Como fazer vendas sem maquininha no cartão de crédito

Descubra como fazer vendas sem maquininha e como receber parcelado pelo PicPay

4 de janeiro de 2022 Atualizado em 6 de outubro de 2022

Se você é empreendedor e trabalha com vendas, sabe que é importante oferecer os melhores meios de pagamento para o cliente. É fundamental, por exemplo, permitir que o consumidor pague as compras com cartão de crédito e Pix. Nesses casos, sabia que é possível realizar vendas sem maquininha? 

Vender sem maquininha é uma grande vantagem, principalmente para quem quer saber como receber parcelado no cartão de crédito, mas tem inúmeras dúvidas na hora de escolher a melhor máquina.

Mas como receber pagamentos sem maquininha? Você deve estar se perguntando se é seguro, certo? Será que eu vou ter que pagar mais por isso? Ou ainda: será que meus clientes vão gostar dessa novidade?

Por isso, neste conteúdo vamos te contar todos os detalhes para você oferecer essa vantagem para os seus clientes e aproveitar a grande facilidade que é receber por QR Code

Não tem complicação, e o melhor: com baixo custo e a melhor e mais ágil experiência. Aqui, você vai entender:

  • Quais são as vantagens de vender sem maquininha;
  • Como vender parcelado sem maquininha;
  • Como vender no cartão de crédito pelo celular;
  • Como receber por QR Code no PicPay;
  • Como vender pelo cartão de crédito à distância;
  • Quais são as taxas para receber pagamentos sem maquininha?

Quais são as vantagens das vendas sem maquininha?

Assim como hoje é possível sair de casa sem carteira e realizar pagamentos descomplicados pelo celular, o vendedor também tem a facilidade de receber pagamentos sem maquininha. Confira como é simples no vídeo abaixo.

Dessa maneira, você consegue até mesmo aceitar cartão de crédito pelo celular, de forma descomplicada e com a opção de parcelar sem maquininha.

Com isso, você pode permitir mais opções para que o cliente pague seu produto ou serviço, melhorando a experiência do seu negócio. Mas como isso é possível? 

Com pagamentos por QR Code. E eles são mais simples do que você imagina. Essa forma de pagar é um novo jeito muito mais tecnológico, além de ser rápido, fácil e seguro. 

O uso do QR Code ficou mais conhecido e popular durante a pandemia, quando muitas pessoas não queriam mais digitar senhas em máquinas ou receber trocos, para diminuir a chance de contágio pelo novo coronavírus. 

Nesse cenário, a praticidade de pagar e receber por QR Code ficou ainda mais clara. Com o isolamento e a redução do contato, todos nós buscamos formas mais seguras de interagir, do ponto de vista de saúde. 

De acordo com a Juniper Research, o pagamento por QR Code deve alcançar 2,2 bilhões de pessoas até 2025. Portanto, é importante que seu negócio esteja adaptado para se beneficiar dessa tendência.

Com o QR Code, o estabelecimento pode fazer vendas sem maquininha e com segurança. Por outro lado, o cliente pode pagar sem precisar tirar a carteira ou o cartão do bolso, com muito mais praticidade. 

Percebeu a facilidade que isso oferece, tanto ao cliente quanto ao empreendedor? 

Esse é outro motivo que está por trás do avanço do QR Code: ele agiliza o pagamento, reduz filas e melhora toda a experiência que os clientes têm ao comprar no seu estabelecimento. Afinal, ninguém quer perder tempo. 

Além disso, com ele você não precisa compartilhar seus dados pessoais, como por exemplo o número de celular, CPF ou CNPJ, como acontece algumas vezes no caso do Pix.

Como parcelar sem maquininha?

Aceita cartão? Com certeza você já ouviu essa pergunta na hora de vender um produto ou serviço. Hoje em dia, é fundamental oferecer essa possibilidade para os seus clientes. 

Inclusive, facilitar o pagamento dos clientes é uma das 12 dicas de vendas que listamos para impulsionar o seu negócio

Mas por que é tão importante? Atualmente, o cartão de crédito é o meio de pagamento mais utilizado pelos brasileiros, segundo dados da Opinion Box de 2022. 

Leia mais: Como funciona o cartão de crédito?

O levantamento aponta que 80% da população utiliza cartão de crédito para fazer compras. Na sequência, os meios mais utilizados são: Pix (77%), dinheiro (73%) e cartão de débito (66%).

Além de utilizar muito o cartão de crédito, o brasileiro também tem outra característica: fazer compras parceladas.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 39% da população têm alguma compra parcelada em aberto.

Esse cenário mostra a importância de entender como vender no cartão e como vender parcelado sem maquininha, não é mesmo? 

Durante muito tempo, para aceitar pagamentos com cartão de crédito ou débito no seu estabelecimento, era necessário usar alguma maquininha. Mas isso mudou. 

Hoje é possível incluir esse meio de pagamento e vender parcelado sem maquininha

Quer entender como vender parcelado sem máquina? O PicPay Empresas é uma solução para você!

Com o aplicativo, o seu negócio ganha a chance de fazer vendas sem maquininha, seja com cartão de crédito, débito, Pix ou até mesmo com o saldo disponível na carteira dos usuários do PicPay. 

Muito legal, né? E sabe o que é melhor ainda? O PicPay Empresas é uma maneira de receber pagamento pelo celular. Continue a leitura para entender melhor sobre essas vantagens!

Como receber pagamentos pelo celular?

Além dos cartões de crédito, o brasileiro tem utilizado cada vez mais os smartphones para pagamentos. 

A última pesquisa “Panorama Mobile Time/Opinion Box – Pagamentos móveis e comércio móvel no Brasil” mostrou que 93% da população já usou o celular para fazer alguma compra no mundo físico ou online.

Então se você quer saber como receber pagamentos pelo celular, a resposta é o PicPay Empresas. Por ele, mais que vender sem maquininha, você consegue aceitar cartões de crédito pelo celular. 

Para aceitar cartão de crédito via celular, você só precisa gerar um QR Code ou link de pagamento pelo aplicativo, de forma super simples.

Por falar em QR Code, a mesma pesquisa do Mobile Time/Opinion Box revelou que 73% dos brasileiros já fizeram algum pagamento por esse meio, sendo que a metade dos entrevistados pagaram com QR Code nos últimos 30 dias.

Essa possibilidade despertou o seu interesse? Veja abaixo o passo a passo para fazer vendas sem maquininha, por QR Code ou link de pagamento. 

Como receber por QR Code no PicPay?

No PicPay, você tem três maneiras de vender sem maquininha utilizando QR Code. 

QR Code pelo celular

Na primeira, você só precisa do celular. Veja como receber pagamentos pelo PicPay com QR Code usando apenas o celular:

  1. Acesse o aplicativo do PicPay Empresas e toque em (ícone QR Code).
  2. Apresente o QR Code para o cliente.
  3. Seu cliente toca em paga e escaneia o código. 
  4. Você informa o valor da venda e ele preenche no celular dele.
  5. E é só confirmar.

QR Code na plaquinha

A segunda opção é pelo código impresso. Veja como receber pagamentos pelo PicPay com QR Code na plaquinha:

  1. Imprima seu QR Code e deixe-o em um lugar visível. Por exemplo, no seu balcão ou na cesta que você utiliza para vender seus produtos. 
  2. Seu cliente toca em pagar no aplicativo PicPay dele e escaneia o seu código QR Code.
  3. Em seguida, basta colocar o valor e confirmar.
  4. Pronto! 

QR Code pela internet

A terceira forma de receber suas vendas por QR Code pode ser realizada a distância. Basta enviar o código para o cliente. Veja como receber pagamentos pelo QR Code do PicPay pelas redes sociais:

  1. Acesse o app PicPay Empresas e toque em (ícone QR Code).
  2. Arraste para cima e toque em ‘cobre um amigo’
  3. Toque em ‘Cobrar por código’, coloque o valor e compartilhe como quiser.

Leia mais: 18 dicas de como vender mais usando as redes sociais

Com o PicPay, o empreendedor pode vender o que quiser em até 12x no cartão de crédito e receber na hora sem ter que gastar com mensalidades ou adesão.

Mas, primeiro, você precisa abrir uma conta digital gratuita. Por isso, baixe o app do PicPay Empresas e siga o passo a passo para ter a sua já. 

Mas lembre-se que, para isso, é necessário criar ou ter um CNPJ para a sua empresa. 
Leia mais:Como abrir um CNPJ em 5 passos

Como receber Pix pelo QR Code?

Você já utiliza alguma plaquinha com QR Code para pagamentos via Pix? Saiba que não é necessário usar dois códigos diferentes para também aceitar pagamentos pelo PicPay.

Com o QR Code do PicPay, o seu cliente escolhe como quer pagar, seja pelo PicPay, com a possibilidade de pagar via Pix, cartão de crédito, débito e saldo, ou por outra instituição financeira, somente via Pix.

Isso facilita tanto para você, que não precisa usar duas plaquinhas diferentes, quanto para o consumidor que ganha mais opções de pagamento.

“Com essa tecnologia, facilitamos a vida do usuário, que não precisa mais de vários códigos, e contribuímos para ampliar ainda mais a aceitação do PicPay em todos os lugares e todos os canais, seja físico ou online”

– Adriano Navarini, executivo responsável por Serviços Financeiros PJ no PicPay.

Essa funcionalidade também vale para os pagamentos por meio de link de cobrança, que é um jeito de como vender pelo cartão de crédito à distância. Veja abaixo.

Faça pagamento com QR Code unificado
Placa em estabelecimento comercial exibe código para fazer pagamento com QR Code ou Pix

Como receber por link de pagamento

Além do QR Code, outra maneira de fazer vendas sem maquininha pelo PicPay é utilizando um link de pagamento

Nesse caso, a venda é digitada pelo celular ou computador do seu estabelecimento e enviada para o cliente, que pode pagar pelos mesmos meios de pagamento disponíveis pelo QR Code.

O link de cobrança do PicPay Empresas é, inclusive, uma alternativa de como vender com cartão de crédito pela internet ou de como cobrar um cliente.

Leia mais: Como ganhar dinheiro na internet com passos simples

Quer saber como gerar link de pagamento sem maquininha? Acesse o PicPay Empresas,  selecione a opção de cobrança, informe o valor da venda e envie o link para o seu cliente da maneira que preferir.

Vantagens do PicPay Empresas

Se você ficou interessado nos benefícios que o PicPay Empresas oferece ao seu negócio, confira abaixo um resumo das principais vantagens de ter uma conta no aplicativo.

Antes, vale lembrar que o PicPay Empresas atende microempreendedores individuais (MEI), pequenas empresas e grandes negócios. Confira:

  • Venda no crédito ou débito sem se preocupar com taxas de maquininhas;
  • Monitore todas as transações, em tempo real;
  • Acesso ao Painel Lojista, o dashboard de vendas do PicPay;
  • Receba os valores automaticamente na sua conta;
  • Não possui taxas de saque.

Comece a receber pagamentos com o PicPay Empresas

E se eu não tiver um CNPJ?

Caso você não tenha um CNPJ, mas faça vendas com seu CPF, o PicPay também tem uma opção para você: basta ativar a conta PRO. Essa é uma opção dentro do app PicPay.

É isso mesmo: o mesmo app PicPay, mas que funciona para o seu negócio independente. Confira como ativar a conta PRO no PicPay:

  • Acesse o app PicPay e toque em ajustes.
  • Em “Para o meu negócio”, toque em “PicPay PRO”.
  • Siga o passo a passo e pronto: você já é PRO

Para que você avalie se a conta PRO faz sentido para o seu negócio, veja abaixo todas as vantagens que ela oferece para as suas vendas:

  • Todas as suas vendas entram na hora, direto no seu saldo PicPay;
  • Venda o que quiser à vista ou parcelado em até 12x;
  • Sem mensalidades ou adesão;
  • Venda à distância e sem contato físico. Envie um link com o valor da cobrança para seu cliente e receba o pagamento de qualquer lugar, até mesmo de casa;
  • o dinheiro das suas vendas rende. O rendimento é automático, diário e  muito mais que a poupança;
  • Use seu dinheiro como quiser. Você pode usar o valor das vendas para pagar seus boletos no app, transferir ou fazer saques nos caixas Banco24Horas.

Comece a vender e receber pagamentos com PicPay

Taxas para receber pagamentos sem maquininha

Como você já está por dentro de praticamente tudo que precisa para começar a fazer suas vendas sem maquininha, provavelmente deve estar se perguntando quais são as taxas para pagar com QR Code no PicPay.

Bom, antes de mais nada é importante lembrar que o PicPay não cobra nenhuma taxa de adesão, mensalidade ou nenhuma outra taxa antecipada para você começar a utilizar os nossos serviços. As únicas taxas cobradas são por transação. 

Fique atento: se alguém em nome do PicPay te pedir algum pagamento antecipado ou pedir depósitos para mensalidade ou anuidade, desconfie!

Informe-se sobre como não cair em golpes, e sempre entre em contato com o time de atendimento pelos nossos canais oficiais, como site e redes sociais. Segurança e transparência são princípios fundamentais para o PicPay. 

Voltando a falar das taxas: se você for PicPay PRO, você recebe pagamentos por QR Code no seu celular, sem maquininha e paga só 3,99% por venda. 

Lembrando que essas taxas são vigentes em 2021. No site do PicPay, você pode conferir exatamente qual taxa você vai pagar hoje

Já as taxas do PicPay Empresas podem variar, mas elas sempre estão disponíveis para consulta no aplicativo, acessando Ajustes e tocando na opção Taxas e prazos. 

De forma geral, a taxa do PicPay Empresas é flexível e varia de acordo com a condição comercial, ou seja, varia de acordo com a taxa por venda e o prazo que você escolheu para receber o pagamento. Veja o exemplo abaixo:

  • Saldo disponível para transferência em até 1 dia útil (D+1), a taxa é de 2,99%.
  • Saldo disponível para transferência em até 30 dias úteis (D+30), a taxa é de 1,99%.
  • Saldo disponível para transferência em até 80 dias úteis (D+80), a taxa é de 1,18%.

Pagar com QR Code é seguro? 

Agora você já sabe todos os caminhos e todos os detalhes para realizar vendas sem maquininha e sabe que o QR Code pode agilizar e muito o seu negócio, principalmente em tempos de maior movimento. 

Mas deixamos uma pergunta super importante para o final: pagar com QR Code é seguro? 

Sim, o pagamento com QR Code pelo PicPay é seguro e conta com o aval de reguladores do setor financeiro, como o Banco Central, para poder funcionar de forma eficiente. 

Mas, afinal, o que é o QR Code exatamente? Segundo o próprio Banco Central, o  QR Code nada mais é do que um padrão gráfico para codificação de dados que podem ser capturados por imagem em dispositivos como câmeras de celulares  ou leitores em pontos de venda. 

Ainda, o Banco Central explica que o QR Code está padronizado internacionalmente no documento ISO/IEC 18004. No Brasil, dentro do QR Code são codificados dados como informações de recebedor e de pagador, além de detalhes da transação de pagamento.

Mesmo assim, em qualquer tipo de transação ou pagamento, é importante se certificar de que você está em um ambiente seguro da instituição financeira, e que a transação será feita para um fornecedor, empresa ou pessoa de confiança.  Descubra como saber se uma instituição financeira é confiável

O que é BR Code e como atualizar o meu QR Code?

Em 2021, o Banco Central (BC) criou o “BR Code”, padrão único para QR Codes a ser utilizado para a iniciação de transações em arranjos de pagamento integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB). Com a criação do “BR Code”, o Banco Central pretende unificar o padrão de “QR Codes”.

Essa iniciativa é semelhante ao que aconteceu na utilização de maquininhas de cartão há alguns anos. Se você tem um pouco mais de 25 anos, vai se lembrar que antigamente as máquinas de cartão não aceitavam todo tipo de cartão ou bandeira. 

O cliente era obrigado a buscar outro estabelecimento ou pagar em dinheiro. Difícil imaginar isso acontecendo nos dias de hoje, principalmente nas grandes capitais.

Por isso, o Banco Central criou um modelo em que vários arranjos de pagamentos poderiam ter suas operações executadas em uma única máquina. 

Essa possibilidade promoveu uma maior competição no setor, com os estabelecimentos podendo escolher o instrumento de pagamento que melhor atenda suas necessidades

Além de facilitar a utilização do QR Code, segundo o Banco Central, as regras têm o objetivo de aumentar a transparência para os usuários finais, tanto pagadores quanto recebedores, ampliando e melhorando o acesso a informações.

Atenção: se você utiliza QR Codes no seu estabelecimento, é importante saber que desde o dia 01/03/2021 é obrigatório o uso do QR Code no formato de BR Code.

Se você for PicPay Pro, você só precisa atualizar o app e gerar o seu novo QR Code!

Viu só? Fazer vendas sem maquininhas e com o QR Code do PicPay pode melhorar muitas coisas no seu estabelecimento comercial: mais rapidez, com distanciamento social, e você e seu cliente podem fazer tudo pelo celular.

E o melhor de tudo: é seguro, barato e sem nenhuma burocracia

Para começar já a usar essa facilidade no dia a dia das suas vendas, baixe agora o app do PicPay Empresas se já tiver um CNPJ. Se você ainda não tem um, ative sua conta PRO no app PicPay. 

E aí, essas dicas foram úteis? Então confira nossa seção de conteúdos para quem tem um negócio e tenha mais artigos sobre como impulsionar a sua empresa.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3.4 / 5. Número de votos: 5

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados