Pesquisa Mensal de Comércio: análise mais recente

Confira tudo que você precisa saber sobre a Pesquisa Mensal de Comércio e veja a análise da última divulgação do IBGE

11 de julho de 2024

A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) é um dos pilares fundamentais para compreender o panorama econômico do país. 

Ela fornece insights valiosos sobre as atividades comerciais, ajudando a entender as tendências de consumo, o desempenho do varejo e atacado, e suas interações com a economia nacional.

Quer saber mais sobre o tema? Confira o conteúdo completo e veja a análise dos dados do comércio no Brasil, referentes a maio de 2024.

Análise da Pesquisa Mensal de Comércio de maio de 2024

Por Igor Cadilhac, economista do PicPay.

O volume de vendas do varejo restrito avançou 1,2% em maio, proporcional a uma alta de 8,1% ante o mesmo mês em 2023.

Já a leitura ampliada (que engloba todos os setores varejistas, incluindo as atividades de veículos, motos, partes e peças, material de construção e os atacarejos) expandiu 0,8%, o equivalente a uma expansão de 5% frente a maio de 2023.

Com esse resultado, as vendas no comércio varejista no país avançaram pelo quinto mês consecutivo e continuam no maior patamar da série histórica.

Das oito atividades de pesquisa do varejo restrito, cinco tiveram resultados positivos em maio.

As principais influências vieram do setor de hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,7%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (1,6%), refletindo um bom desempenho do consumo das famílias também no segundo trimestre.

Em sentido contrário, as contribuições deficitárias foram móveis e eletrodomésticos (-1,2%), combustíveis e lubrificantes (-2,5%) e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-8,5%).

No varejo ampliado, as aberturas apresentaram resultados negativos. O setor de veículos, motos, partes e peças registrou queda de 2,3% e o segmento de materiais de construção já voltou para sua tendência deste ano, mostrando recuo de 3,5%.

Olhando à frente, colocamos um viés de alta na nossa projeção de 3% para o varejo em 2024. Essa sinalização reflete os efeitos moderados das enchentes do Rio Grande do Sul no comércio de maio.

Nossa perspectiva segue sendo de um mercado de trabalho aquecido, crescimento da massa de rendimento, aumento de crédito para pessoa física e a inflação bem comportada sigam impulsando o consumo das famílias.

O que é a Pesquisa Mensal de Comércio?

A PMC é um levantamento estatístico realizado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Seu principal objetivo é analisar o desempenho do setor varejista e atacadista no país, oferecendo dados atualizados e completos sobre as atividades comerciais no país.

Para capturar informações abrangentes, o IBGE utiliza uma metodologia robusta na coleta de dados para a PMC. 

A pesquisa é conduzida em estabelecimentos comerciais de diferentes regiões do Brasil, abrangendo tanto o comércio varejista quanto o atacadista.

Os dados são obtidos por meio de questionários respondidos pelos próprios estabelecimentos, onde são solicitadas informações detalhadas sobre as vendas realizadas durante o período estabelecido. 

Esses dados são coletados e compilados pelo IBGE para análise. A PMC apresenta diversos indicadores-chave que refletem o desempenho do comércio. Alguns dos mais importantes são:

Volume de Vendas: Mostra a quantidade de bens e serviços vendidos durante o período analisado.

Receita Nominal: Reflete o faturamento total das vendas, sem considerar a inflação.

Variação Percentual: Compara o desempenho atual com períodos anteriores, indicando se houve crescimento ou queda nas vendas.

Para que serve a Pesquisa Mensal de Comércio?

A Pesquisa Mensal de Comércio é uma ferramenta essencial para compreender a dinâmica do comércio no Brasil. 

Seus dados são utilizados por empresas, investidores e órgãos governamentais para embasar decisões estratégicas, entender o mercado e antecipar tendências.

Então, em resumo, a Pesquisa Mensal de Comércio desempenha um papel crucial em diversos aspectos, como:

Indicador econômico: Os dados coletados permitem a criação de indicadores que ajudam na compreensão do desempenho do comércio. Isso auxilia na elaboração de estratégias econômicas e na tomada de decisões por parte de empresas, investidores e governo.

Avaliação de tendências: Ao analisar as variações mensais, é possível identificar tendências de consumo. Essas informações são vitais para ajustar estratégias de vendas, lançar produtos ou serviços e adaptar-se às demandas do mercado.

Política monetária e fiscal: Os dados da PMC são considerados pelo Banco Central na definição de políticas monetárias. As informações sobre o comportamento do comércio influenciam as decisões sobre taxas de juros e outras medidas financeiras.

Referência para investimentos: Investidores e empresas utilizam os dados da PMC para avaliar setores promissores, identificar oportunidades de investimento e estimar riscos associados a determinados segmentos do mercado.

Se esse é o seu caso, fica aqui uma dica: conheça o podcast Diário Econômico, em que o economista-chefe do PicPay, Marco Caruso, repercute os principais acontecimentos que afetam os mercados. 

Quer ficar por dentro de outros assuntos que impactam a economia como um todo? Então confira a nossa editoria de análises no Blog do PicPay.

Esse conteúdo foi útil? Deixe aqui sua avaliação

Média da classificação 2.8 / 5. Número de votos: 4

Compartilhe este Post:

Conteúdos relacionados