Como tirar meus dados do Google e evitar golpes financeiros

Como tirar meus dados do Google? Aprenda a remover dados pessoais que podem ser utilizados em golpes financeiros, como nome, CPF, e-mail, telefone e até cartão de crédito

27 de junho de 2022

Se você usa internet para qualquer finalidade, está sujeito a ter os dados pessoais disponíveis para quem quiser ver, inclusive golpistas. Mas existem maneiras de solicitar a exclusão dessas informações nos mecanismos de buscas. “Então, como tirar meus dados do Google?”. Siga a leitura que vamos te ensinar!

Informações como seu nome, CPF, número de celular, e-mail e até dados bancários, como o número do seu cartão de crédito, podem ser usados em golpes financeiros.

Para não perder dinheiro em situações como essa, é muito importante que você saiba como proteger suas informações e também retirar seus dados pessoais e financeiros do Google.

Em nossos conteúdos sobre golpes phishing e golpes virtuais, explicamos que grande parte dos ataques cibernéticos utilizam meios como e-mail e telefone celular para chegar às vítimas.

De forma geral, os golpistas conseguem as suas informações pessoais por meio de vazamentos de dados ou até mesmo com consultas simples em mecanismos de buscas, como o Google.

Em alguns casos, até o seu CPF e dados bancários ficam disponíveis para consulta, te deixando ainda mais exposto em relação a ataques, como o golpe do FGTS.

Esses dados são vazados ou disponibilizados para consulta quando, por exemplo, você se cadastra em algum site ou aplicativo que não é de confiança. Outra possibilidade é quando você mesmo divulga pelas suas redes sociais.

Por isso é muito importante que você se proteja. Algumas dicas de segurança de dados são:

  • Nunca clique em links desconhecidos;
  • Não informe seus dados pessoais ou bancários para sites ou instituições que você não conheça;
  • Utilize suas redes sociais apenas entre amigos e não divulgue seu telefone ou e-mail por meio delas;
  • Se for necessário, pense em remover informações do Google.

Como tirar meus dados do Google?

A pesquisa do Google funciona como uma ferramenta de busca entre todos os sites disponíveis, assim como outros buscadores como o Bing e o Yahoo. Ou seja, se uma informação sua é exibida pelo Google, é porque ela está publicada em algum lugar.

Como o Google é o site de buscas mais utilizado no mundo, pedir a exclusão dos seus dados pessoais em pesquisas já é uma medida de segurança bem importante. 

A empresa se compromete a remover informações pessoais que podem gerar riscos de roubo de identidade, fraude financeira ou outros danos específicos. Você pode solicitar a remoção dos seguintes conteúdos em buscas: 

  • Informações pessoais como CPF, e-mail, telefone, endereço e foto;
  • Dados bancários;
  • Imagens explícitas e íntimas sem consentimento;
  • Conteúdo pornográfico;
  • Imagens de menores de idade;
  • Materiais pornográficos associados ao seu nome.

Como remover meu nome nas buscas do Google?

Você encontrou algum dado seu por meio do mecanismo de busca e quer saber como remover informações pessoais do Google? A gente te ensina! 

As informações de identificação pessoal que podem ser removidas são:

  • Número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
  • Fotos de documentos pessoais como carteira de identidade, de trabalho ou de motorista;
  • Dados de contas bancárias;
  • Informações de cartões de crédito;
  • Endereço, telefone e e-mail;
  • Registros médicos;
  • Fotos de assinaturas escritas à mão.

Cabe ressaltar que o Google pode negar a remoção caso o conteúdo seja considerado de interesse público, nesses três casos:

  • Conteúdo de fontes governamentais e outras fontes oficiais;
  • Conteúdo jornalístico;
  • Conteúdo relevante para profissionais.

Caso o seu pedido de remoção seja embasado por alguma decisão judicial, você pode contar com uma página específica do Google para solicitar a retirada de dados pessoais

Se as informações mostradas na pesquisa forem de uma página que já foi removida ou atualizada sem os seus dados, o procedimento também é diferente. Basta que você entre na página de remoção de conteúdos desatualizados do Google e faça sua solicitação.

Se o seu caso não envolve decisões judiciais ou páginas desatualizadas, você precisa seguir os passos abaixo para solicitar que seus dados sejam removidos das pesquisas:

  • Confira se as opções “Remover informações encontradas na Pesquisa Google” e “Nos resultados de pesquisa do Google e em um website” já estão preenchidas automaticamente;

  • Abaixo, marque se você já entrou em contato com o site onde seus dados estão vinculados;

  • Em seguida, selecione a opção “Informações pessoais, como números de identificação e documentos particulares”;

  • Dentre as opções, informe qual é o tipo de dado que você quer remover da pesquisa;

  • Depois disso, você deve preencher todo o formulário, inserindo os seus dados pessoais, capturas de tela e o URL do site em questão, além do URL da busca no Google.

  • Confira se está tudo correto e confirme a autenticidade das informações passadas por você;

  • Clique em “Enviar”.

O que acontece depois de fazer a solicitação?

Após a solicitação, o Google envia uma confirmação automática por e-mail e começa a analisar o conteúdo. Não existe um prazo definido para a conclusão, mas o resultado também é comunicado pelo seu e-mail.

Entre outros fatores, a empresa analisa se realmente os dados podem gerar riscos para você e se eles não são de interesse público. 

Caso seja necessário, a equipe responsável entrará em contato com você para solicitar mais informações, na hipótese de você não ter enviado os URLs e capturas de tela necessárias.

Se o resultado da análise for positivo, os materiais serão removidos da ferramenta de pesquisa do Google. Existem duas possibilidades nesse caso.

Para conteúdos relacionados a documentos de identificação confidenciais, contas bancárias, números de cartão de crédito e informações semelhantes, o URL não vai mais aparecer em nenhuma consulta de pesquisa.

Quando as informações são acompanhadas por conteúdo de interesse público ou têm conteúdo sobre outros indivíduos, o URL não vai aparecer para uma consulta de pesquisa que contenha seu nome ou outro identificador desse tipo.

Já se o seu pedido não atender aos requisitos, o Google envia um comunicado com breve explicação dos motivos. Sabendo o que ocorreu, você pode fazer uma nova solicitação, com mais materiais.

Peça também a remoção diretamente com o site

Como já abordamos anteriormente, nesses casos o Google atua apenas como uma ferramenta de pesquisa. Na prática, mesmo que o site pare de aparecer no buscador, ele pode continuar sendo acessado de outras maneiras.

Por conta disso, o ideal é que você também solicite a remoção das informações junto ao site onde elas estão hospedadas. Tente encontrar algum canal de comunicação no site, como um link de “Fale conosco” ou e-mail. 

Caso o site não possua esses canais, o Google conta com uma ferramenta que possibilita a consulta do proprietário e também da empresa que faz a hospedagem.

Para isso, você precisa acessar o buscador do google e pesquisar por WHOIS e o endereço do site. Por exemplo: WHOIS https://blog.picpay.com/.

Como proteger os dados do seu cartão de crédito?

Por praticidade, diversas pessoas optam por salvar o cartão de crédito quando fazem alguma compra, pensando em compras futuras. Contudo, essa prática pode apresentar riscos relacionados a fraudes financeiras.

Abaixo, vamos listar alguns motivos para você pensar bem antes de salvar dados de pagamentos:

A sua conta pode ser invadida

Caso você tenha o seu cartão de crédito salvo em algum aplicativo ou loja virtual, você corre o risco de ter a conta invadida, seja por meio de um ataque hacker ou até mesmo após perder ou ter o celular roubado.

Os seus dados podem ser vazados

Você precisa estar atento para não divulgar informações pessoais e financeiras para sites desconhecidos. Mas fica o alerta de que até mesmo empresas sérias e seguras estão sujeitas a invasões que podem gerar vazamento de dados. 

Outra pessoa pode fazer alguma compra na sua conta

Se você empresta o seu celular ou computador para outra pessoa, sobretudo para crianças, pode ser que ela faça alguma compra sem a sua autorização.

Você pode assinar algum serviço sem perceber

Vários serviços de assinatura, como streamings de filmes, séries e músicas, oferecem amostras grátis durante um período de tempo. Porém, depois desse prazo, você começa a ser cobrado. Se o seu cartão estiver salvo, você pode pagar sem querer.

Como excluir cartão de crédito do Google Play?

Além de ser o maior buscador, o Google está presente em diversos serviços que provavelmente você usa no seu dia a dia, como Android, Youtube, Google Chrome, por exemplo.

O que ocorre é que o Google armazena alguns de seus dados, com o intuito de oferecer experiências mais personalizadas para você. Mais a frente, vamos mostrar que você pode controlar quais informações podem ser usadas pelo Google.

Um dado que pode estar salvo é o do seu cartão de crédito no Google Play, serviço de comercialização de aplicativos, jogos, filmes, músicas e afins. 

Caso você queira remover essas informações, aprenda como excluir cartão de crédito do Google Play, seguindo os passos abaixo:

  • Abra o aplicativo do Google Play;
  • Toque no ícone do seu perfil, no canto superior direito;
  • Vá até a seção de “Pagamentos e Assinaturas” e toque em “Formas de pagamento”;
  • Toque em “Mais” e em “Configurações de pagamento”;
  • Selecione qual forma de pagamento você quer excluir e toque em “Remover”.

Se o seu interesse em remover o cartão estiver relacionado à perda ou ao roubo de celular, saiba como proteger seus dados em situações de celular roubado  e também como rastrear o smartphone após o roubo. 

Como excluir cartão de crédito do Google Chrome?

O Google Chrome, navegador mais utilizado no mundo, também conta com uma funcionalidade de salvamento dos dados do seu cartão de crédito, para facilitar compras por meio dele.

Entretanto, como falamos anteriormente, existem vários riscos envolvidos nessa praticidade. Caso você queira apagar os dados do seu cartão no Chrome, você precisa seguir os passos abaixo.

  • Abra o Google Chrome;
  • Vá até as “Configurações”;
  • Selecione a opção de “Mostrar configurações avançadas”
  • Desça até a seção de “Senhas e Formulários”;
  • Selecione “Gerenciar configurações do preenchimento automático”;
  • Exclua todos os dados salvos na aba de “Cartões de crédito”;
  • Desative a opção de “Preenchimento automático para preencher formulários da web com apenas um clique”. 

Como descobrir o que o Google sabe sobre mim?

O Google sabe mais sobre você do que você imagina. Esse é um dos motivos para você começar a ver anúncios de algum produto que pesquisou. Entre outros motivos, o Google armazena suas informações para apresentar resultados de pesquisas e anúncios mais condizentes com o seu perfil.

Você já teve curiosidade de descobrir o que o Google sabe sobre você? Ou até mesmo como tirar seus dados do Google? É possível e super simples.

Com a ferramenta de controle de atividades do Google, você pode controlar quais dados seus podem ser salvos, excluir essas informações a qualquer momento e até mesmo optar pela exclusão automática dos dados após um período escolhido por você.

Em resumo, o Google guarda os seguintes dados:

  • Sua atividade na internet e em aplicativos, incluindo o histórico do Chrome e em sites e apps que usam serviços do Google;
  • Histórico de localização;
  • Histórico de pesquisa e de vídeos assistidos no YouTube.

Como tirar meus dados do Google relacionados a anúncios?

Para excluir seus dados ou optar pela remoção automática, basta que você acesse o controle de atividades da sua conta Google e clique em alguma das opções: “Gerenciar toda a Atividade na Web e de apps”; “Gerenciar histórico de localização” ou “Gerenciar histórico do YouTube”.

Além disso, você pode excluir os seus dados utilizando o check-up de privacidade do Google. Com ele, você pode também revisar todas as suas configurações de privacidade da sua conta.

Por fim, você pode descobrir tudo que o Google sabe sobre você na hora de veicular algum anúncio. Basta acessar a seção de configuração de anúncios para saber.  

Nesse endereço, você pode optar pela personalização de anúncios ou não. Personalizando, as ofertas tendem a ser mais úteis para você. Com a opção ativada, você ainda tem a chance de solicitar que alguns conteúdos apareçam mais ou menos durante a sua navegação.

Agora que você já sabe como tirar seus dados do Google, aprenda a se proteger ainda mais, em nossa editoria de segurança digital!

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 4.6 / 5. Número de votos: 7

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados