Pesquisa Mensal de Comércio: análise de dezembro

Confira tudo que você precisa saber sobre a Pesquisa Mensal de Comércio e veja a análise da última divulgação do IBGE

7 de fevereiro de 2024

A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) é um dos pilares fundamentais para compreender o panorama econômico do país. 

Ela fornece insights valiosos sobre as atividades comerciais, ajudando a entender as tendências de consumo, o desempenho do varejo e atacado, e suas interações com a economia nacional.

Quer saber mais sobre o tema? Confira o conteúdo completo e veja a análise dos dados do comércio no Brasil em dezembro de 2023.

Análise da Pesquisa Mensal de Comércio de dezembro de 2023

Por Igor Cadilhac, economista do PicPay.

O volume de vendas do varejo restrito recuou 1,3% em dezembro, proporcional a uma alta de 1,3% ante o mesmo mês em 2022.

Já a leitura ampliada (que engloba todos os setores varejistas, incluindo as atividades de veículos, motos, partes e peças, material de construção e os atacarejos) caiu 1,1%, o equivalente a uma estabilidade frente a dezembro de 2022.

Com esses resultados, o varejo doméstico fecha 2023 com um crescimento de 1,7%.

Das oito atividades de pesquisa do varejo restrito, seis tiveram resultados negativos em dezembro. Apenas os Combustíveis e lubrificantes (1,5%) e Hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,8%), os menos afetados pelo efeito Black Friday e pela apreciação do real, não apresentaram variação negativa.

No geral, a população parece ter adiantado as compras de dezembro para aproveitar esse período.

Com relação ao varejo ampliado, novamente a grande surpresa veio dos veículos, motos, partes e peças, que recuaram 4,5% e devolveram o ganho prévio de 4%, quando atingiu o maior nível desde abril de 2014.

Já a abertura de Materiais de construção se recuperou do forte regime de chuvas registrados em setembro, especialmente nos estados do Sul, e está retomando a suas características intrínsecas, expandindo 0,4%.

Olhando à frente, para 2024, nossa perspectiva é que um mercado de trabalho aquecido, a regra de valorização do salário mínimo e a inflação comportada devam contrabalançar um juro real ainda elevado.

O que é a Pesquisa Mensal de Comércio?

A PMC é um levantamento estatístico realizado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Seu principal objetivo é analisar o desempenho do setor varejista e atacadista no país, oferecendo dados atualizados e completos sobre as atividades comerciais no país.

Para capturar informações abrangentes, o IBGE utiliza uma metodologia robusta na coleta de dados para a PMC. 

A pesquisa é conduzida em estabelecimentos comerciais de diferentes regiões do Brasil, abrangendo tanto o comércio varejista quanto o atacadista.

Os dados são obtidos por meio de questionários respondidos pelos próprios estabelecimentos, onde são solicitadas informações detalhadas sobre as vendas realizadas durante o período estabelecido. 

Esses dados são coletados e compilados pelo IBGE para análise. A PMC apresenta diversos indicadores-chave que refletem o desempenho do comércio. Alguns dos mais importantes são:

Volume de Vendas: Mostra a quantidade de bens e serviços vendidos durante o período analisado.

Receita Nominal: Reflete o faturamento total das vendas, sem considerar a inflação.

Variação Percentual: Compara o desempenho atual com períodos anteriores, indicando se houve crescimento ou queda nas vendas.

Para que serve a Pesquisa Mensal de Comércio?

A Pesquisa Mensal de Comércio é uma ferramenta essencial para compreender a dinâmica do comércio no Brasil. 

Seus dados são utilizados por empresas, investidores e órgãos governamentais para embasar decisões estratégicas, entender o mercado e antecipar tendências.

Então, em resumo, a Pesquisa Mensal de Comércio desempenha um papel crucial em diversos aspectos, como:

Indicador econômico: Os dados coletados permitem a criação de indicadores que ajudam na compreensão do desempenho do comércio. Isso auxilia na elaboração de estratégias econômicas e na tomada de decisões por parte de empresas, investidores e governo.

Avaliação de tendências: Ao analisar as variações mensais, é possível identificar tendências de consumo. Essas informações são vitais para ajustar estratégias de vendas, lançar produtos ou serviços e adaptar-se às demandas do mercado.

Política monetária e fiscal: Os dados da PMC são considerados pelo Banco Central na definição de políticas monetárias. As informações sobre o comportamento do comércio influenciam as decisões sobre taxas de juros e outras medidas financeiras.

Referência para investimentos: Investidores e empresas utilizam os dados da PMC para avaliar setores promissores, identificar oportunidades de investimento e estimar riscos associados a determinados segmentos do mercado.

Se esse é o seu caso, fica aqui uma dica: conheça o podcast Diário Econômico, em que o economista-chefe do PicPay, Marco Caruso, repercute os principais acontecimentos que afetam os mercados. 

Quer ficar por dentro de outros assuntos que impactam a economia como um todo? Então confira a nossa editoria de análises no Blog do PicPay.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados