Como saber o saldo do FGTS? Aprenda passo a passo

Entenda o saldo do FGTS: como ele é formado, quais as possibilidades de acessá-lo e veja como consultar o valor

25 de agosto de 2023 Atualizado em 07 de fevereiro de 2024

Consultar o saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é um direito e é mais fácil do que você pode imaginar.

Além de saber quanto você possui depositado em suas contas vinculadas, a consulta do saldo do FGTS ainda permite acompanhar se os depósitos estão ocorrendo corretamente e a rentabilidade dos valores.

Também é uma ótima ferramenta para fazer planos financeiros e analisar as possibilidades de uso e acesso aos valores.

Quer saber como consultar o saldo do FGTS? Continue a leitura e descubra as principais ferramentas.

O que significa o saldo do FGTS?

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço foi criado para amparo aos trabalhadores em situações de vulnerabilidade, como demissão sem justa causa, por exemplo.  

Ele é constituído por depósitos mensais feitos pelo empregador, equivalentes a 8% da remuneração do trabalhador. Os valores são geridos pela Caixa Econômica Federal.

Assim, o saldo do FGTS é o montante integral e atualizado dos depósitos realizados em uma conta vinculada, de titularidade do trabalhador. Em outras palavras, o saldo do FGTS é o valor disponível.

Atualmente regido pela Lei nº 8.036/1990, o saldo FGTS só pode ser movimentado pelo trabalhador em situações pré-determinadas. 

Saldo do FGTS para fins rescisórios

A criação do FGTS foi motivada pela ideia de fornecer ao trabalhador suporte em momentos como o da demissão sem justa causa. Assim, o fundo serve como uma poupança para momentos de vulnerabilidade.

Dessa forma, a modalidade tradicional de saque do saldo FGTS é o Saque-Rescisão, que ocorre quando o trabalhador é demitido sem justa causa, ou seja, sem que haja culpa do empregado.

O saldo FGTS, que se acumula ao longo do contrato de trabalho, poderá ser sacado pelo trabalhador quando ocorrer demissão, acrescido da multa rescisória de 40% sobre o saldo, que é paga pelo empregador.

Por exemplo, se você tem R$ 10 mil em conta depositados pelo atual empregador, caso seja demitido sem justa causa poderá sacar os R$ 10 mil mais R$ 4 mil, depositados pelo empregador na hora da rescisão.

Esse valor total (R$ 14 mil) é o chamado saldo para fins rescisórios, ou seja, o valor disponível quando do término da relação empregatícia.

Vale dizer que na demissão por justa causa, o trabalhador não terá direito ao saque do saldo. 

Porém, neste caso, os valores depositados no FGTS ficam guardados até que uma nova situação autorizadora surja, como aquisição de imóvel para moradia, por exemplo.

Leia mais: Tipos de saques do FGTS: veja quando resgatar o dinheiro

Saldo do FGTS para Saque-Aniversário

Há poucos anos foi criada uma nova modalidade de saque do saldo FGTS, o Saque-Aniversário.

Diferentemente do que ocorre com o Saque-Rescisão, no Saque-Aniversário é possível acessar parte do saldo anualmente.

Ao optar por esta modalidade, você indica que quer retirar parte do saldo, anualmente, no mês do aniversário. 

O valor a ser recebido consiste em uma porcentagem do saldo FGTS acrescido de uma parcela fixa por faixa de valores, conforme tabela disponibilizada pela Caixa Econômica Federal:

Limite das faixas de saldo (em R$)AlíquotaParcela adicional (em R$)
Até 500,0050%
De 500,01 até 1.000,0040%50,00
De 1.000,01 até 5.000,0030%150,00
De 5.000,01 até 10.000,0020%650,00
De 10.000,01 até 15.000,0015%1.150,00
De 15.000,01 até 20.000,0010%1.900,00
Acima de 20.000,015%2.900,00

É importante lembrar que a adesão ao Saque-Aniversário deve ser feita pelo trabalhador interessado, já que a modalidade padrão adotada pelo FGTS é o Saque-Rescisão. 

Além disso, há um prazo para realizar a adesão e receber os valores ainda no ano corrente (veja o calendário de pagamento do Saque-Aniversário).

A escolha pode ser realizada pelo app FGTS ou em uma agência da Caixa. Vale citar que é possível reverter a adesão dois anos após a solicitação de mudança. 

Leia mais: Como cancelar o saque-aniversário do FGTS?

3 motivos para consultar o saldo do FGTS

Acostumadas a pensar no FGTS apenas diante da perspectiva de uma demissão, muitas pessoas passam meses ou anos sem conferir o valor total disponível em seu Fundo.

Porém, consultar o saldo FGTS é importante pois serve como forma de controle e organização.

Abaixo listamos algumas razões para você incluir a consulta do seu saldo na sua rotina de planejamento financeiro.

1. Acompanhar a regularidade dos depósitos

Se você está com contrato de trabalho ativo – ou seja, empregado sob o regime celetista – é importante verificar se seu empregador está depositando o dinheiro de forma correta. 

Além do depósito ter que ocorrer mensalmente, confira também se o valor está de acordo com as informações do seu contracheque.

É importante você saber que o atraso ou a falta de pagamento das parcelas do FGTS, pelo empregador, caracteriza ato ilícito passível de multa.

Caso note alguma inconsistência, procure imediatamente o setor de Recursos Humanos da sua empresa.

2. Verificar a evolução patrimonial

Além dos depósitos do seu atual empregador, outros valores podem ser incluídos em suas contas vinculadas.

É o caso da distribuição de lucros e do rendimento da conta, ou até mesmo algum depósito atrasado vindo de uma ação trabalhista judicial, por exemplo.  

Consultando seu saldo regularmente você consegue ter maior clareza sobre o crescimento do seu patrimônio.

3. Analisar possibilidades de resgate

Sabendo de antemão o saldo total do seu FGTS é possível também explorar as possibilidades financeiras para o dinheiro.

Você pode descobrir, por exemplo, que já tem saldo suficiente para dar entrada em um imóvel próprio. 

Ou então, conhecer quanto poderia receber se aderisse ao Saque-Aniversário para fazer frente a alguma despesa inesperada.

Para além do resgate em caso de demissão sem justa causa, diversas outras situações permitem o uso do Fundo – por isso, vale ter sempre em mente os valores disponíveis.

Saber o saldo também permite estimar quanto você receberia caso optasse pela antecipação do Saque-Aniversário, modalidade de crédito que permite resgatar, de uma única vez, vários saques anuais.

Passo a passo para saber o saldo do FGTS

Você sabe agora que o saldo FGTS é parte do patrimônio do trabalhador, que poderá sacá-lo em determinadas situações previstas em lei. Agora, como fazer para saber o saldo do FGTS?

Confira o passo a passo para consultar o saldo FGTS:

1. Consulta pelo celular

Nos dias de hoje podemos fazer quase tudo pelo celular e consultar o saldo FGTS não é diferente. Você pode saber o saldo FGTS direto na tela do seu smartphone.

A consulta é realizada pelo aplicativo FGTS, disponibilizado pela Caixa Econômica Federal. 

Portanto, o primeiro passo é conferir se você já tem o app instalado no seu celular; caso não tenha, faça o download na loja de aplicativos.

No aplicativo:

  • Ao abrir o app, aparecerá o botão “Entrar no aplicativo”: clique nele;
  • Informe seu CPF e clique no botão “Próximo”;
  • Informe sua senha e clique no botão “Entrar”;
  • Na tela que se abrirá estarão informações como as últimas contas movimentadas, a data do último depósito, entre outras;
  • Clique no botão “Saldo Total do FGTS”;
  • O valor total aparecerá na tela.

Caso você não tenha cadastro no aplicativo será necessário realizá-lo clicando em “Cadastre-se” na tela inicial.

2. Consulta pelo computador

Antes era possível a consulta também direto pelo site exclusivo do FGTS, que traz informações institucionais sobre as modalidades de saque, a utilização do fundo para moradia própria, legislação pertinente e muito mais.

Agora, porém, logo na página inicial você encontrará o link “Saldos e Extratos FGTS”. Ao clicar sobre ele, será encaminhado para a página “APP FGTS”, que indica o download do aplicativo para obter as informações do FGTS.

3. Consulta presencial

Como mencionamos, o FGTS é gerido pela Caixa Econômica Federal. Dessa forma, a consulta de saldo FGTS também pode ser realizada presencialmente.

Para isso, basta se dirigir à agência da CEF mais próxima, de posse de seus documentos pessoais e solicitar atendimento.

Perguntas frequentes sobre o saldo do FGTS

Embora seja um assunto relativamente comum entre os trabalhadores amparados pelo FGTS, muitas dúvidas surgem com relação ao fundo, principalmente no que diz respeito ao saldo das contas.

Por esse motivo, listamos e respondemos às perguntas mais frequentes sobre o saldo do FGTS, confira:

1. Preciso pagar para saber o saldo do FGTS?

Não, a consulta ao saldo do FGTS é um direito do titular, totalmente gratuita, que pode acessar as informações a qualquer momento, a partir dos canais disponibilizados para isso.

Inclusive não há nenhuma cobrança para fazer o download do app FGTS, por exemplo. Muito menos haverá cobranças em acessos pelo site ou consultas presenciais.

Se isso ocorrer, desconfie, pois é forte indício de um golpe do FGTS.

2. O saldo do FGTS aumenta todo mês?

Sim, em regra, o saldo do FGTS aumenta mensalmente.

Vale relembrar como é constituído o saldo do FGTS: todo mês, o empregador deposita o equivalente a 8% da sua remuneração na conta vinculada, enquanto o contrato de trabalho estiver ativo. 

Assim, se os depósitos são realizados corretamente, mensalmente o seu saldo do FGTS cresce.

Outro ponto relevante é acerca dos rendimentos do saldo: todo mês a Caixa Econômica Federal deposita o chamado crédito de juros e atualização monetária, que nada mais é do que os rendimentos dos valores em conta.

3. O que é a distribuição de lucros no saldo do FGTS?

Os valores depositados em contas vinculadas ao FGTS são utilizados para financiar empreendimentos nos setores de moradia, infraestrutura, saneamento e outros.

A apuração dessas movimentações consiste no resultado que, em geral, é positivo. Assim, esses créditos são distribuídos proporcionalmente ao saldo FGTS em conta até o final do exercício financeiro.

Em 2023, por exemplo, foram distribuídos R$ 12,7 bilhões a 132 milhões de trabalhadores, valor equivalente a 99% do lucro apurado em 2022.

4. O que é saldo parcial do FGTS?

O saldo parcial do FGTS é a parte possível de ser sacada por meio da modalidade Saque-Aniversário ou de eventual programa de saque do saldo FGTS instituído pelo governo.

Na modalidade Saque-Rescisão ou nas demais hipóteses autorizadoras previstas em lei, o saque do saldo pode ser integral, a critério do titular. 

Contudo, na modalidade Saque-Aniversário apenas uma parcela do saldo estará disponível.

5. O que significa saldo bloqueado do FGTS?

Saldo bloqueado do FGTS é o impedimento de movimentação dos valores contidos nas contas vinculadas. Há diversos motivos que causam o bloqueio do saldo do FGTS.

Operações financeiras que utilizam o saldo do FGTS como garantia ou como forma de pagamento, como ocorre na antecipação do Saque-Aniversário, por exemplo, são razões para o bloqueio de valores.

Outras razões comuns são determinações judiciais, como nos casos de processos que envolvam pensão alimentícia. 

Pode ocorrer também a pedido do empregador para correção, quando ocorre depósito com valor maior.

6. O que é o saldo parcial do FGTS? O que significa saldo parcial no extrato do FGTS?

Trata-se do valor acumulado até determinado período. Como o saldo está sujeito a variações (por exemplo, decorrente de novos depósitos mensais do empregador ou distribuição de lucros), o termo “parcial” é utilizado.

7. Saldo parcial do FGTS: posso sacar?

A possibilidade de resgate dos valores do Fundo, seja resgate total ou parcial, depende de o trabalhador se encaixar em alguma das hipóteses legais.

As mais comuns são demissão sem justa causa, doença grave, aposentadoria, utilização do valor para compra da casa própria ou a parcela anual do Saque-Aniversário, para quem aderiu à modalidade.

Empréstimo com garantia do FGTS no PicPay

O seu aplicativo financeiro completo lançou o primeiro empréstimo com funding próprio, a antecipação do saque-aniversário do FGTS.

Agora você pode sacar o saldo do FGTS de uma só vez pelo PicPay de maneira antecipada e receber o dinheiro em até dois minutos. 

É a antecipação do Saque-Aniversário, que possibilita receber parcelas futuras da modalidade.

A simulação e a contratação são realizadas de maneira totalmente online, garantindo praticidade e agilidade no recebimento do dinheiro.

Assim, você pode antecipar até 7 parcelas e receber o valor de uma única vez, com taxas menores que outros empréstimos e sem a necessidade de pagamentos mensais.

Para antecipar seu Saque-Aniversário com o PicPay basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Acesse o aplicativo do FGTS e habilite o Saque-Aniversário;
  • Autorize o PicPay Bank ou o Banco Digio a consultar o seu FGTS;
  • Abra o aplicativo do PicPay;
  • Na tela inicial, clique em “Empréstimo”;
  • Feito isso, selecione a opção de antecipação do saque-aniversário do FGTS;
  • clique em “Pedir empréstimo”;
  • Siga as próximas orientações da tela;
  • Pronto!

A antecipação do Saque-Aniversário é uma opção interessante para acessar o saldo do seu FGTS com custo baixo e sem criar nova despesa no orçamento.

Quer conferir mais dicas para cuidar do seu dinheiro? Confira nossos conteúdos sobre educação financeira

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 6

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados