O que é a estratégia de preço médio (Dollar-Cost Averaging)?

Saiba tudo sobre a estratégia de preço médio, ou Dollar-Cost Averaging (DCA), no mercado de criptomoedas

5 de setembro de 2023

Quando o assunto é investimento em criptomoedas, existem diversas táticas disponíveis. Uma delas é conhecida como estratégia de preço médio ou dollar-cost averaging (DCA), em inglês. 

Leia mais: O que é criptomoeda: guia completo sobre o investimento

Essa abordagem de investimento pode te ajudar a investir em criptomoedas sem que você tenha a necessidade de ficar acompanhando de perto as flutuações do mercado. 

O mercado de criptomoedas é conhecido pela sua alta volatilidade e o método de custo médio em dólar pode ser muito eficaz e te ajudar na hora de comprar criptomoedas.

Siga a leitura para entender como essa estratégia pode te ajudar a comprar criptomoedas por um período pré-definido de forma que você consiga aproveitar as oportunidades do mercado.

O que é a estratégia de preço médio ou Dollar-Cost Averaging (DCA)?

O custo médio em dólar (DCA) é uma estratégia de investimento que ajuda os investidores a tomarem decisões sem se deixar influenciar por suas emoções.

Nessa estratégia, você tem a possibilidade de minimizar a volatilidade na compra de ativos como as criptomoedas

Em outras palavras, o investidor realiza a compra das suas criptomoedas em intervalos predeterminados, o que ajuda a minimizar o impacto das oscilações nos preços. 

Sendo assim, você decide aplicar uma quantia de dinheiro em uma determinada criptomoeda de maneira consistente que pode ser semanal, mensal ou qualquer outro intervalo de tempo.

Essa estratégia de investimento deve ser executada independentemente das variações nos preços das criptomoedas.

Pela facilidade, é uma alternativa mais favorável para quem está começando a investir em criptomoedas ou para aqueles que preferem não se aprofundar em técnicas mais complexas de análise de mercado.

Quem deve usar DCA?

A estratégia de preço médio em dólar é ideal para investidores que estão focados em comprar criptomoedas com o objetivo de mantê-las por um longo prazo.

A palavra-chave para esse tipo de estratégia é consistência, pois o objetivo do investidor é definir um valor fixo que vai ser destinado para investir consistentemente em uma ou mais criptomoedas.

Vale a pena mencionar que receios, medos, incertezas ou outros sentimentos que muitas vezes são comuns em estratégias de curto prazo é algo que podem ser evitados com essa abordagem.

Além disso, o custo médio em dólar é uma estratégia de investimento que pode ser muito eficaz quando o mercado está em baixa, isto é, passando por períodos em que os preços das criptomoedas podem sofrer quedas com mais frequência.

Apesar dos investidores sentirem uma certa insegurança por não saberem qual é a hora certa de comprar criptomoedas ou se questionarem se estão entrando cedo ou tarde demais, a estratégia pode ajudar a evitar essas incertezas.

Leia mais: Qual criptomoeda comprar hoje? Saiba como decidir

Em alguns casos, essa estratégia pode ajudar os investidores a comprar criptomoedas em momentos em que os preços estão mais baixos.

Agora que você já entendeu como a estratégia de investimento baseada no custo médio em dólar funciona, vamos dar uma olhada em como aplicá-la em diferentes cenários.

Como funciona a estratégia de preço médio? 

Para facilitar o entendimento sobre como funciona o DCA, vamos dar um exemplo.

Imagine que você esteja planejando investir R$ 10.000 e acredita que seja uma boa ideia investir em Bitcoin ou outra criptomoeda.

Nesse cenário, a ideia é pegar a quantia de dinheiro disponível, ou seja, os R$ 10.000 e dividir esse valor em 50 partes. Dessa forma, você pode realizar um total de 50 transações de compra de criptomoedas que sejam equivalentes a R$ 200. 

Em outras palavras, você consegue comprar R$ 200 em Bitcoin ou outra criptomoeda e investir em criptomoedas toda semana, independentemente do preço.

Sendo assim, você vai ter investido R$ 800 em criptomoedas todos os meses. Ao final de um ano terá investido um total de R$ 9.600 em Bitcoin ou outra criptomoeda.

Em aproximadamente um ano, vai ter acumulado quase R$ 10.000 em investimentos em criptomoedas usando a estratégia de preço médio.

Custo médio em dólar quando o mercado de criptomoedas está em baixa

Basicamente, o método do custo médio em dólar é uma estratégia de investimento de compra recorrente ou contínua. 

Conforme mencionamos no exemplo anterior, você divide a quantia de dinheiro que quer investir, no caso acima R$ 10.000, em várias compras de criptomoedas.

Ao comprar R$ 200 em criptomoedas toda semana e investir o equivalente a R$ 800 todo mês, mesmo que o preço da criptomoeda varie durante esse período, o investidor pode continuar acumulando criptomoedas ao longo do tempo.

Sendo assim, mesmo que o mercado de criptomoedas esteja passando por um ciclo de baixa, o investidor continuará focado no longo prazo. 

Dessa forma, você não vai perder a oportunidade de lucrar quando o mercado de criptomoedas entrar novamente em um ciclo de alta e também vai ser capaz de diminuir alguns riscos ao comprar criptomoedas durante um ciclo de baixa.

Vale mencionar que alguns investidores preferem esperar até que o ciclo de baixa no mercado de criptomoedas tenha terminado para começar a comprar criptomoedas.

De um lado, o preço da criptomoeda provavelmente será mais alto se ele decidir esperar para efetuar a compra. Por outro lado, o risco da queda no preço da criptomoeda poderá ser minimizado.

Custo médio em dólar quando o mercado de criptomoedas está em alta

A estratégia de preço médio costuma ser mais eficaz nos períodos em que o mercado de criptomoedas está passando por um ciclo de baixa (quando os preços estão em queda) do que em ciclo de alta (quando os preços estão em alta).

Isso acontece porque à medida que o preço das criptomoedas aumenta ao longo do tempo, a quantidade das moedas digitais que podem ser adquiridas durante um mercado de alta acaba sendo menor.

Por exemplo, imagine que você tenha R$ 10.000 para investir em criptomoedas e o preço de uma determinada moeda é R$ 100. Com esse preço, seria possível comprar 1 mil unidades da criptomoeda em questão.

Agora, imagine que o preço dessa criptomoeda tenha subido para R$ 200 durante um mercado de alta. Como o preço aumentou, você só conseguiria comprar 500 unidades, ou seja, metade do que teria comprado no outro cenário.

Custo médio em dólar quando o mercado de criptomoedas está “de lado”

“Mercado de lado” é um cenário onde o movimento do preço do Bitcoin ou de outras criptomoedas se movimenta de forma lateral, ou seja, em que o preço da criptomoeda varia dentro de uma faixa de preço relativamente previsível.

Quando o mercado se comporta dessa maneira, os traders procuram identificar uma linha de tendência entre os níveis de suporte (preço baixo) e resistência (preço alto).

Nesse caso, os investidores mais experientes costumam aproveitar os mercados laterais para comprar criptomoedas em pontos que representam os preços baixos. 

Além disso, eles também procuram os pontos que representam os preços altos para vender suas criptomoedas.

Em um cenário de mercado lateral, a hipótese é que o preço da criptomoeda permaneça estável ao longo do tempo. 

Sendo assim, o investidor não vai sentir o impacto das flutuações no preço se ele decidir aplicar a estratégia de preço médio.

Vale a pena usar o preço médio para investir em criptomoedas?

O custo médio em dólar pode ser aplicado em qualquer classe de investimento que apresenta uma certa volatilidade.

Porém, essa estratégia de investimento pode ser ainda mais relevante para quem investe em criptomoedas.

O mercado de criptomoedas é caracterizado pela alta volatilidade e a mudança no preço costuma ser bastante acentuada.

Leia mais: Investir em criptomoedas é seguro? Veja riscos e oportunidades

Portanto, ao adotar a estratégia de custo médio em dólar é possível nivelar o preço de compra e também aproveitar os momentos em que o mercado está em baixa para comprar suas criptomoedas por um ótimo preço.

É importante lembrar que essa estratégia de investimento pode trazer melhores resultados  durante um ciclo de baixa, ou seja, quando os preços das criptomoedas estão caindo.

Lembrando que é durante o mercado de baixa que o preço médio na hora de comprar criptomoedas se torna mais baixo a cada compra recorrente.

Quais são as vantagens da estratégia do custo médio?

Conforme mencionamos no exemplo acima, podemos observar que comprar criptomoedas usando a estratégia de custo médio em dólar pode aumentar sua chance de obter um ótimo retorno. 

Além de aproveitar os momentos em que o mercado está em baixa e o preço das criptomoedas está em queda.

Outras vantagens que vale a pena mencionar:

  • Evitar os riscos associados a alta volatilidade no mercado de criptomoedas;
  • Não deixar que as emoções acabem influenciando suas decisões de investimento;
  • É a estratégia de investimento ideal para quem quer investir em Bitcoin ou outras criptomoedas com foco no longo prazo.

Quais são as desvantagens do preço médio?

Seguir a estratégia de custo médio em dólar pode fazer com que você perca a oportunidade de colocar todo o seu dinheiro no momento em que o preço do Bitcoin ou outras criptomoedas estão mais baixos.

Se a estratégia for executada de maneira correta, algumas compras serão feitas a um preço mais alto, enquanto outras a um preço mais baixo. 

Sendo assim, essa estratégia elimina a possibilidade de comprar criptomoedas apenas quando seus preços estão em queda.

Além disso, pode levar um certo tempo até que você alcance a exposição desejada.

Isso acontece porque as compras de Bitcoin ou outras criptomoedas são feitas de forma regular, investindo apenas uma determinada quantia de dinheiro a cada período (semanal, mensal ou outra opção).

Dependendo de como você planeja sua estratégia de investimento, o período pode ser entre alguns meses ou, até mesmo, 12 meses ou maior que isso.

Caso a estratégia de custo médio seja aplicada durante um período em que o mercado de criptomoedas está em um ciclo de alta, é provável que na sua próxima compra o preço da moeda digital esteja mais alto. 

Sendo assim, é melhor evitar essa abordagem durante um mercado em alta, pois a quantidade de criptomoedas adquiridas será menor conforme já mencionamos no artigo.

Como usar o custo médio em dólar para investir em Bitcoin? 

Uma maneira bem fácil de aplicar a estratégia do custo médio em dólar para investir em Bitcoin e outras criptomoedas é através da compra recorrente.

A boa notícia é que o PicPay vai lançar em breve a opção de compra recorrente de criptomoedas dentro do aplicativo.

Assim, vai ser possível escolher qual é a criptomoeda que você quer comprar e definir qual é a frequência: diária, semanal ou mensal. 

Uma das vantagens da compra recorrente através do app do PicPay é que basta configurar essa funcionalidade para que você possa simplificar a sua forma de investir em Bitcoin ou outra criptomoeda.

Sem contar que você não vai ter que se preocupar em comprar criptomoedas toda semana, mês ou em qualquer outra frequência de forma manual, o que pode exigir muito esforço da sua parte.

Atualmente a corretora do PicPay conta com dez opções de tokens:

  • Bitcoin (BTC);
  • Ethereum (ETH);
  • Pax Dollar (USDP), stablecoin lastreada em dólar;
  • Litecoin (LTC);
  • Polygon (MATIC);
  • Uniswap (UNI);
  • Chainlink (LINK);
  • Bitcoin Cash (BCH);
  • Aave (AAVE);
  • Solana (SOL).

Veja mais sobre como comprar e vender criptomoedas pelo PicPay e o que analisar antes de investir.

Agora que você já sabe tudo sobre a estratégia de preço médio, aproveite para conferir outros conteúdos para o seu planejamento financeiro!

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados