Como calcular saldo devedor do empréstimo consignado?

Descubra o que é, para que serve e quais são as formas de calcular saldo devedor do empréstimo consignado INSS e SIAPE

3 de novembro de 2023

Aprender a calcular saldo devedor do empréstimo consignado pode ser útil para quem tem um contrato em andamento ou pretende tomar crédito em algum momento da vida.

Assim, é possível tornar os procedimentos que exigem esse tipo de informação mais ágeis. Afinal, é perfeitamente viável consultar o saldo devedor sem sair de casa, em poucos cliques do celular ou computador.

Ao longo deste artigo, você entenderá o que é, qual a importância do saldo devedor no empréstimo consignado e , em seguida, poderá conferir o tutorial completo para acessá-lo.

O que é o saldo devedor?

O saldo devedor é a parte do empréstimo contratado que ainda não foi quitada, ou seja, são as parcelas a vencer.

Em outras palavras, o saldo devedor é o que ainda se deve à instituição financeira, o que é natural nessa operação em que a dívida é paga aos poucos, em prazos maiores.

Conforme os pagamentos mensais avançam, o saldo devedor fica menor até que a dívida seja totalmente quitada.

Leia mais: Tudo o que você precisa saber para quitar empréstimo consignado

Por que é importante saber o saldo devedor?

Consultar o saldo devedor pode ser interessante para entender quanto da sua renda será comprometida por mês e até quando, de forma que você possa se organizar melhor financeiramente.

Inclusive, esse pode ser um momento de avaliar se existe a necessidade de um alívio nas despesas mensais e, de repente, considerar a portabilidade ou refinanciamento de empréstimo.

A informação também é relevante para quem deseja contratar um novo empréstimo, já que ela indica quanto da margem consignável foi comprometida e te ajudaria a compreender o valor da parcela que seu orçamento suportaria.

Outra situação em que o saldo devedor se faz necessário é quando há interesse na quitação antecipada do empréstimo

Leia mais: Como funciona o pagamento do empréstimo consignado?

Como calcular saldo devedor do empréstimo consignado?

Antes de entender como funciona o cálculo do saldo devedor do empréstimo consignado é importante saber que existem dois tipos de saldos: o bruto e o líquido.

O saldo devedor bruto é a soma de todas as parcelas em aberto, enquanto o saldo devedor líquido exclui as taxas de juros.

Esse último é válido para quem pretende antecipar as parcelas do empréstimo. Quando isso é feito, as taxas de juros são abatidas e, consequentemente, o valor pago fica menor.

Agora, vamos voltar para a pergunta inicial: como calcular saldo devedor do empréstimo consignado?

O cálculo do saldo devedor bruto é bem simples, basta multiplicar o valor da parcela pela quantidade de prestações que estão pendentes.

Se você contratou um empréstimo com parcelas de R$ 250 por 60 meses e já quitou 40 parcelas, o saldo devedor será o resultado da multiplicação 250 X 20, que é R$ 5 mil.

O saldo devedor líquido, por sua vez, envolve o cálculo de juros e, para garantir a fidelidade dos resultados, recomenda-se a consulta por meios oficiais, até mesmo para o saldo bruto.

Leia mais: Como calcular juros de empréstimo?

Como saber o valor para quitar consignado?

Existem fontes de informações confiáveis para verificar o saldo devedor do consignado, que variam de acordo com o convênio (INSS ou SIAPE, para servidores federais).

Porém, uma opção que vale para ambos é o contato com a instituição financeira onde o empréstimo está ativo, pelas centrais de atendimento oficiais.

No PicPay, o consignado está disponível desde março de 2023, após a compra da BX Blue – fintech especialista na modalidade, que opera em parceria com a Financeira BRB.

Portanto, para consultar o seu saldo devedor, tudo o que você precisa fazer é enviar um e-mail para o endereço consignado@brb.com.br

Caso prefira, também é possível obter a informação pelo Meu INSS ou SouGov.

Saiba mais:

Como saber o saldo devedor do empréstimo consignado do INSS?

Os aposentados, pensionistas e pessoas que recebem BPC do INSS podem consultar o saldo pelo Extrato de Empréstimo Consignado, disponível no Meu INSS.

Você pode acessá-lo de um celular (app Meu INSS) ou computador (site Meu INSS), desde que tenha uma conta ativa no sistema gov.br. O login pode ser feito via CPF e senha, banco credenciado ou certificado digital.

Confira os próximos passos após o login no Meu INSS:

  • Na tela inicial, digite “extrato”, no campo “Do que você precisa?”;
  • Selecione a opção “Extrato de Empréstimo Consignado”;
  • Pronto!

O documento aparecerá na tela em alguns instantes e, se quiser, você pode salvá-lo no celular ou computador.

O extrato contém informações detalhadas sobre todas as contratações de empréstimo feitas pelo titular do benefício previdenciário, o que inclui as em andamento e as encerradas.

Leia mais: Lista completa dos benefícios consignáveis do INSS [2023]

Dados como valores das parcelas e quantidade de parcelas faltantes podem ser facilmente encontrados no documento online.

Caso tenha dificuldades, ainda é possível fazer a solicitação na Central de Atendimento do INSS, pelo telefone 135.

E como consultar o saldo devedor no consignado SIAPE?

A consulta do saldo devedor no consignado para servidores federais pode ser feita pelo aplicativo ou site SouGov.

De forma semelhante aos beneficiários no Meu INSS, os servidores precisam fazer o login no SouGov. As alternativas são as mesmas: via sistema gov.br, bancos credenciados ou certificado digital.

Após o login, siga os passos abaixo:

  • Na tela inicial, role a página até chegar em “Consignação”;
  • Em seguida, clique em “Extrato das Consignações Ativas”, no fim da página;
  • Selecione o banco de seu interesse;
  • Pronto!

As informações sobre número de parcelas, valores, além de datas do início e fim do contrato ficarão disponíveis.

Se tiver dificuldades para encontrar as informações, procure a sua Unidade de Gestão de Pessoas, com dados disponíveis no menu da plataforma SouGov. 

Dúvidas relacionadas

Veja mais detalhes sobre empréstimo consignado, parcelas e débitos:

Quantos empréstimos é possível ter ao mesmo tempo?

Depende do convênio. Os servidores federais não possuem um limite de contratos ativos, o que significa que é possível contratar novos empréstimos enquanto houver margem livre.

Um servidor que tenha R$ 500 de margem livre, por exemplo, pode contratar quantos empréstimos quiser, desde que a soma das parcelas não seja superior a R$ 500 (é possível ter 10 contratos com parcelas de R$ 50, ou cinco contratos com parcelas de R$ 100, entre outras variações). 

Para os aposentados, pensionistas e pessoas que recebem BPC do INSS, o limite é de 15 contratos ou até o uso total da margem consignável.

Leia mais: Como funciona o aumento de margem consignável?

O que acontece se ficar devendo empréstimo consignado?

Ter uma pendência em relação ao empréstimo consignado não é tarefa simples, pois o pagamento das parcelas é automático, via desconto em folha.

Ainda assim, caso isso ocorra, as consequências são as mais variadas:

  • Aumento da despesa, com a cobrança de juros, multas e encargos;
  • Inscrição do CPF em birôs de crédito, como SPC e Serasa;
  • Diminuição no score, o índice que mede a pontualidade no pagamento de contas;
  • Dificuldade para contratar novos serviços financeiros, como empréstimos e cartões de crédito;
  • Ações judiciais e penhora de bens.

Para evitar que a situação chegue a esse ponto, recomenda-se a portabilidade ou refinanciamento de crédito, operações que possibilitam a renovação da dívida e, em alguns casos, a redução das parcelas.

Leia mais: O que acontece se você deixar de pagar um empréstimo?

Como saber quantas parcelas faltam do empréstimo consignado?

As principais formas de consultar quantas parcelas do empréstimo consignado estão em aberto são pelo contato direto com a instituição financeira, via Extrato de Empréstimo Consignado no Meu INSS e pelo Extrato das Consignações Ativas no SouGov.

Como saber o valor das parcelas do consignado?

O valor das parcelas do empréstimo consignado também fica disponível nos extratos do SouGov e Meu INSS.

Outra forma de consultar essa informação é por meio do comprovante de pagamento, na seção de descontos.

Uma dica válida nesse sentido, é que as parcelas do consignado são iguais, do início ao fim do contrato. 

É vantajoso quitar o empréstimo consignado antecipadamente?

Ao pagar as parcelas do empréstimo consignado antes da data de vencimento, os juros são descontados e, por esse motivo, a dívida fica menor. Portanto, a principal vantagem da quitação antecipada é a economia.

Além disso, com a quitação antecipada de uma ou mais parcelas, você libera margem consignável para novas contratações.

Qual é a melhor forma de quitar um empréstimo consignado?

Há duas formas de quitar o consignado: pela maneira tradicional, com o desconto automático mensal, ou de forma antecipada.

A melhor forma de pagar a dívida varia de acordo com a realidade financeira de cada pessoa. 

Como foi mencionado no tópico anterior, a quitação antecipada garante um desconto no valor em aberto. 

Caso seja possível, recorrer a ganhos extras como décimo terceiro ou saque do FGTS pode ser uma alternativa para o pagamento.

O que acontece após a quitação do empréstimo consignado?

Logo que um consignado é quitado, dois procedimentos são realizados: a desaverbação do contrato e a liberação da margem consignável.

A desaverbação é o encerramento do desconto automático no salário ou benefício mensal para o pagamento das prestações.

Logo na sequência vem a recuperação da margem, referente ao valor da parcela do empréstimo quitado.

Tanto a desaverbação quanto a liberação da margem acontecem de forma automática após a identificação do pagamento.

Agora que você já sabe como calcular e consultar o saldo devedor do empréstimo, confira outros artigos com dicas exclusivas para cuidar do seu dinheiro.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3.4 / 5. Número de votos: 18

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados