11 estratégias de vendas online para seu e-commerce

Aprenda a melhorar os resultados do seu e-commerce com estratégias de vendas online, passando pela escolha da plataforma, formas de pagamento e pós-vendas

14 de abril de 2022

Os negócios online nunca estiveram tão em alta, sobretudo após o início da pandemia da Covid-19. Se você quer abrir uma loja virtual ou melhorar os seus resultados, este texto é para você. Aqui, você vai aprender as 11 melhores estratégias de vendas online para o seu e-commerce.

De acordo com uma pesquisa da NielsenlQ Ebit, o setor de vendas pela internet cresceu mais de 27% em 2021, em comparação com o ano anterior. O faturamento anual passou de 143,6 bilhões em 2020 para R$ 182,7 bilhões no ano passado.

Dados da Neotrust apontam, inclusive, que 2021 foi o melhor ano da história para o e-commerce brasileiro, tanto em relação ao faturamento, quanto ao número de pedidos e ticket médio.

Em nosso conteúdo sobre como ganhar dinheiro na internet com seu negócio em 12 passos, nós já te falamos sobre a importância de levar a sua loja para o ambiente virtual.

Desta vez, vamos te dar dicas de vendas online para o seu negócio, com ajuda da Camila Sato, coordenadora de aquisição do time de Serviços Financeiros PJ do PicPay.

“A pandemia acentuou ainda mais a importância de oferecer para o cliente diversas formas de compra, o que fez com que os estabelecimentos percebessem que não podem mais estar reduzidos a apenas uma, como a loja física.” 

Camila Sato, coordenadora de aquisição do time de Serviços Financeiros PJ do PicPay

Para ela, é muito importante que as melhores estratégias de vendas online sejam utilizadas para que o negócio seja lucrativo.

“Além disso, por meio do e-commerce, o lojista pode oferecer uma experiência de compra mais fácil e ágil para o cliente, que pode comprar a qualquer hora e qualquer lugar, e realizar de forma mais fácil e escalável a fidelização do consumidor”, complementa.

Estratégias de vendas online para impulsionar seu e-commerce

Agora que você já sabe sobre a importância de investir em um negócio virtual e adotar as melhores dicas de vendas online disponíveis, acompanhe 11 estratégias sugeridas pela especialista em e-commerce do PicPay.

1. Aposte em uma boa plataforma de e-commerce

O primeiro passo é essencial para que o seu negócio prospere virtualmente: escolher a melhor plataforma de e-commerce para abrir a sua loja. 

Existem diversas opções no mercado atualmente. Desde soluções completas, com venda de domínio e oferta de criador de site, por exemplo, até mais específicas, como plugins que devem ser integrados a algum site já existente.

Não é possível definir qual é a melhor opção de forma geral, pois isso depende de vários fatores, como o seu ramo de atuação e o tamanho da sua loja. 

Para exemplificar, a plataforma não deve ser a mesma para um vendedor de cursos online e para um comerciante de roupas.

Por conta disso, é importante que você conheça o seu mercado, seus clientes e seus concorrentes. Aprenda com o sucesso de outras marcas, mas procure por diferenciais no seu negócio. 

Com isso em mente, estude sobre as diferentes plataformas de vendas online e escolha a que melhor se encaixa ao seu negócio e orçamento, pensando no fluxo do site.

É recomendado que o seu site seja responsivo, ou seja, que ele se adapte bem a diversos dispositivos, já que grande parte das compras são feitas por celulares. 

Também importante é que ele possua um certificado de segurança (SSL). Isso vai ajudar, ainda, na próxima estratégia.

2. Seja transparente e ganhe a confiança do cliente

“O brasileiro ainda é muito desconfiado na hora de fazer compras online, por isso é importante que o empreendedor foque em passar confiança para o cliente, sendo o mais transparente possível”, afirma Camila.

Neste contexto, é importante que você coloque todas as informações necessárias sobre a sua loja e seus produtos. Em hipótese alguma faça propagandas enganosas.

Segundo a chamada Lei do E-commerce, de 2013, a loja precisa obrigatoriamente prestar informações claras sobre o serviço, produto e fornecedor, oferecer atendimento facilitado ao consumidor e garantir o direito de arrependimento do cliente.

Para isso, entre outros pontos, você deve informar:

  • Seu endereço físico e eletrônico, com dados sobre contato;
  • Características sobre o produto, incluídos os riscos à saúde e à segurança dos consumidores;
  • Possíveis despesas adicionais, como frete, por exemplo;
  • As condições de pagamento e de envio;
  • Um canal para atendimento;
  • Um meio para declaração de arrependimento.

3. Mantenha-se antenado à concorrência

De nada adianta você criar uma loja da forma adequada se os seus produtos não são atrativos ou não possuem preços competitivos.

Lembre-se de que no ambiente virtual é muito fácil para o cliente pesquisar o mesmo produto, ou semelhantes, em diversas lojas diferentes.

Leia mais: As 12 melhores dicas de vendas para impulsionar seu negócio

Por isso, é muito importante que você monitore seus concorrentes e busque maneiras de oferecer diferenciais que convençam o cliente a comprar de você.

4. Capriche em boas fotos e bons textos

“A propaganda é a alma do negócio”, diz o ditado. Não basta você ofertar bons produtos e serviços, você também precisa saber como anunciar.

Tire boas fotos ou invista na contratação de algum fotógrafo especializado. A utilização de vídeos pode ser um diferencial, já que o cliente poderá conhecer um pouco mais sobre o que está sendo vendido.

Por fim, como já falamos anteriormente, a descrição correta do produto ou serviço é essencial. Seja criativo, dedique-se a fazer um bom texto chamativo e com todas as informações necessárias.

5. Invista em redes sociais de forma orgânica

Mais de 70% da população do Brasil, cerca de 150 milhões de brasileiros, utilizam redes sociais. É o que aponta um levantamento do site Cupom Válido, com dados da Hootsuite e WeAreSocial.

O estudo ainda indica que a população brasileira é a terceira do mundo que mais usa as redes sociais diariamente, ficando nelas em média durante três horas e 42 minutos por dia. 

Neste cenário, você deve investir em conteúdos nas redes sociais mais utilizadas. Como consumidor, você já deve ter se interessado por algum produto após ver uma foto, certo? 

Ao tentar vender algo, se coloque no lugar do cliente. As redes sociais são uma ótima vitrine para mostrar mais sobre o que você negocia e também sobre a sua marca. Lembre-se de que conquistar a confiança do consumidor é sempre uma ótima estratégia.

6. Invista também em mídia paga

Muitas vezes, os conteúdos orgânicos, ou seja, aqueles em que você não investe dinheiro para a divulgação, têm pouco alcance e não atingem o público-alvo desejado por você.

Nesse sentido, considere a possibilidade de investir parte do seu orçamento em anúncios, tanto para redes sociais quanto para sua loja virtual.

As principais plataformas de anúncio são o Google Ads e o Facebook Ads, mas há outras alternativas. Para entender qual se encaixa melhor à sua proposta, você precisa analisar as possibilidades de cada uma.

7. Dê uma atenção especial à comunicação entre você e o cliente

Em uma loja física, você pode auxiliar um cliente que esteja com dúvidas sobre um produto, serviço, meio de pagamento ou condições para compra.

No ambiente virtual, sem este contato físico, o consumidor pode se sentir desamparado e precisar de ajuda. Caso ele não encontre o suporte necessário, provavelmente desistirá da compra e buscará em outra loja.

Para não perder este tipo de venda e também para oferecer um serviço mais completo para o cliente, você pode e deve oferecer canais de comunicação entre sua loja e o possível comprador.

Isto pode ser feito dentro do próprio site, com um chat, ou disponibilizando um canal por WhatsApp. 

É importante que o atendimento seja bem feito, respondendo ao cliente no menor tempo possível.

8. Pense em promoções

Uma maneira de você atrair, conquistar e até mesmo fidelizar clientes é pensando em promoções.

Uma tática muito utilizada é a disponibilização de cupom de desconto para a primeira compra e também a isenção de taxa de entrega para produtos a partir de um valor definido por você.

Além disso, você pode aproveitar as datas comemorativas para oferecer descontos, como Natal, Dia das Mães e dos Pais, Dia dos Namorados, Dia das Crianças, Páscoa e Semana do Consumidor, além da Black Friday, que caiu nas graças da população brasileira.

Outra estratégia é oferecer produtos e serviços semelhantes ao escolhido pelo cliente no momento da compra.

Por fim, uma tática para fidelizar o cliente é oferecer descontos em compras futuras e também no aniversário da pessoa.

9. Ofereça os melhores meios de pagamento para loja online

No blog do PicPay, já abordamos sobre as melhores formas de pagamento para loja virtual. As principais são:

  • Cartão de crédito e débito;
  • Pix;
  • Boleto bancário;
  • QR Code.

É muito importante que você diversifique as formas de pagamento disponíveis, para não perder vendas na etapa final.

Além do mais, para integrar os meios de pagamento ao seu e-commerce, opte por soluções que garantam tanto a sua segurança quanto a do cliente.

Para facilitar a sua vida, o PicPay conta com uma plataforma que permite que os mais de 65 milhões de usuários do app façam pagamentos dentro do seu site, utilizando apenas um QR Code.

Com o PicPay E-commerce, o cliente pode escolher entre utilizar o saldo em carteira ou algum cartão para efetuar a compra. 

Já você pode escolher em quanto tempo quer receber o dinheiro, podendo optar até mesmo por um dia depois da compra. A taxa sobre a venda, a única cobrada para uso do serviço, varia de acordo o período escolhido: 3,89% em 30 dias; 4,61% em 14 dias e 5,89% em 24 horas.

O PicPay E-commerce conta com várias vantagens, como isenção de taxa de saque e mensalidade; instalação gratuita e de fácil integração com seu e-commerce e um mês de testes, livre de qualquer taxa.

Conheça as vantagens do PicPay E-commerce

10. Tenha a melhor logística possível

Muitas vezes, quando o cliente tem a possibilidade de comprar um mesmo produto em diferentes lojas, ele opta por qual entrega primeiro, cobrando o frete mais barato.

Então você deve buscar ter uma logística eficiente, oferecendo diferentes meios de envio para o seu cliente e fazendo o despacho rapidamente. 

Para isso, você precisa ter um controle do seu estoque e das suas vendas, até mesmo para evitar que algum produto se esgote e você precise cancelar uma compra que já estaria garantida.

Tanto o PicPay E-Commerce quanto o PicPay Empresas oferecem para você empreendedor uma ferramenta chamada Painel do Lojista. Por meio dela, você pode monitorar os resultados da sua loja e fazer uma gestão de vendas mais completa.

Conheça mais sobre o Painel do Lojista no vídeo abaixo:

11. Não descuide do pós-vendas

Por fim, mas não menos importante, fique atento ao pós-vendas. Lembre-se de que tão importante quanto fazer uma venda, é conquistar o cliente para que ele volte a comprar com você.

Essa fidelização pode ser feita de diversas maneiras. Desde oferecer um bom atendimento e dar cupons para futuras compras, como já falamos anteriormente, até colhendo feedbacks e aplicando pesquisas.

Todas essas estratégias de vendas online são cruciais para que você consiga se destacar em um mercado que está aquecido, mas com muita competição. Tenha sempre em mente que a experiência do cliente é essencial para o seu negócio funcionar.

“Existe um movimento de crescimento no número de compras online, por diversos motivos, não só por causa da pandemia que acentuou esse movimento, mas também pela facilidade e comodidade desse tipo de compra. Dessa forma, o consumidor brasileiro busca por uma experiência de compra fluida e segura.”

Camila Sato, coordenadora de aquisição do time de Serviços Financeiros PJ do PicPay


Gostou desse conteúdo? Esperamos que sim! Acesse mais dicas sobre empreendedorismo, vendas e e-commerce, entre outros assuntos, na editoria Meu Negócio!

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 4

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados