Quer investir no PicPay? Conheça o Clube de Empréstimos

Com retorno atrativo, a nova forma de investir no PicPay também amplia o acesso ao empréstimo entre pessoas

15 de março de 2022 Atualizado em 19 de agosto de 2022

Você sabia que já é possível investir no PicPay? Sim, e de mais de uma forma. Agora, você faz toda gestão da sua vida financeira pelo app e ainda tem a opção de obter retornos atrativos ao aplicar seu dinheiro.

O app PicPay oferece duas modalidades de investimento: o rendimento da conta digital, que você já conhece, e uma novidade: o Clube de Empréstimos.

O PicPay lançou o Clube de Empréstimos, uma forma de conectar pessoas que precisam de dinheiro com investidores. Ou seja, ele liga investidores particulares que emprestam dinheiro a tomadores, que procuram por um empréstimo.

Essa é uma modalidade de empréstimo entre pessoas físicas (ou peer-to-peer lending), aprovada em 2018 pelo Banco Central, com a criação da Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP).

O Clube permite ganhar dinheiro com empréstimos e oferece um retorno atrativo para quem quer investir no aplicativo PicPay, além de possibilitar condições e taxas mais acessíveis para quem precisa de crédito.

Mas como uma modalidade de empréstimos pode ser uma opção para quem quer saber como ganhar dinheiro no PicPay? É isso que você vai entender a partir de agora. Continue a leitura!

O que considerar antes de investir no PicPay

Se você quer investir no PicPay ou em qualquer instituição, existem alguns fatores importantes para levar em conta antes de decidir. Vamos falar sobre alguns deles?

Conhecer seu perfil de investidor

A primeira coisa a se considerar para saber como se tornar um investidor é conhecer seu perfil.

Esse fator é fundamental para que você entenda qual é o melhor tipo de investimento para a sua realidade. Se você for mais conservador, por exemplo, pode preferir o retorno sobre o CDI que o PicPay oferece.

Por outro lado, se você for mais arrojado, disposto a correr mais riscos para aproveitar o retorno potencial maior, o Clube de Empréstimos pode ser muito atrativo para os seus objetivos.

Ter clareza sobre seus objetivos

Quando você pensa na sua vida financeira, quais são os seus objetivos? Essa pergunta é muito pessoal e pode ter várias respostas. E elas são importantes na hora de decidir onde e como investir.

Se você quer criar uma reserva de emergência e também comprar uma casa, essas duas metas vão exigir aportes e prazos diferentes. E investimentos de mais longo prazo, como um imóvel próprio, costumam funcionar melhor com produtos de alto risco.

Já ter uma reserva de emergência é algo que precisa estar garantido e acessível para quando você precisar. Nesses casos, um investimento conservador costuma ser mais indicado.

Conhecer seu planejamento financeiro

O investimento faz parte da sua vida financeira, mas ela é composta por diversas áreas. E elas devem estar em harmonia para que o cobertor não fique curto em alguma ponta.

É preciso considerar o seu planejamento financeiro pessoal antes de investir. A partir dele, você vai ser capaz de entender quanto dinheiro tem disponível para investir e quanto já tem guardado para eventuais imprevistos ou emergências.

Agora que você já sabe os principais pontos para considerar antes de investir, está pronto para decidir qual a melhor opção para a sua realidade. Por isso, é agora de entender como funciona o Clube de Empréstimos.

Como investir no PicPay com o Clube de Empréstimos

Muita gente não sabe, mas o PicPay também é um aplicativo para investir dinheiro.

O Clube de Empréstimo, já disponível no app, é o segundo produto de investimento disponível para os usuários do aplicativo PicPay. 

De acordo com o Banco Central, essa modalidade de empréstimo entre pessoas pode ser entendida como um investimento em crédito concedido.

Ou seja: você empresta dinheiro e, em troca, recebe um retorno sobre o valor que foi disponibilizado, sem taxa de administração ou corretagem. O investidor obtém 100% dos juros da operação.

É por isso que ela é também uma grande alavanca para facilitar o acesso das pessoas a empréstimos mais baratos, principalmente para quem não tem conta em banco.

Isso tudo, é claro, depois de uma avaliação de risco para garantir a operação mais segura possível para todos os lados.

Essa modalidade faz parte da oferta de serviços financeiros oferecidos no app, como o rendimento do saldo em conta, que tem retornos acima da poupança.

O PicPay tem um marketplace financeiro que funciona como um shopping: diversos parceiros oferecem seus produtos aos usuários por meio do app. Assim, cada cliente tem mais opções e pode escolher a melhor para o seu perfil.

Vale a pena lembrar que, além de funcionar como um aplicativo para investir e emprestar dinheiro entre pessoas por meio do Clube, o PicPay também oferece um empréstimo pessoal convencional.

Além disso, o marketplace financeiro também tem o cartão de crédito e débito disponível para usuários.

Ou seja, essa modalidade de investimento é um complemento aos produtos financeiros que já estão disponíveis no aplicativo PicPay, reforçando a missão da plataforma de ser um cada vez mais completa.

Hoje, o app possibilita aos usuários, entre outras coisas:

  • Fazer Pix e transferências;

  • Pedir empréstimo;

  • Investir.

Com a capacidade de conectar tomadores e investidores entre os seus 30  milhões de clientes ativos, o PicPay, que é o maior app de pagamentos do país, também é a maior plataforma de empréstimo entre pessoas do Brasil. 

Como funciona o Clube de Empréstimos

Está em busca de um app para ganhar dinheiro investindo pouco? Para investir no PicPay por meio do Clube de Empréstimos, o usuário interessado no financiamento inclui o valor desejado na plataforma. 

Nesse momento, o usuário também pode escolher em quantas parcelas tem condições de pagar aquele montante.

O valor pedido é distribuído em cotas para serem adquiridas por pessoas físicas dispostas a investir nesses empréstimos e ter um retorno com a operação.

Existem muitas vantagens tanto para quem empresta, quanto para quem recebe o crédito. Que tal entender melhor cada uma delas? Vamos lá.

Vantagens para o investidor

Um dos fatores mais importantes para quem busca opções atrativas de investimento é o retorno, certo? A possibilidade de ter alta rentabilidade é uma das grandes vantagens do Clube de Empréstimos.

Com ele, é possível aplicar a partir de R$ 50 reais e ter um rendimento de até 123,96% ao ano, rendimento mensal sem taxas de administração ou corretagem. 

Mas quanto isso representa? Para se ter uma ideia, equivale a 1163,94% o valor do CDI em fevereiro de 2022, 20 vezes mais do que a poupança e seis vezes mais do que a bolsa de valores americana.

Os retornos são mensais, com o pagamento de cada parcela do empréstimo, acrescidos de juros. É importante notar que a rentabilidade varia conforme o risco da operação. 

Para trazer mais segurança, as contas do PicPay têm controle antifraude e todos os pedidos passam por uma análise de crédito completa e minuciosa. Vale lembrar também que, neste caso, o risco de crédito da operação é assumido pelo investidor, ok?

Leia mais: O aplicativo PicPay é seguro e confiável?

Tanto a aplicação quanto o empréstimo só começam a valer após todas as cotas serem adquiridas por investidores. 

Se nem todas elas forem compradas, o dinheiro é devolvido ao investidor, sem cobrança alguma. 

Caso a oferta não se concretize, o valor é devolvido ao investidor com o rendimento do CDI equivalente ao período que ficou na carteira do PicPay.

Então, recapitulando as principais vantagens para quem investe no PicPay:

  • Aplicação inicial a partir de R$ 50;
  • Rendimento de até 123,96% ao ano;
  • Rendimento mensal sem taxas de administração ou corretagem;
  • O Imposto de Renda sobre o produto é limitado a 15%, enquanto em outros investimentos pode chegar a 27,5%.

E, afinal, quais são as vantagens para quem pede um empréstimo pelo Clube? Vamos a elas.

Vantagens para o tomador

Do lado de cá da negociação, a principal vantagem para o tomador são os juros e condições, como prazo e valores. Eles podem ser melhores e mais simples de contratar do que em outras opções.

Quem pede o empréstimo tem a facilidade de solicitar valores entre R$ 100 e até R$ 15 mil, com taxa a partir de 2,09% ao mês. Os prazos variam de acordo com o contrato.

No caso do tomador, mesmo que essa primeira proposta não tenha se concretizado, ele ainda pode realizar a abertura de novos pedidos para tentar conseguir a captação dos investidores.

Então, recapitulando as principais vantagens para quem investe:

  • Contratar empréstimo online, com facilidade, rapidez e segurança;
  • Possibilidade de acesso a crédito sem burocracia;
  • Juros e condições que podem ser mais acessíveis, como prazo e valores.

Como calcular o rendimento do Clube de Empréstimos?

Se você é um investidor, como saber qual será o seu retorno ao investir no PicPay? Como o Clube de Empréstimo não é uma aplicação tradicional, vamos a um exemplo.

Imagine que você fez um empréstimo ou financiamento no banco. Quando pagar as parcelas, você paga duas coisas: uma parte se refere ao dinheiro que a instituição emprestou e, outra, aos juros que ela cobra por ter concedido o valor a você.

O percentual dos juros é sempre igual e é cobrado mês a mês sobre o valor que ainda falta a ser pago. 

Na prática, funciona assim: se você pegar um empréstimo de R$ 1.000 a uma taxa de 1,8% ao mês, e pagar mensalmente parcelas de R$ 93,40, no primeiro mês você vai pagar de juros R$ 18,00 (1,8% de R$ 1.000) e o restante da parcela, que são R$ 75,40, será o valor descontado dos R$ 1.000 que você emprestou.

No mês seguinte, a mesma taxa de 1,8% será aplicada nos R$ 924,60 que ainda faltam pagar do empréstimo (R$ 1.000 – R$ 75,40), ou seja, os juros naquela parcela serão de R$ 16,64 (1,8% de R$ 924,60). Esse processo continua até o valor ser quitado.

O mesmo vale para o Clube de Empréstimos. Como no exemplo, a cada parcela paga, uma parte do valor é utilizada para diminuir o quanto se deve e outra parte paga os juros pelo tempo que o dinheiro ficou emprestado. 

Olhando mês a mês, a taxa de juros é sempre a mesma, mas o valor sobre o qual ela incide vai diminuindo. O que você recebe pelo seu investimento todo mês é justamente o valor pago por quem pegou o dinheiro emprestado. 

Ou seja, o valor que você recebe tem parte de juros e parte que se refere ao valor devido pelo tomador. 

No exemplo, no primeiro mês você receberia R$93,40, ou seja, R$ 18,00 de juros, que são o seu rendimento sobre o valor emprestado, e R$75,40 referente à dívida.

Ainda, para saber em reais o quanto você irá receber, é preciso descontar o valor que é recolhido do Imposto de Renda (IR) sobre o rendimento do empréstimo. O IR é cobrado sobre os juros e não sobre o valor total recebido. 

Dessa forma, você será tributado sobre o valor que recebeu e não sobre o valor que investiu no começo. Essa cobrança é feita seguindo a tabela abaixo do IR: 

  • 22,5% para aplicações com prazo de até 180 dias;
  • 20% para aplicações com prazo de 181 até 360 dias;
  • 17,5% para aplicações com prazo de 361 até 720 dias;
  • 15% para aplicações com prazo acima de 720 dias.

Quer saber mais? Entenda o rendimento que você pode ter ao emprestar dinheiro a juros.

Como comparar o retorno do Clube com outros investimentos?

Como o Clube tem uma lógica própria, não é simples de comparar, porque você tem entradas e saídas de valores, todo mês o valor que você recebe muda, e você vai recebendo parte do dinheiro de volta, o que não acontece em outros tipos de investimentos.

Para bancos e empresas que já estão acostumadas a concederem empréstimos, essa também é uma tarefa difícil. É por isso que eles inventaram uma forma de comparar esse tipo de investimento: é a Taxa Interna de Retorno.

A Taxa Interna de Retorno, mas conhecida como TIR, é uma medida comparativa que te ajuda a entender o quanto aquele investimento rende, considerando as entradas e saídas dos valores. Ela é muito comum no mundo das empresas e também no de investimento em ações. 

Quando calculamos a TIR, ela considera que o investimento foi aplicado durante todo um período e te ajuda a ter uma noção de quanto aquele investimento renderia.

A TIR não é o quanto você vai ter de retorno no final das contas, mas é a forma de comparar um investimento que tem entradas e saídas de valores com investimentos tradicionais de renda fixa para saber em qual deles o seu dinheiro vale mais.

Por exemplo, se você avalia emprestar dinheiro a uma taxa de juros 1,8% ao mês e quer comparar se vale mais a pena investir sua grana em outro lugar, que renda o equivalente a 100% do CDI (ou 12,5% ao ano), não dá para saber qual dos dois é melhor. Cada um deles está em uma medida e tem formas de receber dinheiro diferentes. 

É aqui que entra a TIR. Ao transformar o rendimento em “ao mês” do empréstimo em uma TIR, você chega a um valor de 23,51% ao ano. 

Com as duas ofertas na mesma medida, fica muito mais fácil enxergar qual delas o seu dinheiro vai ter um rendimento maior: o empréstimo renderia 23,51% ao ano, enquanto o CDI traria um retorno menor, de 12,5% ao ano.

Para facilitar a vida dos investidores que optam por aplicar no Clube, o PicPay disponibiliza o cálculo da TIR durante a contratação do produto.

Por que o PicPay decidiu oferecer empréstimo coletivo?

Se você leu até aqui, ainda pode estar em dúvida sobre o papel do PicPay. Afinal, se o empréstimo é negociado entre pessoas, qual a importância do PicPay na operação? E por que o PicPay decidiu investir no Clube de Empréstimos? 

No Clube de Empréstimos, o PicPay é responsável pela cobrança do montante emprestado, avaliação do risco de cada pedido e intermediação da negociação. 

Todo o processo é feito dentro da plataforma, que recebe a solicitação de empréstimo, envia avisos de vencimento e cobrança e repassa os pagamentos. 

Além disso, o PicPay é capaz de analisar dados e o perfil dos usuários com grande inteligência, e assim mapear possíveis riscos. Com isso, o principal ganho é garantir a operação mais segura possível para todas as partes.

Vale lembrar que o PicPay não vai atuar como Sociedade de Empréstimo entre Pessoas (SEP), mas como correspondente bancário vinculado à uma SEP, de acordo com as normas do Banco Central.

Além disso, democratizar os serviços financeiros no Brasil e facilitar o acesso ao crédito, duas coisas que o empréstimo entre pessoas possibilita, são parte do propósito do PicPay.

Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018, divulgada em 2021, 34,5 milhões de brasileiros (16,7% do total) não tinham acesso a nenhum dos principais serviços financeiros, como conta corrente, cartão de crédito, poupança e cheque especial. 

“O Clube de Empréstimos do PicPay contribui para a democratização do acesso ao crédito enquanto oferece uma opção de investimento atrativa para os usuários”, destaca Frederico Trevisan, executivo responsável pelo Marketplace Financeiro do PicPay. 


O Clube de Empréstimo reforça o compromisso do PicPay de ser um ecossistema completo.

Com isso, o app permite que as pessoas simplifiquem a forma como lidam com sua vida financeira e conecta quem precisa de empréstimo com quem busca mais rentabilidade nos seus investimentos.

Como funciona o processo de cobrança do empréstimo entre pessoas?

Como cobrar dinheiro emprestado? O processo de cobrança é uma das maiores vantagens de utilizar um app de empréstimo entre pessoas. Assim, você evita o desgaste de ter que fazer isso diretamente e ainda tem auxílio de órgãos de proteção ao crédito, se necessário.

Mas, afinal, como essas cobranças são realizadas pelo PicPay? A empresa utiliza diversos canais de comunicação para avisar o tomador sobre o vencimento das suas parcelas e também para alertá-lo caso ele não faça o pagamento.

Olha só como funciona:

  • O PicPay realiza cobranças por e-mail, notificações no celular e no próprio app;
  • Se for necessário, o PicPay inicia as cobranças por telefone e WhatsApp;
  • Se o pagamento não for realizado, o PicPay avisa ao tomador que ele terá seu CPF negativado no Serasa;
  • O Serasa dá início ao seu processo de cobrança e dá avisos ao tomador, junto com o PicPay.

Caso o pagamento não seja feito, o CPF do tomador é negativado. Se mesmo assim ele continuar inadimplente, outras medidas podem ser tomadas.

Vale a pena investir em pessoas?

Se você ainda não conhecia essa forma de investir no PicPay, por meio do Clube de Empréstimos, pode se questionar se faz mesmo sentido aplicar dinheiro em pessoas.

No caso do PicPay, essa modalidade se beneficia da grande inteligência do app para fazer as análises de dados e mapear possíveis riscos dos usuários, e garantir a operação mais segura possível para todas as partes.

Além disso, o Clube de Empréstimos atende duas demandas de quem usa o app PicPay de uma vez. 

De um lado, ele complementa os produtos de crédito que são oferecidos na plataforma, e é uma opção prática para quem busca um empréstimo.

Na outra ponta, o peer-to-peer lending atende à demanda dos usuários por investimentos com retornos maiores.

Mesmo em um cenário com a alta da taxa de juros, que pode prejudicar alguns investimentos de maior risco, o Clube de Empréstimos oferece rentabilidade bem maior do que diversas outras aplicações.

Ele também é uma forma de diversificar investimentos, algo muito importante para ter segurança e otimizar os retornos do seu dinheiro.

O produto é uma opção diferente, prática e simples para quem busca como fazer empréstimo online e que tem, além disso, o propósito de ajudar outras pessoas. 

Tudo isso, claro, no mesmo app que o usuário já usa para deixar o dinheiro render na conta, com liquidez diária e baixíssimo risco, e onde também resolve toda a sua vida financeira.

Com o Clube, o empréstimo entre pessoas vai acabar?

Não! O empréstimo pessoas físicas está disponível na plataforma para os usuários habilitados, e dentro do próprio Clube de Empréstimos, e pode ser utilizado de acordo com o que o usuário achar melhor para a sua situação financeira.

Vale lembrar, no entanto, que o empréstimo coletivo tem a característica de poder dividir o valor. Com isso, o risco também é menor. O ideal é sempre avaliar qual se aplica mais às suas necessidades, ok?

E aí, gostou da novidade? Para fazer parte do Clube de Empréstimo, como investidor ou tomador, basta acessar o seu app PicPay. Confira outros conteúdos para cuidar bem das suas finanças pessoais!

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3.2 / 5. Número de votos: 41

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados