.

Leia mais: 9 vantagens do empréstimo para aposentado

Consignado SIAPE

Servidores públicos, em geral, formam o grupo que mais contrata empréstimo consignado no país. Mais da metade (54%) de todo o montante desta modalidade é contratada pelo funcionalismo público.

No tocante ao consignado SIAPE, convênio dos servidores públicos federais, a liberação de crédito consignado varia no mesmo prazo dos beneficiários do INSS, ou seja, entre 3 e 5 dias.

Diferentemente dos aposentados, não há incidência do período da maciça. Por outro lado, é preciso se atentar a outras variáveis, tais como os prazos variáveis entre as instituições.

Como saber se o crédito consignado foi aprovado?

Após a seleção da proposta desejada e envio de documentos, é hora de aguardar a aprovação do empréstimo.

Essa é uma fase que pode ser acompanhada pelo consumidor por meio dos canais oficiais da instituição financeira.

No PicPay, você é comunicado por e-mail para informar sobre a aprovação do empréstimo consignado e disponibilizar uma cópia do contrato.

Os beneficiários do INSS ainda podem verificar se o crédito consignado foi aprovado por meio do aplicativo Meu INSS, na opção “Extrato de Empréstimo”.

Os servidores federais, por sua vez, podem fazer a consulta no portal do SouGov, em “Consignações”, para descobrir se a margem consignável foi reservada.

Leia mais: Veja o que é e como dar autorização de consignatário no SouGov

Quanto tempo demora para aprovar o empréstimo?

Quando se fala em prazo para liberação de crédito consignado é preciso considerar que pode haver oscilações entre os bancos, conforme a política interna de cada um.

No geral, a aprovação do empréstimo leva até 5 dias úteis, em média. No PicPay, o dinheiro é liberado em poucas horas após a assinatura do contrato – em condições normais, fora do período de maciça.

Por quais motivos o empréstimo consignado não é aprovado?

Por mais que a concessão do crédito consignado seja realizada sem consulta aos órgãos de proteção ao crédito, há hipóteses em que a liberação pode não ocorrer.

Há diversos fatores que levam a instituição financeira a negar a liberação de crédito consignado. E, de acordo com as regras do empréstimo, ela deve informar qual o motivo que a levou a negar a solicitação. 

Selecionamos as principais hipóteses que impedem a contratação, veja:

1. Benefício não consignável

É preciso sempre estar atento aos requisitos para a contratação de empréstimo consignado. Fazer parte, por exemplo, de um grupo elegível para a modalidade é indispensável para o empréstimo ser liberado.

Uma das principais razões pelas quais as instituições financeiras negam a liberação de crédito consignado é a impossibilidade de consignação do benefício. 

Via de regra, aqueles que não são consignáveis dispensam a estabilidade de renda, requisito para esta modalidade de crédito. Na prática, o benefício deve ser vitalício ou perdurar por prazo superior ao do contrato.

Logo, não é todo benefício que pode ser consignado. Confira a lista completa dos benefícios consignáveis do INSS.

Embora em uma escala menor, determinados grupos de servidores federais também não estão autorizados a contratar. Dentre eles estão os celetistas (que devem recorrer ao consignado privado) e os estatutários.

Leia mais: Empréstimo para servidor público: descubra 10 vantagens e onde fazer

2. Ausência de margem

Outro ponto que pode impactar na liberação de crédito consignado é a margem consignável livre. Desta forma, a contratação só será efetivada se houver espaço para a consignação das parcelas mensais.

Na ausência de margem consignável, a instituição financeira pode recusar o empréstimo consignado, sob pena de violar dispositivo legal.

Vale citar que é comum que a margem consignável seja comprometida com simulações de empréstimo, que nem sempre se concretizam. 

Em alguns casos, para garantir as condições sob negociação, as instituições reservam parte da margem, e isso pode inviabilizar futuras tentativas de contratação.

A dica é sempre finalizar uma simulação antes de dar início a outra, para evitar que a margem consignável seja restringida indevidamente de modo a  atrapalhar novas negociações.

Para verificar se há margem consignável livre para a contratação do empréstimo, os beneficiários do INSS podem acessar o extrato de empréstimo no aplicativo Meu INSS. 

E os servidores públicos federais devem consultar a página de “Consignações” do SouGov para conferir as informações. 

Veja também o nosso conteúdo completo sobre como funciona o aumento da margem consignável.

3. Faixa etária não aceita

A legislação brasileira impõe idade mínima de 18 anos para a contratação de empréstimos. 

Parte das instituições também estabelece idade máxima para a liberação de crédito consignado a 80 anos, nos de beneficiários do INSS. 

Porém, há empresas que autorizam a concessão para consumidores com idade superior à média do mercado, motivo pelo qual vale a pena conferir essa informação diretamente na instituição financeira de seu interesse.

Leia mais: Existe limite de idade para empréstimo consignado?

4. Documentações desatualizadas

Como qualquer operação financeira, o empréstimo consignado demanda alguns documentos, sobretudo para a comprovação de elegibilidade para a consignação.

Portanto, é possível que a negativa da instituição financeira para a liberação de crédito consignado esteja vinculada à documentação, por vezes desatualizada ou até ilegível.

Ao enviar a documentação para a instituição financeira, esteja certo de que se trata da versão mais recente (endereço, número de telefone, dados pessoais) para evitar atrasos no processo.

5. Autorização para consignado pendente

A liberação de crédito consignado também pode ser negada pela pendência de autorização para consignado.  

Em geral, isso ocorre na fase de averbação (quando o contrato é registrado pela fonte pagadora) e pode decorrer de alguns fatores, como:

  • Divergência de dados;
  • Solicitação de empréstimo em estado diverso do qual o beneficiário recebe;
  • Período da maciça.

Em situações desse tipo, é preciso entrar em contato com a instituição financeira para obter informações sobre as pendências e resolvê-las.

6. Restrição interna do banco

As instituições financeiras não são obrigadas a fornecer crédito a qualquer pessoa que o solicite. 

É por isso, aliás, que existem as políticas internas de crédito, para cada empresa estabelecer seus parâmetros de atuação no mercado.

Nesse cenário, pode ocorrer a negativa na liberação de crédito consignado diante de alguma restrição interna com relação ao consumidor, que pode envolver valor mínimo de margem, por exemplo.

Contudo, nem sempre a restrição tem relação com assuntos financeiros, especialmente dívidas. Por vezes, as restrições são de ordem burocrática, como divergência em documentação.

Ao ser informado da negativa, o consumidor pode solicitar junto à instituição financeira as informações referentes à restrição e solucioná-la, se for de seu interesse.

Onde cai o dinheiro do empréstimo consignado?

A liberação de crédito consignado será feita diretamente na conta indicada no momento da contratação do empréstimo.

É indispensável que a conta seja no nome do titular do contrato, pois não é permitida a transferência para terceiros. 

Assim, no momento da contratação, você pode indicar uma conta de sua titularidade para que o valor do empréstimo seja creditado.

No caso dos beneficiários do INSS, a Instrução Normativa nº 138/2022 determina que o valor seja:

  • Depositado na conta bancária na qual o benefício é pago; ou
  • Depositado em conta-corrente ou poupança de titularidade do beneficiário; 
  • Disponibilizado por meio de ordem de pagamento preferencialmente na agência onde o benefício é pago mensalmente, para os beneficiários que recebem por meio de cartão magnético.

Fiz empréstimo consignado e não caiu na conta, e agora?

Caso você tenha contratado empréstimo consignado, portabilidade ou refinanciamento e não veja o depósito do valor na sua conta é preciso procurar diretamente a instituição financeira.

Isso porque somente o banco onde realizado o contrato poderá informar com precisão o motivo do não pagamento – caso de fato não tenha ocorrido.

Por ser que tenha sido, por exemplo, em razão da devolução da transferência (TED) de depósito por algum dado incorreto. Por isso, é preciso procurar os canais de atendimento oficiais.

No PicPay os clientes dos produtos consignados podem acessar os canais de atendimento aqui.

Busca por independência na hora de encontrar as ofertas mais indicadas para a sua categoria? Conte com o PicPay para contratar o seu empréstimo consignado 100% online, direto no app. 

Baixe o aplicativo e conheça as melhores opções de crédito em poucos cliques.

Aproveite e confira mais conteúdos que podem te ajudar a gerenciar o seu dinheiro.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 2.7 / 5. Número de votos: 7

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados