Como fazer pagamentos seguros e evitar golpes financeiros

Vem conhecer nossas dicas para tornar seus pagamentos seguros e se proteger de golpes de transferência de dinheiro

15 de dezembro de 2021 Atualizado em 19 de setembro de 2022

Fazer pagamentos seguros pode parecer um desafio, ainda mais com a velocidade com que surgem novos golpes de transferência de dinheiro por aí, né? 

Muitas vezes, atitudes simples no dia a dia podem ajudar a proteger suas informações e garantir sua privacidade na internet. 

No PicPay, segurança é prioridade. Por isso, preparamos algumas dicas para você ficar por dentro das melhores formas de pagar de forma segura, se proteger de phishing e de outros golpes e situações que ofereçam riscos.

Quais são os golpes mais comuns?

Antes de passar para as dicas de como se proteger, vale a pena entender quais são os principais golpes e fraudes do momento e, claro, redobrar a atenção em situações assim.

Phishing

O phishing é um dos principais métodos utilizados para cometer crimes contra a segurança digital

Nesse tipo de situação, o fraudador usa e-mail, mensagens diretas (como, por exemplo, o WhatsApp) ou sites para roubar dados pessoais, como senhas, número de cartões ou dados financeiros.

Golpe do Pix

O Pix é alvo de muitos criminosos, justamente por ser uma forma tão simples e rápida de pagar.

Já falamos por aqui que Pix é seguro e, no mesmo conteúdo, demos dicas para reconhecer situações suspeitas, como se proteger e o que fazer caso caia numa fraude.

Golpes do WhatsApp

Assim como no caso do Pix, esses golpes são muito variados, e têm algo em comum: o uso desse app de mensagens. 

Conheça os principais tipos de golpes do WhatsApp para aprender os cuidados necessários!

Golpe do FGTS

Os casos mais comuns do golpe do FGTS usam a oferta do saque-extraordinário como isca para as vítimas. Entenda como é a arquitetura do golpe do FGTS para se proteger.

Aniversário PicPay

Preencher um cadastro para ganhar dinheiro pelo aniversário do PicPay? É golpe! O PicPay não tem nenhuma promoção oferecendo dinheiro para usuários que participarem de um suposto quiz de aniversário da empresa. 

O mesmo vale para jogos de celular oferecendo recompensas supostamente em nome do PicPay. É fraude.

Um lembrete super importante: todas as promoções oficiais do PicPay são divulgadas apenas na aba de notificação do app ou pelos canais oficiais.

Pagamentos seguros: como proteger meu dinheiro?

Você já passou ou conhece alguém que presenciou uma situação suspeita? Golpes de transferência de dinheiro são reinventados o tempo todo. Quem nunca recebeu um alerta sobre um novo tipo de fraude popular por aí? 

Mesmo com essas novas modalidades, algumas dicas para manter pagamentos seguros sempre ajudam a evitar um possível perigo. Confira como se proteger!

Sua senha deve ser secreta (e difícil)

O primeiro passo para fazer pagamentos com segurança e evitar golpes financeiros é guardar suas senhas a sete chaves. Nunca compartilhe com amigos ou familiares por mensagens e evite deixar anotado em blocos de nota. 

Dessa forma, você reduz e muito as chances de que alguém consiga acessar o seu app PicPay ou outro aplicativo financeiro, caso tenha acesso ao seu celular.

Leia mais: O aplicativo PicPay é seguro e confiável?

Vale o mesmo para o Código de Verificação do Cartão (CVV), que fica na parte de trás do seu cartão de crédito

Ele normalmente é pedido na hora de pagar uma compra online e ajuda a garantir sua segurança digital, funcionando como uma proteção contra fraudes em transações feitas pela internet.

Outra forma de ficar mais seguro e evitar golpes é escolher uma senha difícil de adivinhar. Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas usam o seu aniversário, ou de pessoas próximas, como código secreto.

O ideal na hora de escolher uma senha é buscar uma combinação aleatória. Sempre que possível, vale também usar combinações entre números e letras, além de caracteres especiais, como um * ou #. 

Desconfie de “conhecidos” pedindo dinheiro por mensagem

Entre os grandes desafios na hora de garantir um pagamento seguro estão os golpes de transferência de dinheiro.

Muitos deles consistem em convencer a vítima a fazer uma transação ao se passar por outra pessoa, como um amigo ou familiar pedindo dinheiro.

Nesse caso, o fraudador pode entrar em contato afirmando ser outra pessoa, que você conhece, e dizendo que trocou de número.

Mas o segredo para evitar cair em um golpe de transferência de dinheiro é confirmar se aquela pessoa é mesmo quem você imagina.

Tente ligar para ela, para ouvir a sua voz. Se a pessoa não atender ou der muitas desculpas para justificar que não pode falar naquele momento, suspeite e evite fazer transações.

Outra alternativa é falar com esse conhecido pelo suposto número antigo.

Essas ações simples são fundamentais para manter os pagamentos mais seguros, porque evitam que você seja vítima de um golpe e acabe perdendo dinheiro.

Ah, e se confirmar que foi uma tentativa de um golpe, não deixe de alertar outras pessoas! Assim como falou com você se passando por alguém, o golpista pode buscar outros contatos para pedir empréstimos.

Nunca forneça seus dados por ligação

Outra forma de situação suspeita é que, para que você faça uma transferência, o golpista pode oferecer empréstimos, financiamentos ou produtos com vantagens excessivas. Ele também pode fazer ameaças por motivos falsos. 

Além disso, é comum receber uma ligação falsa, de alguém que se diz representante do seu banco, pedindo para confirmar suas informações e dados pessoais. 

Nesses casos, a dica para fazer pagamentos com segurança é sempre buscar os canais oficiais de atendimento de cada instituição.

Uma alternativa é também procurar orientações em sites e órgãos públicos, como na Federação Brasileira de Bancos, que oferece indicações para garantir sua segurança digital.

Como fazer pagamentos online seguros?

Comprar pela internet tem, sim, alguns riscos. Mas com alguns cuidados você pode reduzir e muito a sua chance de passar por algum problema.

O primeiro passo para fazer pagamentos online seguros é optar por sites conhecidos, de confiança ou recomendados por pessoas que você conheça. 

Se quiser comprar em um site que você desconhece e não tem quem possa consultar, você pode dar uma busca no Google para conferir o que outras pessoas têm falado sobre ele.

A segunda dica é usar o cartão virtual ou cartão digital na hora de pagar. Isso reduz as chances de que seus dados sejam utilizados por criminosos, caso o site escolhido não seja seguro.

Além disso, existem alguns outros cuidados que podem ser úteis:

  • Evite comprar quando estiver usando um WiFi público;

  • Confira se o site tem o ícone de cadeado ao lado do link, que significa que é um domínio seguro;

  • Pesquise sobre a loja antes de comprar;

  • Nunca compartilhe a sua senha do cartão de crédito;

  • Nunca clique em links desconhecidos ou suspeitos, seja em sites ou por e-mail ou apps de mensagem.

Como fazer pagamentos seguros via Pix?

Você já sabe que as tentativas de golpes e fraudes financeiras mudam e se renovam o tempo todo, mesmo com ferramentas que facilitam nosso dia a dia, né?

Já falamos por aqui que o Pix é seguro. Mesmo assim, o surgimento dessa forma simples e instantânea de pagamentos foi usado para inovar em fraudes e golpes, e por isso os mecanismos de segurança foram ampliados.

De acordo com uma resolução do Banco Central, algumas regras foram criadas para evitar golpes de transferência de dinheiro via Pix. Conheça os principais:

  • Limite máximo de valor por transferência, de acordo com o horário da transação e perfil do cliente, de acordo com a instituição financeira;

  • Limite máximo para as transferências entre pessoas físicas no turno da noite, de R$ 1 mil;

  • Possibilidade de cadastrar contas que estão autorizadas a receber um valor maior, como algum amigo ou familiar;

  • Possibilidade de solicitar o ajuste do limite. Os pedidos para diminuir o valor autorizado serão aceitos imediatamente;

  • Prazo mínimo de 24 horas para análise de um pedido de aumento de limite.

As medidas para reforçar a segurança contra golpes financeiros via Pix, anunciadas pelo Banco Central, valem desde 16 de novembro de 2021.

A única exceção é o limite das transações, que vale desde 4 de outubro do mesmo ano.

E se minha segurança digital for violada? 

E se você foi vítima de um furto ou roubo? Suspeita que sua conta pode ter sido invadida?

Seguir as dicas para fazer pagamentos mais seguros é fundamental, e pode ajudar inclusive a evitar golpes de transferência de dinheiro. 

No PicPay, temos várias camadas de segurança que vão te proteger. A gente sempre espera que nada de ruim aconteça, mas é bom saber o que fazer nessas  situações.

Uma ação rápida pode colaborar para a sua segurança (no nosso aplicativo ou em qualquer outro!). Então, aqui vão cinco dicas importantes para diversas situações:

  • Entre em contato com a gente o mais rápido possível, sempre através dos nossos canais oficiais. Conte o que aconteceu e nós vamos te ajudar! Estamos online no chat do app 24 horas por dia, todos os dias. Para abrir um chamado é só tocar no símbolo de interrogação (?) que aparece no canto da tela inicial do app.

  • Troque a senha do seu e-mail. A privacidade do seu e-mail é umas das coisas mais importantes para a sua segurança na rede. É através do e-mail que muitas empresas enviam confirmações para alteração de senha, por exemplo.

  • Se não conseguir mudar a sua senha, volte ao primeiro passo: fale com a gente o mais rápido possível. Mesmo sem acesso à sua conta, você consegue mandar uma mensagem pra gente no chat do app, disponível na tela inicial de login.

  • Considere fazer um Boletim de Ocorrência. Dá pra fazer o BO online, inclusive. O Boletim de Ocorrência é importante porque deixa registrado tudo o que aconteceu. Se você tiver um seguro do celular vai poder dar entrada depois que fizer o BO.

  • Bloqueie seu celular remotamente. Não importa qual é o modelo do seu aparelho, dá pra fazer isso online usando um outro celular ou acessando um computador de confiança.

  • Entre em contato com a sua operadora. Depois que protegeu suas informações, ligue para a sua operadora do celular e peça o bloqueio ou desativação do seu chip. Isso evita que outras pessoas passem golpes nos seus amigos e familiares.

Além disso, para se proteger e fazer pagar de forma segura, utilize todas as ferramentas de segurança da sua conta, como reconhecimento facial, senha de segurança, autenticação por SMS, dispositivos autorizados, entre outros.

Se ficar com dúvidas sobre o assunto, acesse nossa página especial sobre segurança digital e confira mais dicas para garantir pagamentos seguros.

Dicas para evitar golpes de transferência de dinheiro

Já está craque em todas as nossas dicas para fazer pagamentos seguros? Se você seguir nossas recomendações, com certeza vai aumentar sua proteção.

Como sabemos que o ambiente online às vezes pode pregar algumas peças, fizemos uma lista com mais atitudes que podem te ajudar a manter sua segurança digital em dia e a não cair em situações suspeitas.

  • Nunca clique em links que você não conhece.

  • Evite aceitar desconhecidos em suas redes sociais.

  • Tenha mais de uma senha, pelo menos uma pras suas redes sociais e outra pro seu e-mail.

  • Não baixe arquivos desconhecidos.

  • Desconfie se alguém te mandar uma mensagem pedindo dinheiro. Principalmente se vocês não combinaram nada antes.

  • Redobre a atenção com mensagens que solicitam código de confirmação ou de segurança.

  • Sempre que possível ative a autenticação de dois fatores em seu e-mail e suas redes sociais.

  • Suspeite de grandes ofertas ou promoções que não foram divulgadas pelos canais oficiais das empresas.

  • Quando receber um e-mail, confira sempre o endereço de quem enviou. Se for do PicPay, veja se foi enviado pelo domínio: @picpay.com e, se não for este remetente, nunca abra anexos, nunca clique em links e apague o e-mail na sequência.

  • Utiliza cartão de outra pessoa no app? Fique atento pois essa prática pode ser considerada fraude e pode bloquear sua conta, caso ocorra sem a autorização do titular.

PicPay é seguro para pagamento?

Sim, pagar com PicPay é seguro. Além disso, o PicPay é seguro para deixar dinheiro.

No app, você está protegido: senha para pagamento, autenticação por SMS, reconhecimento facial e digital. Além de contar com a função Proteger Acesso localizado nas configurações do app.

O aplicativo do PicPay tem várias camadas de segurança digital para aumentar a sua proteção. Nosso objetivo é garantir que seus pagamentos sejam seguros, e a função ‘Proteger acesso’ ajuda nisso.

Funciona assim: toda vez que você abrir o aplicativo, vamos pedir sua senha de segurança para liberar o acesso ao seu PicPay. 

Essa senha pode ser um desenho, senha numérica, a sua digital ou até uma selfie (leitura do seu rosto). Isso depende do modelo do seu celular.

Quer saber como proteger o acesso? Abra o app e toque na sua foto de Perfil. Encontre a opção Proteger acesso na seção Segurança. Ative e pronto! 

Você sabia que o PicPay conta com uma Política de Segurança? Confira todas as informações sobre como se proteger com a gente.

Como tornar o PicPay mais seguro?

Você pode configurar a camada extra de proteção. Essa é uma função disponível no app PicPay para garantir pagamentos seguros.

A senha da proteção é a senha padrão de desbloqueio do seu celular. Por exemplo: normalmente celulares que têm o sensor digital usam a própria digital como padrão.

Mas rola alterar isso e usar outra opção como senha, sabia? Confira as configurações de segurança do seu celular.

Como denunciar golpes com o nome do PicPay?

Agora você já sabe que pagar com PicPay é seguro. Se você é cliente do app, tenha certeza de sempre procurar a gente por meio dos canais oficiais de atendimento.

É possível falar com o PicPay pelo telefone, no número 0800 025 8000 ou pelo chat do aplicativo.

O banner de “Fale com a gente” pode ser encontrado dentro do seu perfil, na opção de “Central de Ajuda”.

Ah, e não se esqueça: o PicPay só solicita dados dentro do aplicativo. Caso alguma informação seja solicitada por telefone, SMS, e-mail ou redes sociais, é golpe. Fique atento!

As ofertas e novidades chegam pra você via aplicativo, e-mail marketing e em nossas redes oficiais.

E o número do PicPay no WhatsApp? Se algum número se apresentar como PicPay no WhatsApp, cuidado: é fraude. No WhatsApp, não realizamos atendimentos.

O número +55 11-95276-0809 é utilizado somente para validação de token de novos cadastros e o número +55 11-98765-0742 apenas para envio de comunicações.

Confira os canais oficiais do PicPay (que têm sempre o selo azul de verificação):

Site: www.picpay.com
Instagram: @picpay
Facebook: /PicPayBrasil
YouTube: PicPay
LinkedIn: /picpay
Twitter: @picpay
TikTok: /@picpay

Não se esqueça de ajudar outras pessoas. Se você encontrar um perfil falso se passando pelo PicPay nas redes sociais, denuncie. Todas as redes possuem a opção de reportar esse tipo de fraude.

Denunciar alguma fraude em nome do PicPay nos ajuda a alertar outros usuários e, assim, garantir a segurança de muito mais gente!

Considere contratar um seguro contra golpes

Outra maneira de aumentar a sua segurança é contratar um seguro. O PicPay oferece o Seguro Carteira Digital, que protege a sua conta, os cartões de crédito, Pix, pagamentos, saques, dados e outras informações.

O seguro tem proteção para transações feitas sob coação ou depois de um roubo ou furto de celular, e até saidinha de banco. Mas vale lembrar que ele não tem cobertura sobre o smartphone em si.

Também é possível acionar a cobertura caso você perca seu cartão de crédito, ou ele seja roubado. O mesmo acontece se você não reconhecer compras na sua fatura.

O que fazer em caso de suspeita de um golpe financeiro?

Recebeu uma ligação, e-mail ou contato estranho? Se você ou alguém próximo presenciar uma situação suspeita, denuncie

Isso é muito importante para proteger sua segurança e evitar que outras pessoas caiam em um golpe de transferência de dinheiro.

Para denunciar uma suspeita de fraude ou golpe envolvendo o PicPay, acesse nossa Central de Ajuda

Nosso time está pronto para te orientar sobre as melhores práticas e como lidar com situações de possível risco, mas não deixe de seguir as dicas acima.

Gostou das dicas? Confira mais informações sobre como fazer pagamentos mais seguros e se proteger nos nossos conteúdos sobre segurança digital.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 8

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados