Valores a receber BCB: golpe promete dinheiro esquecido

O golpe conhecido por ‘valores a receber BCB’ está em alta e exige atenção. Veja como se proteger e entenda como agir caso seja vítima

6 de março de 2023

Um novo golpe tem ficado cada vez mais frequente e exige muito cuidado. Criminosos abordam as vítimas dizendo que elas teriam ‘Valores a receber BCB’

O ‘BCB’ mencionado é o Banco Central do Brasil, e o golpista usa a expressão “valores a receber” como referência a um sistema que permite consultar dinheiro esquecido em instituições financeiras.

O Sistema de Valores a Receber (SVR) do Banco Central existe mesmo. A plataforma ficou suspensa para consultas dos clientes em 2022, mas em fevereiro de 2023 ela foi reaberta.

Com isso, as tentativas de golpes podem se intensificar, então é importante ter muita atenção para se proteger.

Vamos explicar melhor como funciona o golpe dos valores a receber, como se prevenir e o que fazer caso seja vítima de uma fraude como essa.

O que é o Sistema de Valores a Receber?

O Valores a Receber é um site em que você pode conferir se tem algum dinheiro que foi esquecido em bancos, consórcio ou alguma instituição financeira. Se a resposta for positiva, o sistema orienta como resgatar o valor.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode fazer consultas. Os valores a receber 2023 no SVR somam cerca de R$ 6 bilhões, para 38 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. 

Já no primeiro dia em que o sistema voltou a funcionar, em fevereiro de 2023, foram feitas mais de cinco milhões de consultas, segundo o Banco Central. 

Como funciona o golpe dos ‘Valores a receber BCB’?

Neste golpe, os criminosos enviam mensagens para a vítima, normalmente pelo WhatsApp, informando sobre valores que ela tem a receber, que podem ser benefícios esquecidos, herança ou dinheiro esquecido em alguma conta bancária.

Dessa forma, esse golpe se enquadra como um dos golpes do WhatsApp, o app de mensagens tão popular que tem sido utilizado por criminosos para se comunicar com possíveis vítimas.

Na mensagem, há um link em que a vítima deve clicar para consultar se tem algum dinheiro a ser recebido. No entanto, o site é falso.

Leia mais: Entenda como saber se um site é falso

Imagem: Reprodução do Portal UOL

Ao clicar no link, que costuma abrir apenas em celulares, são solicitadas informações pessoais, como número de documentos, como CPF e RG, senhas e até chave Pix para receber o suposto pagamento. 

Os criminosos utilizam dados assim para aplicar outros golpes financeiros no futuro, em nome da vítima.

Depois de inserir as informações, a vítima vê uma mensagem com instruções para compartilhar o link com contatos do WhatsApp para poder receber o seu Pix com os valores esquecidos.

Normalmente, o valor que consta como a receber é o mesmo para todos: R$ 1.915. Agora, é importante lembrar que as informações podem ser alteradas com o objetivo de confundir as potenciais vítimas, beleza?

Tudo, claro, não passa de uma fraude. A vítima não vai receber o dinheiro esquecido, porque o sistema é totalmente forjado. O site não é o endereço oficial do Banco Central e as informações apresentadas não são verdadeiras.

Além do risco de clicar em um link desconhecido e fornecer dados pessoais e sensíveis, a vítima ainda pode levar outras pessoas a sofrerem o mesmo golpe se compartilhar a mensagem.

Ah, vale um alerta importante: mesmo que o site não seja o do Banco Central, e sim um link fraudulento, os golpistas tentam simular a identidade visual do órgão, para dar mais credibilidade à história que é contada.

Outra estratégia usada no golpe dos valores a receber do Banco Central é apressar a vítima a fazer logo a suposta consulta, dizendo que o saque só está disponível por poucos dias.

Isso é muito comum, porque gera uma certa ansiedade e muitas vezes faz as pessoas agirem mais rápido, sem refletirem tanto sobre as informações que acabaram de ler.

O golpe ganhou tanto destaque que a Polícia Federal emitiu um alerta sobre ele. Segundo a PF de Pernambuco, os criminosos podem utilizar os dados das pessoas para abrir contas em instituições financeiras, conseguir cartões de crédito ou até ter acesso ao cheque especial das vítimas.

Como se proteger do golpe que promete devolver o dinheiro esquecido no banco?

A dica mais importante é nunca clicar em links desconhecidos em mensagens recebidas por redes sociais. Essa é uma das estratégias mais populares para aplicar golpes financeiros hoje em dia.

Também é preciso desconfiar de mensagens de pessoas que você não conhece no WhatsApp ou redes sociais. Até mesmo por e-mail é preciso ficar de olho para não cair em armadilhas.

Se quiser saber mais sobre isso, confira nosso conteúdo que ensina como não cair em golpes na internet. Lá você encontra as principais dicas para garantir sua segurança.

Além disso, quando a mensagem usa o nome de órgão oficial, é fundamental redobrar a atenção. 

Em geral, as instituições, seja o Banco Central ou até bancos e empresas, não enviam links para você preencher dados pessoais por chats ou redes sociais.

Em relação ao golpe com valores a receber, o próprio Banco Central fez um alerta. “O Banco Central não envia links, nem entra em contato com você para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais”, afirma a instituição.

Orientações do Banco Central para não cair em golpes

De acordo com o BC, a única forma de fazer consulta ao saldo é pelo site oficial valoresareceber.bcb.gov.br. Apenas a instituição que aparece no Sistema de Valores a Receber é que pode entrar em contato com os cidadãos.

O Banco Central também reuniu algumas orientações para evitar golpes relacionados aos valores a receber:

  • O único site para consultar a devolução de dinheiro esquecido e receber orientações sobre como fazer essa solicitação, seja do seu dinheiro, da sua empresa ou de pessoas falecidas, é https://valoresareceber.bcb.gov.br;
  • Todos os serviços do Sistema de Valores a Receber são gratuitos. Por isso, não aceite fazer pagamentos para ter acesso ao dinheiro;
  • O Banco Central não envia links e também não entra em contato com você para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais. Apenas a instituição financeira que aparece no SVR pode te contatar, mas atenção: ela nunca vai pedir sua senha. Se ficar na dúvida sobre uma mensagem, sempre procure a empresa por canais oficiais;
  • Nunca clique em links suspeitos que sejam recebidos por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.

Leia mais: Como evitar e denunciar golpes virtuais pelo celular

Como consultar valores a receber do Banco Central em segurança?

É muito simples consultar se você tem valores para receber no sistema do Banco Central. Confira o passo a passo:

  • Acesse o site https://www.bcb.gov.br/meubc/valores-a-receber;
  • Clique no botão ‘Consulte se tem valores a receber’;
  • Insira seu CPF ou CNPJ e a data de nascimento
  • Clique em ‘Consultar’ e pronto, o sistema vai mostrar se você tiver dinheiro esquecido.

O que fazer se cair no golpe dos valores a receber?

Caso você caia no golpe, a primeira coisa a fazer é procurar a Polícia Civil do seu estado imediatamente para registrar a ocorrência.

Se os criminosos usarem os seus dados para aplicar golpes, como abrir uma conta ou solicitar um cartão de crédito, o registro vai te ajudar a provar que as movimentações não foram feitas por você.

Além disso, se você fez qualquer tipo de transação bancária para receber o suposto dinheiro esquecido, avise a instituição financeira o mais rápido possível. O banco vai tentar reaver os valores, se ainda estiverem na conta para a qual foram enviados.

Nossas dicas foram úteis? Então confira outros conteúdos para se proteger de golpes e fraudes na Central de Segurança!

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 28

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados