Carnaval seguro: dicas para proteger você e seu dinheiro

Conheça os principais golpes e as fraudes financeiras mais comuns nessa época, com dicas para proteger seu dinheiro e ter um Carnaval seguro em 2024

1 de fevereiro de 2024

O Carnaval 2024 vem aí e essa é uma das comemorações mais esperadas por muitos brasileiros, né? Para que você possa curtir a folia com mais tranquilidade, selecionamos as melhores dicas para aproveitar um Carnaval seguro.

Entre os principais cuidados no Carnaval, estão conhecer os principais golpes financeiros aplicados nessa época do ano e entender as estratégias para se proteger. Se quiser saber mais, é só continuar a leitura.

Quando é o Carnaval 2024?

Em 2024, o Carnaval será comemorado no dia 13 de fevereiro, terça-feira, que é a data oficial de celebração da data.

Mas a verdade é que as comemorações começam já no sábado anterior, dia 10 de fevereiro, e se estendem até a Quarta-feira de Cinzas, no dia 14.

Além disso, os desfiles das escolas de samba começam na sexta-feira anterior, dia 9 de fevereiro, tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro.

Mas, afinal, por que o feriado de Carnaval muda todo ano? A resposta é simples: porque o Carnaval depende da data da Páscoa. 

O Carnaval deve acontecer 47 dias antes do domingo de Páscoa, que, em 2024, será celebrada no dia 31 de março e marca a ressurreição de Jesus Cristo, segundo a tradição católica.

A Páscoa, por sua vez, acontece no primeiro domingo depois da primeira lua cheia do equinócio de primavera, no hemisfério sul, e de outono, no hemisfério norte.

Equinócio é o momento em que o sol passa a incidir diretamente sobre a linha do Equador. Com isso, o dia e a noite têm a mesma duração. 

Além disso, a Quarta-feira de Cinzas, que encerra as festividades do Carnaval, marca o início da Quaresma.

Como ter um Carnaval seguro?

Carnaval é, provavelmente, uma das épocas do ano mais esperadas pelos brasileiros! 

Além de ser marcado por fantasias, grandes desfiles de escolas de samba e bloquinhos de rua, também é um feriado muito aproveitado para quem quer viajar.

No entanto, existe um outro lado do feriado de Carnaval que exige atenção: ele é muito visado para golpes e crimes, como furto de carteira e de celular.

Um exemplo: na véspera do Carnaval de 2022, as tentativas de fraudes virtuais cresceram mais de 90% segundo dados da empresa de segurança digital PSafe. 

Foram mais de 790 mil tentativas de golpes virtuais em uma semana, especialmente ligadas a ofertas falsas relacionadas ao Carnaval, como anúncios de hotéis, por exemplo.

Leia mais: Como não cair em golpes na internet? 13 dicas de segurança

Então, como se proteger no Carnaval? O primeiro passo é conhecer os principais golpes comuns nessa época do ano.

Principais golpes: como se proteger no Carnaval?

A informação é a sua melhor amiga na hora de se proteger! Por isso, vamos apresentar os golpes mais comuns no Carnaval, como eles funcionam e como evitá-los.

Valor errado na maquininha

Funciona assim: você compra uma cerveja que custa R$ 8. Para se aproveitar da falta de atenção dos foliões, o golpista insere um valor maior na maquininha e você não confere antes de inserir ou aproximar o cartão. 

Para evitar o golpe do valor na maquininha, sempre confira o preço que foi digitado antes de concluir o pagamento. Isso é importante sempre, não só no Carnaval! Até porque o vendedor pode inclusive se enganar na cobrança.

Leia mais: Golpe da maquininha: saiba os tipos e como se proteger

Troca de cartão de crédito

O golpe da troca do cartão acontece quando você compra algo e entrega seu cartão ao vendedor, para que ele passe ou aproxime na maquininha. Sem que você perceba, na hora de te devolver ele troca seu cartão por outro.

O grande perigo é que, em meio à multidão, você só vai perceber muito tempo depois que teve o cartão trocado. Com ele em mãos, o golpista pode fazer compras online, porque tem acesso às suas informações que constam no plástico.

Como evitar o golpe da troca de cartões? Ao fazer um pagamento, evite dar seu cartão à pessoa que vai cobrar. Outra dica é colar um adesivo no seu cartão para identificá-lo mais facilmente.

Além disso, você pode cadastrar seu cartão em um aplicativo de pagamentos e usar o celular na hora de pagar. O PicPay é um deles, que permite não só o pagamento de contas, mas também Pix.

Leia mais: O que é Pix e como esse meio de pagamento funciona?

Exposição da senha

Outro golpe comum é o suposto vendedor dar a maquininha ao cliente para que ele digite a senha no momento em que deveria inserir o valor. Assim, os números apertados aparecem no visor e ele vê qual é a senha.

A melhor forma de evitar esse problema é ter muita atenção para fazer pagamentos seguros. Para curtir a folia com tranquilidade, alguns segundos de alerta podem fazer toda a diferença.

Golpe do Pix de Carnaval

O cliente recebe uma mensagem se passando pelo seu banco dizendo que pode ganhar um Pix de até R$ 150 se responder a um questionário. Para isso, basta clicar no link enviado. Cuidado: é o golpe do Pix de Carnaval.

Golpes que levam as vítimas a clicarem em links desconhecidos são chamadas de phishing. Normalmente, esses links são usados para roubar dados pessoais de quem cai.

Na dúvida, uma dica: sempre procure a instituição por meio dos seus canais oficiais. Denuncie aqui se encontrar uma página ou um perfil falso se passando pelo PicPay. Você nos ajuda a deixar todo mundo mais seguro!

Dicas de Carnaval com segurança

Além de conhecer os principais golpes no Carnaval, existem algumas dicas de prevenção no Carnaval. Conheça as principais!

Pesquise antes

Vale a pena pesquisar antes sobre a festa ou o bloquinho de Carnaval escolhido para curtir a folia. Você pode encontrar dicas preciosas sobre a localização, como chegar, o nível de lotação etc.

Leia mais: Como planejar uma viagem com pouco dinheiro

Também é muito útil conversar com pessoas que já foram ao mesmo local e entender se o ambiente é tranquilo ou se tem algum ponto de atenção.

Isso é importante para um Carnaval seguro porque pode fazer você se livrar de várias ciladas e escolher lugares mais tranquilos para curtir muito a sua festa.

Planeje-se

Planejamento é essencial! Vale a pena prestar atenção em alguns aspectos: meu celular está com bateria? Vou ter internet no local? Preciso avisar alguém antes sobre o ponto de encontro?

Além disso, vou ter como voltar de lá com tranquilidade? Vale a pena levar dinheiro em espécie caso aconteça algum imprevisto? Enfim, são várias as perguntas que você pode se fazer antes de partir para o bloquinho.

Leia mais: Planejamento financeiro pessoal: faça o seu em 5 passos

Pode ter certeza de que se planejar com antecedência vai fazer a diferença não só na sua segurança no Carnaval, mas também na paz de espírito na hora de aproveitar o agito.

Leve só o essencial 

Infelizmente, a gente sabe que lugares com muita gente são alvo de assaltantes e nunca espera ter que passar por algo assim. Mas esse é um ponto de atenção que precisa ser levado em conta.

Por isso, será que você precisa levar a carteira para a folia? Uma boa dica é levar apenas o extremamente necessário, como documento de identidade, bilhete de transporte e dinheiro, ou um cartão só.

Se for levar o celular, você pode inclusive usar o Pix na hora de pagar, e simplificar ainda mais a sua festa.

Guarde bem seus itens de valor

Não dê chance para o azar! Guarde muito bem os seus pertences, como celular, cartão e documento. E o ideal é escolher locais discretos para deixar seus itens, para não chamar a atenção.

Você pode usar pochetes por baixo da camiseta ou fantasia, ou ainda doleiras antifurto, por exemplo. O mais importante é evitar dar muita bandeira, como deixar o celular no bolso de trás da calça.

Isso facilita a vida de pessoas mal-intencionadas, além de te tornar mais suscetível a deixar o aparelho cair e perdê-lo por aí.

Cuide de você

O Carnaval costuma ser uma época muito quente e com festas longas, muitas vezes na rua embaixo de sol. E, para ter um Carnaval mais seguro, é importante tomar alguns cuidados.

Em primeiro lugar, hidrate-se! Beba bastante água. Não abuse do álcool e evite ficar longas horas sem comer nada, porque você pode sentir alguma fraqueza. 

Além disso, pode ser uma boa ideia avaliar algumas pausas durante a folia para descansar, se alimentar e tomar água. Cuidando de si mesmo, você evita passar mal!

Evite andar sem ninguém

O bloquinho terminou e chegou a hora de ir para casa? Se possível, evite andar só! Ter pessoas próximas com você, especialmente se for em um local com pouco movimento, é sempre mais seguro.

Andar com amigos também é de grande ajuda caso você passe mal por algum motivo ou precise de ajuda. A dica do planejamento também auxilia aqui, porque ter bateria no celular e saber onde as outras pessoas estão é muito útil.

Atenção aos golpes

É preciso muita atenção com golpes financeiros na época do Carnaval, como falamos antes. Como os lugares ficam cheios de gente, normalmente foliões muito animados e com consumo de bebida alcoólica, existem muitas vítimas em potencial.

Redobre a atenção na hora de fazer pagamentos e não dê seu cartão para ninguém! Para conferir mais dicas de como se proteger no Carnaval, acesse a nossa Central de Segurança.

Considere desinstalar alguns apps

Se você vai levar o seu celular para o bloquinho, considere excluir os aplicativos de instituições financeiras ou com informações pessoais durante esse período.

Apesar da segurança dos apps, você corre o risco de pegarem seu smartphone desbloqueado e ter uma dor de cabeça.

Depois de terminada a festa, é só reinstalar os apps de novo e continuar usando normalmente.

Use senhas fortes

A verdade é que sair sem celular não é muito prático e nem possível em todos os casos, por vários motivos. Então, como se proteger no Carnaval? Use senhas fortes.

Especialmente nos seus aplicativos com informações privadas, use combinações com números, letras e caracteres especiais, como * ou #. Nunca use combinações muito simples, como sequências numéricas de 12345.

Vale lembrar que você deve evitar usar informações fáceis de descobrir como sua senha, a exemplo da data de aniversário.

E o mais importante: não armazene essas senhas por escrito! Isso pode permitir que alguém, que pegue seu celular, consiga descobri-las e desbloqueie seus apps.

Leia mais: Como evitar e denunciar golpes virtuais pelo celular

Tenha um seguro celular

Agora, pode ser que você prefira levar o celular, seja para poder se comunicar com seus amigos, para pedir carro de aplicativo ou até para fazer pagamentos sem levar a carteira.

Nesse caso, a melhor alternativa para se proteger é investir em um seguro de celular. O Seguro Celular do PicPay tem planos a partir de R$ 9,90 e tem garantia contra roubo e furto qualificado.

Além do valor acessível, o seguro do PicPay é personalizável para as suas necessidades, fácil de contratar e você ainda concorre a sorteios mensais de um iPhone. 

Além do Seguro Celular, o PicPay tem o Seguro Carteira Digital, indicado para proteger a sua conta, cartões de crédito, Pix, pagamentos, saques, dados etc.

Esse seguro tem planos a partir de R$ 4,90 ao mês, e você pode personalizá-lo com coberturas extras se quiser.

Para contratar um seguro pelo PicPay, basta acessar o app. Não se esqueça de conferir o período de carência, beleza?

Curta o Carnaval com segurança

Cuidado com o cartão de crédito

Muitos dos golpes financeiros no Carnaval utilizam o cartão de crédito. Entre os principais, estão o roubo do cartão, a clonagem e golpes envolvendo maquininhas.

Por isso, o ideal é deixar o cartão em casa. Se precisar mesmo levar, escolha apenas um e, se possível, desative a função por aproximação

Ainda que o cartão por aproximação seja seguro, em épocas como o Carnaval pode ser uma boa estratégia desativar essa função momentaneamente.

Uma boa alternativa é cadastrar seu cartão no app que você usa para pagar contas, como o PicPay. Assim, você pode usá-lo para fazer compras sem precisar levar o plástico com você.

Esse é um caminho legal para quem precisa levar o celular, mas vale o lembrete: nessa situação, o ideal é contar com um seguro de celular para se proteger e proteger seu aparelho.

Importante: para deixar seu app PicPay ainda mais seguro, ative a função ‘Proteção de conta’. Isso vai fazer com que seja preciso digitar a senha para abrir o aplicativo e fazer transações.

É só seguir os passos para proteger o acesso ao PicPay:

  • Acesse a tela inicial do app;
  • Toque na sua foto de perfil;
  • Na seção Segurança, toque em Proteção de conta;
  • Ative a opção disponível.

Cuidado ao usar o celular no meio da rua

Para curtir um Carnaval seguro, atenção é muito importante! E isso vale também para a hora de usar o celular.

Evite pegar seu celular no meio de muita gente. Tente ir um pouco para o lado na hora de usá-lo, peça para algum amigo te acompanhar e ficar de olho e, se possível, seja rápido!

Leia mais: Passo a passo: como rastrear um celular roubado

Atenção com a internet pública

Usar redes públicas de Wi-Fi pode facilitar a vida de criminosos que tentam roubar seus dados, como a senha do banco, por exemplo.

Isso é possível porque redes públicas podem transferir dados sem criptografia, que é uma espécie de código que garante a privacidade das informações de quem a utiliza.

Se precisar mesmo usar o Wi-Fi público, evite acessar aplicativos financeiros ou outros apps que tenham dados sensíveis, beleza?

Gostou das dicas? Então confira outros conteúdos sobre segurança digital para saber tudo sobre o assunto!

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 2.9 / 5. Número de votos: 15

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados